Sinal vermelho para a Dengue!

19:32 Radio Ideal FM 0 Comentarios



Os casos de Dengue em Cerquilho estão aumentando e a população não pode ficar parada. O município registrou três casos importados e três autóctones (adquirido no próprio município), além dos que estão em investigação. Quando se trata de caso autóctone, significa que, além de Cerquilho estar infestada pelo mosquito, já há também o mosquito infectado. O risco de uma epidemia é grande e não se pode esperar agir.
O cuidado tem que ser de toda a população, combatendo os focos desse mosquito, tampando caixas d’água, tirando dos quintais pneus, garrafas vazias, tampinhas de garrafas, enfim, todo e qualquer material que acumule água. “Só assim poderemos combater essa doença tão perigosa e que tem acometido um número tão grande de pessoas”. São medidas simples, que devem ser adotadas por toda população da cidade.
Os sintomas apresentados por quem está com Dengue são: febre acompanhada de dois ou mais sintomas, tais como: dor de cabeça, dor atrás dos olhos, prostração, dores musculares e nos ossos. Esses sintomas duram aproximadamente de cinco a sete dias. Podem, ainda, surgir manchas avermelhadas na pele e coceira.
Conforme a Vigilância Epidemiológica (VE), “devemos ficar alerta em relação a Dengue Hemorrágica. As manifestações são as mesmas, porém, após o terceiro dia, a febre cede e aparecem sinais de hemorragia”. Caso o cidadão perceba algum sintoma, deve procurar imediatamente o serviço de saúde, e beber grande quantidade de água e outros líquidos para se hidratar. “Se você tiver dor na barriga, vômitos de repetição, sangramento, irritabilidade ou sonolência, a partir do terceiro dia, pode ser sinal de piora”. A Dengue é uma doença grave e pode matar. Esteja atento!
No serviço de saúde, o cidadão receberá atendimento médico, tratamento adequado e acompanhamento. As orientações dos agentes são muito importantes para todos. “Na vistoria em casa ou trabalho, receba-o e atenda as solicitações para que todos fiquem protegidos”.
Muitos moradores ainda se negam a permitir a entrada dos agentes, embora os funcionários usem uniformes e crachás de identificação. A Vigilância em Saúde pede a colaboração de todos em permitir que o trabalho seja realizado. Comunica também que os agentes estão trabalhando aos sábados e em horários alternativos para encontrar moradores que trabalham durante o dia todo na semana e, assim, fazer a vistoria

0 comentários:

Obrigado pelo seu Comentario, seja bem vindo !

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga