Finados

14:47 Radio Ideal FM 0 Comentarios


O Dia dos fiéis defuntos (Finados) é o dia da celebração da vida eterna das pessoas queridas que já partiram desta vida. 

 É o Dia do Amor, porque amar é sentir que o outro não morrerá nunca. 

É celebrar essa vida eterna que não vai terminar nunca. Pois, a vida cristã é viver em comunhão íntima com Deus, agora e para sempre.

Desde o século 1º, os cristãos rezam pelos falecidos; costumavam visitar os túmulos dos mártires nas catacumbas para rezar pelos que morreram sem martírio. No século 4º, já encontramos a Memória dos defuntos na celebração da missa. Desde o século 5º, a Igreja dedica um dia por ano para rezar pelos fiéis defuntos.
Também o abade de ClunySanto Odilon (Odilo), em 998 pedia aos monges que orassem pelos defuntos. Desde o século XI os Papas Silvestre II (1009), João XVII (1009) e Leão IX (1015) determinaram que a Igreja dedicasse um dia aos aos fiéis defuntos. 

No século XIII esse dia anual passa a ser comemorado em 2 de novembro, porque 1 de novembro é a solenidade de Todos os Santos e Santas de Deus, no Brasil  foi transferido para o domingo dia 4, dia em que a Arquidiocese abre solenemente o Ano da Fé.

A fundamentação Bíblica se encontra em: (cf. Tobias 12,12; Jó 1,18-20; Mt 12,32 e II Macabeus 12,43-46), e se apóia em uma prática de quase dois mil anos
Contudo, você sabia que o feriado de Finados, celebrado a 2 de novembro, embora originado do cristianismo, foi nomeado de forma diversa à real celebração cristã?
Na realidade, o cristianismo, ao contrário do feriado brasileiro, celebra a lembrança dos FIÉIS DEFUNTOS e não o dia de finados.

"Qual a diferença?" - você perguntaria. Entretanto, adentrando-se a fundo no significado e na origem das palavras, podemos notar que há sim uma diferença, e relevante. A palavra finado significa, em sua origem, aquele que se finou, ou seja, que teve seu fim, que se acabou, que foi extinto.
A palavra defunto, por sua vez, originada no latim, era o particípio passado do verbo "defungor", que significava satisfazer completamente, desempenhar a contento, cumprir inteiramente uma missão. 
Mais tarde, foi utilizada e difundida pelo cristianismo, para dizer que uma pessoa falecida era aquela que já havia cumprido toda a sua missão de viver.   Nos dias de hoje, infelizmente, tornou-se sinônimo de cadáver.

O Dia dos Fiéis Defuntos, portanto, é o dia em que a Igreja celebra o cumprimento da missão das pessoas queridas que já faleceram, através da elevação de preces a Deus por seu descanso junto a Ele. 
É o Dia do Amor, porque amar é sentir que o outro não morrerá nunca, mesmo que esteja distante; amar é saber que o outro necessita de nossos cuidados e de nossas preces mesmo quando já não o podemos ver. Pois a vida cristã é viver em comunhão íntima com Deus e com os irmãos, agora e para sempre.

0 comentários:

Obrigado pelo seu Comentario, seja bem vindo !

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga