CUT usará 1º de maio para protestar a favor da 'democratização' dos meios de comunicação

21:45 Radio Ideal FM 0 Comentarios



Boletim Diário da CNBB - 19/04/2013
REFLEXÃO
Como pode ele dar a sua carne a comer? Como entender que para ter a vida eterna e ressuscitar no último dia é preciso comer a verdadeira comida e beber a verdadeira bebida que são a carne e o sangue de Jesus? Essas verdades se constituem numa realidade absurda para os judeus. Por que? Porque eles não conheceram verdadeiramente quem é Jesus. No mundo de hoje, encontramos muitas pessoas que, como os judeus, não conhecem Jesus e vêem a eucaristia como uma realidade absurda. Precisamos agir como missionários para que essas pessoas conheçam Jesus, se alimentem da verdadeira comida e da verdadeira bebida e vivam para sempre.
COMEMORAÇÕES
Nascimento
  • Dom José Antônio Peruzzo, Bispo de Palmas-Francisco Beltrão - PR
Ordenação Presbiteral
  • Dom Luciano Bergamin, CRL, Bispo de Nova Iguaçu - RJ
Ordenação Episcopal
  • Dom José Maria Pinheiro, Bispo Emérito de Bragança Paulista - SP
  • Dom Emanuel Messias de Oliveira, Bispo de Caratinga - MG
  • Dom Vital Chitolina, SCJ, Bispo de Diamantino - MT
  • Dom José Moreira Bastos Neto, Bispo de Três Lagoas - MS
  • Dom Tarcísio Scaramussa, SDB, Bispo Auxiliar de São Paulo - SP
NOTÍCIAS
A Celebração Eucarística de encerramento da 51ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) reuniu todo o episcopado brasileiro em torno do Altar Central do Santuário Nacional, nesta sexta-feira, 19 de abril.
A celebração foi presidida pelo Cardeal Arcebispo de Aparecida e presidente da CNBB, dom Raymundo Damasceno Assis e concelebrada pelo Arcebispo de São Luís (MA) e vice-presidente da CNBB, dom José Belisário da Silva e pelo bispo auxiliar de Brasília e secretário geral da CNBB, dom Leonardo Ulrich Steiner.
No início da celebração, os assessores da CNBB conduziram os símbolos da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), a Cruz dos Jovens e o ícone de Nossa Senhora até o Altar Central.
Em sua homilia, Dom Damasceno agradeceu os frutos do trabalho da Assembleia Geral. “Não podemos deixar de agradecer a Deus os frutos de nosso trabalho e de  manifestar a imensa gratidão a todos  que colaboraram  na preparação e realização dessa Assembleia”, afirmou.
O Cardeal ressaltou que vários temas ocuparam a atenção do episcopado e destacou o tema central ‘Comunidade de comunidades: uma nova Paróquia’. “O tema central foi estudado com profundidade e recebeu muitas e excelentes emendas. Esperamos que esse Documento possa ajudar na renovação de nossas paróquias. O texto revisto pela Comissão será publicado na coleção verde da CNBB, para que em todos os regionais, dioceses, paróquias e comunidades, possa ser ainda estudado e enriquecido com novas sugestões, até o mês de outubro, para posterior aprovação na próxima Assembleia”, afirmou.
Dom Raymundo Damasceno destacou ainda dois documentos que seguirão semelhante processo.  O Documento ‘Igreja e questão Agrária no início do Século XXI’ retornará também na próxima Assembleia Geral, depois de incorporar as sugestões que forem apresentadas pelos 18 Regionais da CNBB, Dioceses e paróquias.
Citou também a aprovação final do Diretório para a Comunicação da Igreja no Brasil, por sua vez, foi confiado ao Conselho Permanente da CNBB. “Esses documentos envolvem temas importantíssimos para vida da Igreja e para a sociedade brasileira. Alguns deles se referem à vida interna da Igreja; outros dizem respeito a vida da sociedade em geral. A questão agrária está relacionada com a opção preferencial  pelos pobres e com a justiça social”, acrescentou.
Peregrinação dos ícones da JMJ
Os bispos puderam contemplar a cruz dos jovens e o ícone de Nossa Senhora que após a celebração foi conduzido pela juventude até o Centro de Eventos Padre Vitor Coelho de Almeida.
Os símbolos da JMJ, após sua peregrinação pelas paróquias da Arquidiocese de Aparecida, chegam ao Santuário Nacional, antes de serem entregues à Diocese de Volta Redonda, onde começará a peregrinação desses dois símbolos pelas Dioceses do Estado do Rio de Janeiro até chegar, em julho próximo, na cidade do Rio de Janeiro para a JMJ.
Mensagem aos bispos
Aos bispos presentes na Santa Missa Dom Damasceno pediu que partilhem com seus presbíteros, diácono, consagrados e fiéis leigos as conclusões da assembleia, fortalecendo, assim, a comunhão para um melhor êxito da ação evangelizadora.
“Queridos irmãos no Episcopado, depois desta nossa 51ª Assembleia Geral, voltaremos para nossas Igrejas particulares. A oração compartilhada nesses dias que aqui vivemos, a conivência fraterna, os temas aprofundados no estudo e no intercâmbio fraterno – tudo isto nos revigorou física e espiritualmente para  levar em frente, diante de tantas exigências e mudanças rápidas e profundas,  a missão evangelizadora que Cristo nos confiou”, concluiu.
Após a missa, os bispos retomam as últimas atividades da Assembleia Geral com uma sessão de encerramento e coletiva de imprensa.

Em sua participação na coletiva de imprensa da quinta-feira, 18 de abril, o arcebispo de Manaus e presidente da Comissão para o Tema Central, dom Sergio Castriani, disse sobre as novidades que a 51ª Assembleia Geral dos Bispos trouxe para o tema central “Comunidade de comunidades: uma nova paróquia”.
Dom Castriani, destacou que, após passar por emendas e correções, o texto foi muito bem aceito pelo episcopado e que até outubro será enviado às paróquias, comunidades e Regionais do Brasil para que haja um movimento de participação de todos no tema.
“O texto diz que analisar a realidade atual não é simples, a situação é complexa e muitas vezes mais do que podemos imaginar. Quando a gente começa a refletir sobre a situação da paróquia, os desafios que ela enfrenta e o mundo de hoje, as respostas que encontramos é uma coisa complexa. Existem luzes e sombras, alegrias e preocupações”, disse.
Dom Castriani observou que há muita coisa boa acontecendo para a renovação das paróquias, mas, que também existem situações que impedem essa renovação.
O bispo destacou que muitas paróquias e comunidades no país vivem uma intensa conversão pastoral, que vem de muitos anos. “Existem paróquias e comunidades preocupadas com a evangelização, como a catequese para a iniciação a vida cristã e na perspectiva bíblica. Temos paróquias numa liturgia viva e participativa, e ainda, comunidades que se preocupam com a juventude, que despertam serviços nos ministérios leigos. Temos paróquias com conselhos paroquial e assuntos econômicos, além de grupos que participam ativamente da vida paroquial”, disse.
Dom Sergio Castriani finalizou dizendo que de fato as dificuldades existem, mas cabe aos párocos e colaboradores desenvolverem uma pastoral de comunhão e participação que permita a renovação. O bispo informa que até outubro o empenho será o de envolver na discussão e na reflexão, comunidades, grupos, movimentos e pastorais afim de tornar a paróquia uma instituição que é missionária, evangelizadora e servidora da vida.

A coletiva de imprensa da 51ª Assembleia Geral dos Bispos será composta pela presidência da CNBB (Dom Raymundo Damasceno, presidente; Dom José Belisário, vice-presidente e Dom Leonardo Steiner, secretário-geral).
A CNBB em parceria com o Portal A12, desde o primeiro dia da 51ª Assembleia Geral dos Bispos do Brasil, em Aparecida (SP), está transmitindo ao vivo a Coletiva de Imprensa. A transmissão de hoje será em seguida a cerimônia de encerramento.
Para acompanhar a coletiva ao vivo acesse o link.

A oitava coletiva da 51ª Assembleia Geral dos Bispos, realizada na tarde desta sexta-feira, 19 de abril, já está disponível no youtube. Participaram deste último encontro com os jornalistas, a presidência da CNBB: cardeal Arcebispo de Aparecida e presidente da CNBB, dom Raymundo Damasceno Assis e concelebrada pelo Arcebispo de São Luís (MA) e vice-presidente da CNBB, dom José Belisário da Silva e pelo bispo auxiliar de Brasília e secretário geral da CNBB, dom Leonardo Ulrich Steiner. Assista o vídeo


A coletiva de imprensa do último dia da 51ª Assembleia Geral da CNBB foi composta pela presidência da CNBB, Cardeal dom Raymundo Damasceno, presidente e arcebispo de Aparecida (SP); dom José Belisário da Silva, vice-presidente e arcebispo de São Luís (MA) e dom Leonardo Ulrich Steiner, secretário geral e bispo auxiliar de Brasília.
No início da coletiva dom Raymundo saudou os jornalistas presentes e aqueles que acompanharam ao vivo pelo Portal A12. O cardeal destacou o trabalho da imprensa e revelou o sentimento de gratidão pelo trabalho que foi realizado durante a 51ª Assembleia. “Estamos gratos e agradecemos o trabalho realizado por vocês durante esses 10 dias que estivemos reunidos aqui em Aparecida”, disse.
O presidente da CNBB avaliou que a 51ª Assembleia Geral foi uma ocasião de profunda experiência eclesial. “Estivemos reunidos para rezar, refletir e promover o aprofundamento de nossa comunhão. O resultado desse nosso empenho foi o melhor possível. Encerramos o encontro com um saldo excelente”, ponderou.
Durante a coletiva foi feito um balanço das atividades realizadas. Sobre o tema central da Assembleia 2013 “Comunidade de comunidades: uma nova paróquia”, dom Raymundo disse que “já era previsto que seria aprofundado na assembleia desse ano e continuaria sendo levado para as dioceses para novos estudos e somente na assembleia do próximo ano que será apresentado para a aprovação final”.
O cardeal explicou que o tema central se situa na busca por uma maior “conversão pastoral” e apontou algumas reflexões sobre o estudo como a cultura dos tempos atuais, o desafio e a necessidade de considerar a mudança de época, o reconhecimento que o lugar privilegiado para realizar uma experiência concreta com Jesus Cristo é a comunidade eclesial e por fim o reconhecimento de que a paróquia é a grande escola da fé, da oração, dos valores e costumes cristãos.
Além do tema central, dois outros assuntos foram destacados na coletiva: o estudo sobre a Questão Agrária e o Diretório para a Comunicação no Brasil. Os dois temas foram amplamente discutidos pelos bispos que decidiram pela continuidade da reflexão antes de se tornarem documentos da CNBB.
Foi destacado também assuntos abordados durante a Assembleia como a Jornada Mundial da Juventude, os textos litúrgicos e a Campanha da Fraternidade.
No final de suas palavras dom Raymundo Damasceno apresentou outros dois frutos da Assembleia que são um subsídio que os bispos estão oferecendo a todos as comunidades para aprofundamento do tema das eleições e uma Nota que foi emitida em defesa dos direitos indígenas e quilombolas, pela rejeição da PEC 215.
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Terreno passa a zona de interesse social e permitirá construção de novas casas populares
Programa Minha Casa, Minha Vida já tem 1.700 moradias autorizadas em Tatuí

O trabalho harmônico e integrado entre os poderes Executivo e Legislativo vem rendendo bons frutos ao município. Na última sessão ordinária da Câmara Municipal, realizada na última terça-feira, 16, os vereadores aprovaram por unanimidade mais um importante projeto de lei que permitirá um novo e abrangente programa de habitação popular em Tatuí.
O projeto de lei 18/2013 altera finalidade de uma área de 902 mil metros quadrados, localizada no limite entre os jardins Novo Horizonte e Santa Rita de Cássia, através de modificação na Lei Municipal 4.228, de 27 de julho de 2009, que dispõe sobre o uso, ocupação e parcelamento do solo em Tatuí. Com a mudança, a terreno passa de zona mista para zona de interesse social.
Conforme a justificativa do prefeito José Manoel Correa Coelho, Manu, a proposta de alteração busca adequar essa região, visando aumentar a área de interesse social na cidade em virtude do déficit habitacional ainda crescente. “O Déficit é superior a 5 mil residências e esse projeto poderá proporcionar a construção de aproximadamente 1,5 mil casas populares”, argumentou.
Manu ainda lembrou que a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil já autorizaram a construção de 1,7 mil unidades por meio do Programa Minha Casa, Minha Vida. As moradias serão destinadas à população com renda entre zero e três salários mínimos. O novo conjunto terá completa infraestrutura (asfalto, galerias pluviais, guias, sarjetas, esgoto, água, luz, energia elétrica e iluminação pública), incluindo área institucional e espaço para construção de equipamentos públicos, como posto de saúde e creche. Ao todo, 656 mil metros quadrados serão utilizados pela Caixa.
Já o presidente da Câmara, Oswaldo Laranjeira Filho, destacou que o projeto de construção de novas casas populares é um anseio da população tatuiana. “Trata-se de um programa audacioso e moderno, que priorizará as pessoas que mais precisam, que têm na casa própria a possibilidade da realização de um sonho pessoal que é desejo e aspiração de toda família. Prefeito e vereadores trabalharam juntos para que mais essa conquista seja possível”,   






Manu inaugura segunda creche em apenas 100 dias de governo
Nova unidade no Jardim Planalto atenderá a 120 crianças – Déficit cai 48%

O prefeito José Manoel Correa Coelho, Manu, completou seus primeiros 100 dias de governo inaugurando duas novas creches. As unidades estavam paralisadas e tiveram suas construções retomadas logo nos primeiros dias da nova gestão. Depois de entregar a creche da Avenida Firmo Vieira de Camargo, “Professora Cacilda Rodrigues de Almeida Hoffman”, Manu fez a abertura oficial, no último sábado, 13, da creche do Jardim Planalto, denominada “Professora Lygia Rodrigues Del Fiol”. 
Mesmo com a chuva que castigou a cidade, a cerimônia foi muito concorrida. Teve a presença de autoridades, profissionais do setor de educação, pais e mães dos futuros alunos, além de familiares da homenageada. Mais de 200 pessoas participaram do evento, que teve ainda a participação da Banda Musical Infanto-juvenil da Associação Pro Arte de Tatuí (Projeto Criança na Banda).
O novo espaço de educação infantil atenderá 120 crianças, 24% do déficit atual de vagas, estimado em cerca de 500 postos. A nova unidade tem 564 metros quadrados construídos, com espaço administrativo, sala multiuso e de informática, anfiteatro, playground, além de quatro salas destinadas exclusivamente para o atendimento de crianças de quatro  meses a três anos de idade. A obra é fruto de parceria entre a Prefeitura e o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), mantido pelo Governo Federal.  
A Prefeitura foi obrigada a desembolsar mais R$ 147 mil para serviços complementares, como a construção do muro, grade frontal, portões e aplicação de grama. O município também teve que arcar com parte do mobiliário, já que o recurso para essa finalidade ainda não foi liberado. Também por medida emergencial, a unidade inicia suas atividades com móveis reutilizados, enquanto aguarda a entrega das novas mesas, cadeiras e outros equipamentos.
Em seu discurso o prefeito, lembrou que em pouco mais de três meses de trabalho, conseguiu reduzir o déficit em quase metade, 48%, com as 240 vagas já criadas. Com a conclusão da unidade do Jardim São Conrado, o percentual chegará a 72%. Mas, há ainda uma nova creche a ser iniciada no Jardim Santa Rita que permitirá novos avanços. Manu contabilizou avanços da primeira etapa de seu mandato. “As dificuldades, a nuvem negra que rondava nossa cidade está se dissipando. Chegou a hora de colocar em prática nosso plano, que passa pelo equacionamento das vagas, perseguindo o objetivo de que todas as crianças tenham acesso à creche como prevê a nova lei de diretrizes e bases da educação”, argumentou.
Já a secretária da Educação, Cultura e Turismo, Isabel Cristina Pires de Campos, anunciou um novo sistema que permitirá gerir e identificar o funcionamento de todas as creches do município, através do saldo e necessidades de vagas. “Estamos colocando em prática a informatização das unidades, através da qual teremos o quadro sempre atualizado da demanda de vagas, com cruzamentos de prioridade, sabendo onde a criança mora e qual a creche mais próxima de sua casa, idade, se pai e mãe trabalham fora, se tem irmãos, em qual unidade eles estão matriculados”, explicou.

Homenageada
A professora Lygia Rodrigues Del Fiol nasceu em Tatuí, filha de José Basílio Rodrigues e de Maria Benedita Machado Rodrigues. Casou-se com José Maurício Del Fiol e teve três filhos, Clóvis José, Maria Claudia e Fábio Antônio, e sete netos.
Estudou nas escolas “Eugênio Santos” e “Barão de Suruí”, onde concluiu seus estudos no curso normal. Iniciou suas atividades como professora da rede estadual, em Guareí, no ano de 1954. Foi removida para a escola rural da Estação Experimental e depois para a escola “João Florêncio”, onde lecionou até sua aposentadoria em 1982.
Como esposa de rotariano, atuou em diversas causas sociais, auxiliando a Apae e a Escola de Enfermagem. Católica praticante participava das missas matinais das 7h, na Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição. Foi também responsável pelo grupo de canto religioso Coral dos Anjos. Outra marca da professora Ligya foi sua exímia habilidade em bordados artísticos, na qual ficou conhecida em toda região pela beleza dos trajes que produzia.

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Copa Craque do Futuro tem 54 times em sua primeira edição
Abertura oficial aconteceu na última sexta-feira, no Clube de Campo

Tatuí deu a largada na última sexta-feira, 12, há mais um evento esportivo inédito. Trata-se da Copa Craque do Futuro, que teve sua solenidade de abertura e rodada inaugural, no estádio Itatibão (Clube de Campo), reunindo atletas, dirigentes, além do público que lotou as arquibancadas de uma das praças esportivas mais tradicionais da cidade.
Os números da competição são impressionantes: 54 times, de oito cidades diferentes, Tatuí, Boituva, Cerquilho, Tietê, Torre de Pedra, Itapetininga, Itapeva e Sorocaba. Mais de 1.100 atletas mirins disputarão troféus e medalhas em quatro categorias: sub11, sub13, sub15 e sub17.
Uma das novidades será o sistema de disputa. A Copa Craque do Futuro terá uma fase seletiva, nas quais as equipes jogarão entre si, dentro de cada grupo. As melhores classificadas formarão a “série ouro”, enquanto as de menor aproveitamento a “série prata”. Cada uma dessas séries terá fase de classificação, semifinal e final. Os jogos acontecerão em diversos estádios de Tatuí e haverá premiação para campeões e vice de cada categoria, também para melhor goleiro e artilheiro da competição.
A cerimonia de abertura teve desfile das delegações, juramento do atleta e muitos fogos de artifícios que marcaram o início do torneio com a pira sendo acesa por um dos jogadores.
Além do prefeito José Manoel Correa Coelho, Manu, o secretário municipal de Esporte, Lazer e Juventude, Miguel Lopes Cardoso Junior, diversas autoridades participaram do evento, entre eles o também secretário de Administração, Marcos Rogério de Campos Camargo, o Marcos Quadra, e os vereadores André Norbal e Márcio Antônio de Camargo, Márcio do Santa Rita. Mas, uma surpresa especial foi o que empolgou o público presente e os jogadores. O craque Adhemar, Ferreira de Camargo, tatuiano que fez história no futebol nacional atuando no São Caetano, e chegou a atuar com destaque no exterior, na Alemanha, Coréia e Japão. Kitão, como era conhecido desde jovem nos gramados tatuianos, lembrou a importância deste tipo de evento para as crianças e jovens. “Quando agente fala em futebol, todo mundo imagina 11 contra 11, correndo atrás de uma bola. Mas na realidade, há várias virtudes que você aprende, o companheirismo, a disciplina, o respeito, aprende a viver em sociedade, respeitar o limite do seu companheiro, respeitar o treinador. O futebol é uma lição de vida. Essas crianças que estão hoje aqui, estão praticando esporte, é uma geração de crianças saudáveis, que foge do sedentarismo”, recordou.
O secretário municipal de Esporte, Lazer e Juventude destacou que Tatuí sediará no mês de julho a Supercopa Craque do Futuro. “Os melhores clubes serão convidados para participar da Supercopa Sulamericana Craques do Futuro, que acontecerá no mês de julho, reunindo times de expressão nacional, além de convidados de prestígio do nosso continente, enquanto os melhores jogadores da cidade participarão da seleção tatuiana que irá disputar esse evento também inédito”, comentou. 

Primeira rodada
A rodada de abertura teve dois jogos, da categoria sub11. Na primeira partida, os Meninos de Tietê venceram o XI de Agosto por 3 a 0, enquanto no segundo confronto o Clube de Campo venceu o Santa Cruz Peraltas pelo mesmo placar.

-----------------------------------------------------------------------------------------------

Projeto Cidade Lima quebra recorde e arrecada 941 toneladas em Tatuí
Novo projeto irá recolher lixo e entulho com agendamento por telefone e hora marcada

Tatuí quebrou mais um recorde no início de abril. O Projeto Cidade Limpa conseguiu a maior arrecadação da história na cidade: nada menos que 941 toneladas. O grande volume de lixo e entulho fez com que a Prefeitura ampliasse o período de coleta para duas semanas. Durante 14 dias de muito trabalho, mesmo em baixo de chuva, 80 pessoas, entre funcionários e voluntários, percorreram mais de 50 bairros da cidade, utilizando 20 caminhões e outros equipamentos para recolher restos de construções, móveis e latas.
A iniciativa encabeçada pela TV TEM, em parceria com os municípios de sua área de cobertura, tem como meta melhorar a qualidade de vida da população, além de contribuir para a prevenção de doenças como a dengue, evitando o acumulo de objetos que possam juntar água da chuva.
Os materiais que foram recolhidos passaram por uma triagem minuciosa realizada pela equipe de reciclagem. Diversos parceiros participaram da campanha, a Proposta Ambiental, Caetano Materiais para Construção, PlusTerra, Cerâmica Endo, Cerâmica Terra Brasil, Caçambas Sartori, Sanson Pavimentos, Sabesp, Blocasa Materiais para Construção, Cerâmica Moderna, Casa São José, Ellenco e Floricultura 400, que também cederam caminhões e funcionários.
Segundo o secretário municipal de Infraestrutura, Meio Ambiente e Agricultura, Alexandre Batiston Facioli, a quantidade de material coletado superou todas as expectativas. “O Projeto Cidade Limpa foi realizado a última vez em 2011 e coletou menos da metade em relação a este ano. Essa lacuna gerou maior acumulo de lixo e fez com que nossa programação tivesse que ser revisada e ampliada em mais oito dias. Graças ao apoio e a paciência da população conseguimos concluir o trabalho e deixar nossa cidade em melhores condições”, argumentou.

Limpa todo dia
Mas, o trabalho de conservação da cidade não para por ai. Não basta apenas limpar, é necessário manter a cidade limpa. Para isso, a Secretaria acaba de lançar uma novidade: o Projeto Tatuí Sempre Limpa, que fará manutenção desse verdadeiro mutirão realizado nas últimas duas semanas.
O projeto funcionará através de agendamento. O morador liga para o setor de serviços públicos e agenda a presença de caminhões e funcionários que farão a limpeza em sua casa ou terreno com data e hora marcada. O lixo só é colocado no dia e horário correto, evitando que a calçada fique suja e que atrapalhe o fluxo de pedestres. O sistema não atenderá restos de construção. A novidade já está disponível e o telefone para agendamento e mais informações é (15) 3305-8611.

-------------------------------------------------------------------------------------------------



DEMOCRATIZAÇÃO DA COMUNICAÇÃO

MÍDIA GLOBAL

TELECOM

POLÍTICA DE TELECOMUNICAÇÕES

POLÍTICA

REDES SOCIAIS

POLÍTICA DE RÁDIO E TV

SOCIEDADE DA COMUNICAÇÃO

CIÊNCIA & TECNOLOGIA

E não murmureis como também alguns deles murmuraram e pereceram pelo destruidor. 1 Cor. 10, 10
Você vive dizendo: - Minha vida não muda!
Certa vez um grupo de amigos se reuniu e resolveu clamar a Deus.
Ao entender do grupo o clamor deles rasgava o céu e chegava até Deus.
Eles gritavam cada vez mais. Um dizia: Senhor muda minha vida, eu não aguento mais esta luta!
Outro dizia: Meu Deus por que tanto sofrimento? Eu sou teu filho!
E ainda: Pai, porque este fardo tão grande na minha vida!
E mais: Soberano Deus, no meu trabalho só tem pessoas incrédulas, meu salário não é digno de filho de Deus. Onde está o Senhor?
Mas o tempo passava, as reuniões continuavam, e os "clamores" permaneciam os mesmos. Foi aí que um dia o Senhor falou profundamente com eles dizendo:
 “Vocês não sabem o significado de clamar. O que fazem é só RECLAMAR e não CLAMOR”.
Então eles passaram a agradecer a Deus pelas lutas e passaram a pedir forças e não para arrancar as lutas. Pediam pelos outros, oravam pelos enfermos. Foi quando Deus começou a julgar a causa de cada um daqueles irmãos.
E você o que tem feito? Clamor ou reclamor?
Clama a mim, e responder-te-ei, coisas grandes e firmes que não sabes. Jeremias 33, 3


-- 
                                  Fique na Paz do Senhor Jesus!
                                             Suzana Souza,
                Bíblia,  Manual do Fabricante para se viver a vida.
J
EuSouÚnicoSalvador.
Ouça diariamente: 
Momentos de Paz e Vida - às 22:30h.
                                http://www.redemelodia.net/Player/AoVivo.htm
                                  http://www.vidafm.fm/index/player-radio-sp     

DEMOCRATIZAÇÃO DA COMUNICAÇÃO

IMPRENSA & JORNALISMO

POLÍTICA DE TELECOMUNICAÇÕES

MÍDIA GLOBAL

POLÍTICA

TELECOM

MERCADO DE COMUNICAÇÃO

COMUNICAÇÃO & EDUCAÇÃO

CULTURA

TELEVISÃO

LITERATURA E MERCADO EDITORIAL

INCLUSÃO DIGITAL

REDES SOCIAIS






0 comentários:

Obrigado pelo seu Comentario, seja bem vindo !

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga