Notícias de hora em Hora

11:19 Radio Ideal FM 0 Comentarios



O ex-prefeito de Curitiba Luciano Ducci (PSB) foi condenado pela Justiça a ressarcir R$ 706 mil ao erário municipal por gastos com propaganda considerada irregular. O juiz Marcos Vinícius da Rocha Loures Demchuk, da 5ª Vara da Fazenda Pública de Curitiba, considerou que houve promoção pessoal por parte do então prefeito em veiculações de propaganda na televisão.
A ação se refere a quatro campanhas publicitárias na TV, em março e abril de 2012, poucos meses antes da eleição. Segundo a ação, movida pela presidente municipal do Partido dos Trabalhadores (PT), Roseli Isidoro, o município veiculou 638 propagandas entre os dias 1º de março e 4 de abril de 2012, mas apenas um comercial denominado “Operação Asfalto Novo” foi julgado irregular pela Justiça.
Para o juiz Marcos Demchuk, da 5ª Vara da Fazenda Pública de Curitiba, as peças sobre obras e investimentos feriram os princípios da impessoalidade e da moralidade. "O número exacerbado de inserções em grandes redes de televisão, em período pré-eleitoral, comportando considerável parte do orçamento do município para o ano. Há supervalorização tão somente do feito, suposta pavimentação de 597 quilômetros distribuída em 950 ruas nos bairros da cidade.  No entanto, nada tem de educativo, nada de orientação social, mas, em conjunto com elementos anteriormente expostos, é tão-somente promoção pessoal".
Dentre os outros comerciais alvos da ação inicial, o juiz se limitou a apontar a “pobreza de informações/utilidade” dos mesmos, mas não os considerou irregulares. Sobre o valor a ser ressarcido, Demchuk acatou parcialmente a acusação, mas diminuiu o valor a ser pago pelo ex-prefeito. Na decisão, o juiz disse que uma informação da Secretaria de Comunicação Social apontaria para gastos de R$ 706 mil retirados dos cofres públicos, durante campanhas publicitárias no mês de aniversário da cidade.
Em março, Ducci já havia sido condenado pela Justiça a ressarcir a Prefeitura em cerca de R$ 80 mil, por conta do uso de telemarketing oficial e do site da Prefeitura em benefício eleitoral pessoal do ex-prefeito.
Em nota, Luciano Ducci (PSB) afirmou que irá recorrer, "principalmente porque o parecer do Ministério Público foi pela improcedência desta ação". O ex-prefeito afirma que causa estranheza a decisão porque todas as propagandas institucionais cumprem o disposto no artigo 37 da Constituição Federal, bem como os limites orçamentários legais.
"E ainda se trata de propaganda que não tem seu nome, nem sua imagem, tampouco menciona as eleições ou seu partido. O material trata apenas de tradicional campanha comemorativa do aniversário da cidade", explica na nota.

Mais notícias
16/04 21:39  STF extradita norte-americano denunciado por crimes ligados à pedofilia
16/04 21:23  Ex-governador diz que não deu ordem, mas invasão do Carandiru foi necessária
16/04 21:17  OAB-MA veta candidatura de cunhado de Roseana Sarney a quinto constitucional
16/04 19:28  CNJ abre sindicância para investigar presidente do TJ da Bahia
16/04 19:22  TRF-1 suspende resolução da Anvisa que bania todos ingredientes do cigarro
16/04 19:09  TST nega recurso de patroa que contesta vínculo empregatício de doméstica
16/04 18:47  Mutirão carcerário põe em liberdade mais 1,5 mil presos no Piauí
16/04 18:41  TRT-2 aprova projeto para uniformizar jurisprudência em 2013
16/04 18:39  TJ-SP mantém condenação a IstoÉ por uso de fotos de rituais religiosos
16/04 17:53  Juízes lotam curso da Enfam sobre improbidade administrativa
16/04 17:52  TST mantém condenação de empresa que contestou prova emprestada
16/04 17:50  Ex-prefeito de Curitiba é condenado a ressarcir R$ 700 mil ao município
16/04 17:46  TRF-4 reforma decisão e afirma que propaganda da Monsanto não é enganosa
16/04 17:43  Deficiente pode ser demitido se outro deficiente ocupar o mesmo cargo
16/04 17:41  MP-MG divulga nota sobre contratação de artistas com recursos públicos
16/04 17:31  Fernando Braga Damasceno é o novo desembargador federal do TRF-5
16/04 17:27  Patrocinador do clube não é responsável por salário atrasado de atleta
16/04 17:25  MP não pode ter vista prévia de todo os autos criminais, decide TJ-RS
16/04 17:20  Ex-ministros da Justiça defendem descriminalização do uso de droga
16/04 17:02  Alexandre Fidalgo: Direito de resposta busca recomposição da verdade
16/04 16:38  Para ministros, Lei de Lavagem não se aplica à advocacia, mostra Anuário
16/04 15:55  Governo concorda em flexibilizar alíquota do ICMS, diz Nelson Barbosa
16/04 15:21  Afirmações de Guilherme Nucci levantam polêmica entre leitores da ConJur
16/04 14:16  OAB quer que assassinato de advogado seja considerado crime hediondo
16/04 14:11  Dilma nomeia 28 juízes para tribunais eleitorais, federais e do Trabalho
16/04 13:58  Justiça estadual deve julgar armazenamento em escola de pornografia infantil
16/04 12:47  Francisco de Lima: Aposentadoria aos 70: crime, castigo ou mera estupidez?
16/04 12:10  Tribunal pode adiantar julgamento de provas não vistas pelo juiz
16/04 11:54  CNJ deve julgar nesta terça cessão de procuradores como assessores no TRF
16/04 11:41  TJ-RS suspende julgamento de promotor acusado por incêndio em boate
16/04 11:31  Notícias da Justiça e do Direito nos jornais desta terça-feira
16/04 11:01  Alguns crimes e responsabilizações pelo massacre do Carandiru já prescreveram
16/04 10:37  Franquias dos Correios reclamam de cobrança indevida de ISS em São Paulo
16/04 10:16  Acidente causado por motorista em fuga não prova intenção de matar, diz TRF?1
16/04 09:58  Emerson Leão e Goiás Esporte Clube entram em acordo em causa trabalhista
16/04 09:41  TJ-RS proíbe a cobrança de tarifa de boleto bancário do Banco do Brasil no país
16/04 09:33  Vara da infância não pode julgar crimes sexuais contra criança e adolescente
16/04 09:24  Justiça condena 205 por corrupção, lavagem e improbidade em 2012
16/04 08:03  Direito na Europa: Juízes italianos dizem que não têm culpa por lentidão
16/04 07:21  Marcelo Lobo: Decisão do STF põe fim à era do calote dos precatórios
16/04 07:02  Dalton Miranda: Lançamento contaminado por vício de motivo é nulo
16/04 07:00  Osmar Terra: Projeto de Lei ajuda famílias a enfrentar o flagelo das drogas

A fé é a certeza de que vamos receber as coisas que esperamos e a prova de que existem coisas que não podemos ver. Hebreus 11.1
Foi pela fé que as pessoas do passado conseguiram a aprovação de Deus. É pela fé que entendemos que o Universo foi criado pela palavra de Deus e que aquilo que pode ser visto foi feito daquilo que não se vê.  Foi pela fé que Abel ofereceu a Deus um sacrifício melhor do que o de Caim. Pela fé ele conseguiu a aprovação de Deus como homem correto, tendo o próprio Deus aprovado as suas ofertas. Por meio da sua fé, Abel, mesmo depois de morto, ainda fala.  Foi pela fé que Enoque escapou da morte. Ele foi levado para Deus, e ninguém o encontrou porque Deus mesmo o havia levado. As Escrituras Sagradas dizem que antes disso ele já havia agradado a Deus. Sem fé ninguém pode agradar a Deus, porque quem vai a ele precisa crer que ele existe e que recompensa os que procuram conhecê-lo melhor.  Foi pela fé que Noé ouviu os avisos de Deus sobre as coisas que iam acontecer e que não podiam ser vistas. Noé obedeceu a Deus e construiu uma barca em que ele e a sua família foram salvos. Assim Noé condenou o mundo e recebeu de Deus a aprovação que vem por meio da fé. Foi pela fé que Abraão, ao ser chamado por Deus, obedeceu e saiu para uma terra que Deus lhe prometeu dar. Ele deixou o seu próprio país, sem saber para onde ia.   Pela fé ele morou como estrangeiro na terra que Deus lhe havia prometido. Viveu em barracas com Isaque e Jacó, que também receberam a mesma promessa de Deus.  Porque Abraão esperava a cidade que Deus planejou e construiu, a cidade que tem alicerces que não podem ser destruídos.   Foi pela fé que Abraão se tornou pai, embora fosse velho demais e a própria Sara não pudesse mais ter filhos. Ele creu que Deus ia cumprir a sua promessa.   Assim, de um só homem, que estava praticamente morto, nasceram tantos descendentes como as estrelas do céu, tão numerosos como os grãos de areia da praia do mar. Todos esses morreram cheios de fé. Não receberam as coisas que Deus tinha prometido, mas as viram de longe e ficaram contentes por causa delas. E declararam que eram estrangeiros e refugiados, de passagem por este mundo.  E aqueles que dizem isso mostram bem claro que estão procurando uma pátria para si mesmos.  Não ficaram pensando em voltar para a terra de onde tinham saído. Se quisessem, teriam a oportunidade de voltar.  Mas, pelo contrário, estavam procurando uma pátria melhor, a pátria celestial. E Deus não se envergonha de ser chamado de o Deus deles, porque ele mesmo preparou uma cidade para eles.   Foi pela fé que Abraão, quando Deus o quis pôr à prova, ofereceu o seu filho Isaque em sacrifício. Deus tinha prometido muitos descendentes a Abraão, mas mesmo assim ele estava pronto para oferecer o seu único filho em sacrifício.   Deus lhe tinha dito: “Por meio de Isaque é que você terá descendentes.” Abraão reconhecia que Deus era capaz de ressuscitar Isaque, e, por assim dizer, Abraão tornou a receber da morte o seu filho Isaque.  Foi pela fé que Isaque prometeu bênçãos para o futuro a Jacó e a Esaú.  Foi pela fé que Jacó, pouco antes de morrer, abençoou os filhos de José. Ele se apoiou na sua bengala e adorou a Deus. Foi pela fé que José, quando estava para morrer, falou da saída dos israelitas do Egito e deu ordens sobre o que deveria ser feito com o seu corpo.  Foi pela fé que os pais de Moisés, quando ele nasceu, o esconderam durante três meses. Eles viram que o menino era bonito e não tiveram medo de desobedecer à ordem do rei.  Foi pela fé que Moisés, quando já era adulto, não quis ser chamado de filho da filha de Faraó.   Ele preferiu sofrer com o povo de Deus em vez de gozar, por pouco tempo, os prazeres do pecado.  Ele achou que era muito melhor sofrer o desprezo por causa do Messias do que possuir todos os tesouros do Egito. É que ele tinha os olhos fixos na recompensa futura.  Foi pela fé que Moisés saiu do Egito, sem ter medo da raiva do rei, e continuou firme, como se estivesse vendo o Deus invisível.  Pela fé Moisés começou o costume de celebrar a Páscoa e mandou marcar com sangue as portas das casas dos israelitas para que o Anjo da Morte não matasse os filhos mais velhos deles.  Foi pela fé que os israelitas atravessaram o mar Vermelho como se fosse terra seca. E, quando os egípcios tentaram atravessar, o mar os engoliu. Foi pela fé que caíram as muralhas de Jericó, depois que os israelitas marcharam em volta delas durante sete dias.  Foi pela fé que Raabe, a prostituta, não morreu com os que tinham desobedecido a Deus, pois ela havia recebido bem os espiões israelitas.  O que mais posso dizer? O tempo é pouco para falar de Gideão, de Baraque, de Sansão, de Jefté, de Davi, de Samuel e dos profetas.   Pela fé eles lutaram contra nações inteiras e venceram. Fizeram o que era correto e receberam o que Deus lhes havia prometido. Fecharam a boca de leões, apagaram incêndios terríveis e escaparam de serem mortos à espada. Eram fracos, mas se tornaram fortes. Foram poderosos na guerra e venceram exércitos estrangeiros.  Pela fé mulheres receberam de volta os seus mortos, que ressuscitaram. Outros foram torturados até a morte; eles recusaram ser postos em liberdade a fim de ressuscitar para uma vida melhor.   Hebreus 11. 2, 35  
-- 
                                  Fique na Paz do Senhor Jesus!
                                             Suzana Souza,
                Bíblia,  Manual do Fabricante para se viver a vida.
J
EuSouÚnicoSalvador.
Ouça diariamente: 
Momentos de Paz e Vida - às 22:30h.


O Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida finaliza os últimos preparativos para o Hallel Aparecida Internacional - 5ª Romaria da Juventude, que inicia nesta sexta-feira (19) e se estende até domingo (21). Já é possível observar as barracas montadas na área de camping, estruturação dos módulos nas áreas externas da Basílica e muita movimentação dos colaboradores.

Entre as atrações que estarão nos palcos do Hallel Aparecida estão duas bandas internacionais: a americana Saint Anthonys e o caribenho Martin Valverde. Já estão confirmadas ainda as presenças de The Flanders, Expresso HG, Anjos de Resgate e Rosa de Saron.

"Nós Igreja estamos convocando os jovens do mundo inteiro para tomar consciência da sua vocação e sua missão, como é o tema do Hallel Aparecida 'Ai de mim se eu não evangelizar'. O jovem tem essa missão bonita de proclamar as bênção de Deus por onde estiver", explica o prefeito de Igreja Irmão João Batista de Viveiros, fazendo uma alusão ao tema do evento.

O evento é dividido em módulos de assuntos que interessam aos jovens . São temas: 'Bote Fé', 'Missionariedade', 'Sim à Vida', 'Maria', 'PHN', além de adoração perpétua e Vigília Noturna.

Para acolher os jovens que moram mais distantes de Aparecida, o Santuário Nacional estruturou uma área de camping localizado nos jardins da Basílica, com sanitário, chuveiro quente e água potável, à disposição dos jovens.

Formato - O Hallel, evento que nasceu em Franca (SP) chega à Casa da Mãe Aparecida como uma preparação para a Jornada Mundial da Juventude, que acontecerá em julho no Rio de Janeiro. Vai reunir música, debates com temas específicos, oração e evangelização e acontecerá em diferentes espaços do Santuário Nacional: Centro de Eventos padre Vitor Coelho de Almeida, auditório padre Noé Sotillo, Tribuna Papa Bento XVI, entre outros. O acontecimento é inédito na história do Santuário e será o último do calendário da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) antes da Jornada Mundial da Juventude. Por isso também a Cruz da Jornada e o Ícone de Maria, que percorrem o mundo nas JMJs, estarão no Hallel.
Todas as informações do evento estão disponíveis no endereço Jovens de Maria www.a12.com/jovensdemaria
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

DEMOCRATIZAÇÃO DA COMUNICAÇÃO

IMPRENSA & JORNALISMO

POLÍTICA DE RÁDIO E TV

POLÍTICA DE TELECOMUNICAÇÕES

MÍDIA GLOBAL

POLÍTICA

INTERNET

TELECOM

MERCADO DE COMUNICAÇÃO

CULTURA

SOCIEDADE DA COMUNICAÇÃO

TELEVISÃO

CIÊNCIA & TECNOLOGIA

AUDIOVISUAL

LITERATURA E MERCADO EDITORIAL

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Que a internet, blogs, mídias sociais e, mais recentemente, os smartphones, dominaram o nosso dia a dia, não é novidade pra mais ninguém. O brasileiro está entre os povos que mais tempo passa...
Um blog para quem ama livros, literatura, livreiros, resenhas e indicações dos melhores escritores da literatura estrangeira e nacional.
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Lançamento TPE, ABMP e Editora Saraiva lançam "Justiça Pela Qualidade na Educação"

Livro reúne artigos de 27 especialistas
das áreas do Direito e da Educação
 
 

    
 
 MAPEAMENTO
Educação Integral não é apenas ampliação da jornada escolar, mostra pesquisa

Fundação Itaú Social e Unicef revelam que não há fórmula pronta para aumentar o tempo
 
 
 PROJETO
Professora de Dois Córregos (SP) ensina fotografia por meio do olhar para o campo

Conheça Vera Lucato, homenageada no Prêmio Educador Nota 10 de 2012
 
 
 PACTO
Medida Provisória da Alfabetização aguarda sanção presidencial

Investimento do governo federal no projeto é de 
quase R$ 3 bilhões
 
 
 Todos Pela Educação   
 
    
 CLIPPING - OS DESTAQUES DA QUINZENA NA MÍDIA   
 DE OLHO NA EDUCAÇÃO  
 
   Todos   Pela Educação 
 
Todos Pela Educação está nas redes sociaisO movimento Todos Pela Educação está nas redes sociais. Confira:



0 comentários:

Obrigado pelo seu Comentario, seja bem vindo !

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga