THE PLATTERS AND ME

15:26 Radio Ideal FM 0 Comentarios


(Vera Melo)
Qualquer jornalista é, antes de tudo, um ser humano. E não se perder desta humanidade, é que faz com que as matérias tenham alma e sentimento. A perspectiva de participar de uma coletiva com uma banda internacional foi tão significativa para a profissional que sou, quanto para a fã incondicional que viaja no tempo, através do romantismo das músicas de um grupo sempre presente em momentos importantes da adolescência.
E assim, dividida entre duas emoções, compartilhei a entrevista e a última apresentação dos The Platters no Brasil *, encerrando a turnê 2013. Nos camarins do Clube Aramaçan, em Santo André (SP), na última segunda-feira (13), eu duvidava do fato de estar tão próxima de B.J.Mitchell, com sua voz grave e penetrante. Também me surpreendi com a “palinha” de Only you, dada pelo cantor principal Kevin Carroll, ao lado de Ron Howard que, informalmente e em perfeito “swing”, estalava os dedos, marcando o ritmo da canção.
Confesso que o gravador  foi meu aliado no registro das respostas dadas na entrevista. A emoção permeava o cérebro e, naquele momento, era praticamente impossível assimilar qualquer coisa do que estava sendo dito.
Brincalhões e informais, The Platters provaram porque encantam gerações há mais de cinquenta anos. Respondendo, com bom humor, a todas as perguntas, B.J.Mitchell também confidenciou seu desejo secreto de um dia gravar com Gal Costa e Roberto Carlos.
E foi no palco, por mais de uma hora, que a banda provou não dever nada à sua formação original. Liderados por B.J.Mitchell, no grupo desde 1969, The Platters desfilaram seus maiores sucessos, emocionando a plateia de mais de 3000 pessoas. Crianças, jovens e idosos formavam um só coro e dançavam embalados a cada nova canção.
Vanessa Falabella, brasileira e integrante do grupo desde o ano passado, também deu seu toque especial, ao interpretar uma música de Elis Regina. Mas, de fato, foram as primeiras notas de “Smoke gets in your eyes” que me desestabilizaram de vez. Virei apenas tiete e se transpareceu uma ponta de vergonha por deixar o profissionalismo de lado, bastou olhar em volta, para constatar que eu não estava sozinha e que todos os jornalistas envolvidos deixavam-se levar pela mesma emoção.
 Como disse B.J. em várias entrevistas, The Platters nos fazem chorar!  E foi assim, debaixo de uma chuva de lágrimas, inclusive as minhas, que a banda fechou este grande espetáculo.


 *Evento beneficente em prol de entidades que cuidam de idosos carentes no Brasil, organizado pela jornalista Roseli Bueno, com apoio da Prefeitura de Santo André. 

0 comentários:

Obrigado pelo seu Comentario, seja bem vindo !

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga