A Atrelagem de volta às pistas

21:41 Radio Ideal FM 0 Comentarios



Charme, tradição e disputas acirradas são atrações da 2ª Copa Legendário de Atrelagem,
dia 20/4, no Haras dos Sonhos, em Boituva (SP). A disputa é válida como abertura do Campeonato Brasileiro de Atrelagem, da Confederação Brasileira de Hipismo
Boituva (SP) – Em 2012, um público estimado em 1.500 pessoas pode acompanhar de perto, no Haras dos Sonhos, em Boituva, interior paulista, uma das mais tradicionais competições equestres do mundo: as provas de Atrelagem. Cavalos de diversas raças e tamanhos, troles e carruagens invadiram pistas e caminhos do haras promovendo um show de beleza, habilidade e entrosamento entre homem e animal em provas de Maneabilidade e Mini-Maratona. Participaram crianças e adultos, homens e mulheres, no papel de condutores ou de groom, garantindo um evento-show que marcou uma nova fase da Atrelagem no Brasil.
O evento, que dá a largada ao Campeonato Brasileiro de Atrelagem e ao ranking da Confederação Brasileira de Hipismo (CBH), fez tanto sucesso que a programação desta segunda edição está ainda mais atraente: “Nossa expectativa é que tenhamos um número maior de conjuntos participantes e atrações extras para atrair ainda mais o público”, diz Márcio Narezzi, titular do Haras dos Sonhos e idealizador da Copa Legendário de Atrelagem.
No sábado 20, a partir das 10h, serão realizadas as disputa de Maneabilidade - a prova com cones “que será executada muito próxima ao público, para maior emoção e satisfação dos presentes”, diz Narezzi -, e o inédito Derby de Atrelagem, prova que se caracteriza pela velocidade. “As duas provas têm um percurso com passagens entre obstáculos, com uma velocidade a ser cronometrada, e com penalidades por erros e faltas que viram pontos ou segundos acrescidos no tempo do percurso. Ambas testam a destreza e habilidade do condutor, e a obediência e treinamento do animal”, esclarece Susana Cintra, diretora técnica da Associação Brasileira de Atrelagem (Abrat), entidade que comporta todas as raças e que é responsável pela organização técnica das provas, desde os regulamentos, ante programas, até a convocação dos juízes, auxiliares, montagem dos percursos, desenhos e resultados das competições.
Com provas com um, dois e quatro cavalos, a 2ª Copa Legendário de Atrelagem contará com representantes de dez raças. A liderança em número de inscritos é do Puro Sangue Lusitano, seguido dos pôneis, Morgan, Haflinger, Bretão, Crioulo, Welsh Cobs, Mangalarga Marchador, Brasileiro de Hipismo, Clydesdale e Piquira. A expectativa dos organizadores é que a disputa reúna cerca de 70 conjuntos nas duas provas, onde a Maneabilidade, aberta a estreantes, é a mais concorrida. O Derby, por ser mais difícil e exigir maior experiência e técnica, deve contar com dez conjuntos.
Na pauta das atrações equestres do sábado, o público também vai conferir a apresentação de cavalos em liberdade, demonstrações da prova de Equitação de Trabalho, além de um feirão de cavalos de tração e raças exóticas.
 As competições terminam no sábado, mas no domingo 21, o Haras dos Sonhos promove um “Dia de Campo”. Além de conhecer a rotina de um haras, os interessados em aprender e experimentar a condução das atrelagens com cavalos Lusitanos terão à disposição animais, carros e a orientação de Carolina Borja, presidente da Abrat e única representante brasileira no Campeonato Mundial da modalidade em 2012.  Carol vai dividir a tarefa com Patrícia Figueiredo, de Portugal, primeira estrangeira a participar do Campeonato Brasileiro de Atrelagem, uma especialista em Derby e campeã do Derby de Portugal em 2011.
Além dos eventos equestres, o Haras dos Sonhos também programou atrações extras como o balonismo e o pré-lançamento da nova BMW R 1200 GS e, ainda, test-drive com modelos variados em pista de terra. Para quem optar pelo balonismo, são duas as opções de vôo: de uma hora de duração no sábado e domingo com saída às 06h30, e outro vôo, apenas no sábado às 17h, caso o tempo permita. Esse vôo de uma hora tem custo de R$ 330,00 e precisa ser pré-agendado com Eduardo pelo fone (11) 7740-9903. A segunda opção são os vôos ancorados de dez minutos que vão acontecer das 09h às 10h30 e das 16h às 20h. O custo deste vôo é de R$ 60,00 por passageiro.
“O fundamento do evento é um grande encontro de amigos”, diz Márcio Narezzi, que também está preparando praça de alimentação, área de recreação infantil, degustação de azeites e azeitonas especiais, showroom de móveis de praia e campo e participação especial da Cervejaria PetrópoIis, que tem sede em Boituva, com suas marcas Itaipava Premium, Blue Spirit, TNT Energetic, Água Crystal e refrigerantes IT. Também assinam cotas de patrocínio a Caltabiano, Yasuda Seguros, Luiz Carlos Okubo, Proter Seguros, Terra Creta, Trem de Minas, Gourmet Mediterrâneo, Revista Horse e Coudelaria do Castanheiro. 
Evolução constante
No Brasil, a Atrelagem sempre chamou a atenção quando era demonstrada em eventos das raças Puro Sangue Lusitano e dos pesos-pesados Bretão, Clydesdale e Percheron. Tradicional na Europa, onde nasceu, nos países da América do Norte e nos sul-americanos Argentina e Chile, a Atrelagem só começou a conquistar o status de esporte no Brasil no final da década de 2000, em especial depois que passou a ser esporte regido pela CBH e com a instituição da Associação Brasileira de Atrelagem (Abrat), em dezembro de 2009. Com incentivo das duas entidades e da iniciativa privada, como dos haras Larissa, dos Sonhos e a Interagro, provas e clínicas para formação de condutores vêm sendo promovidos, observando-se uma constante evolução do esporte no Brasil: “Avançamos muito na preparação dos cavalos, e nos acessórios para as competições. Os carros são melhores, a maioria importada, mas alguns já fabricados no Brasil, assim como os arreios e embocaduras”, esclarece Suzana Cintra. Segundo a diretora da Abrat, o avanço também se observa na qualidade técnica dos competidores e na organização das provas “começamos a realizar a Maratona, que é a prova mais difícil de conseguir local em razão do espaço que demanda e obstáculos. Precisamos, agora, avançar no Adestramento, para que no ano que vem possamos organizar um concurso completo”, planeja. 
Apesar do esporte Atrelagem ainda estar em fase inicial no Brasil, a modalidade vai muito bem. Esta a opinião de Carolina Borja, presidente da Abrat e diretora de Atrelagem na CBH. “Hoje fazemos provas de cones com um número muito maior de concorrentes do que o Chile e a Argentina, que já praticam o esporte há mais de dez anos”, comemora. Segundo Carol, a evolução tem sido rápida em razão do interesse dos brasileiros no treinamento dos animais, na aquisição de carros e arreios da Europa, uma vez que por aqui estes equipamentos ainda não serem fabricados em grande escala. Para a presidente da Abrat, as maiores dificuldades que o esporte vem enfrentando no País é a falta de mão-de-obra especializada para treinamento de condutores e de cavalos.
A 2ª Copa Legendário de Atrelagem e a I etapa do Campeonato Brasileiro de Atrelagem contam com organização conjunta do Haras dos Sonhos, Associação Brasileira de Atrelagem (Abrat) e da Confederação Brasileira de Hipismo (CBH).
O evento é aberto ao público e o Haras dos Sonhos fica na Estrada Municipal Luis Suplicy s/n, que se chega pela Rodovia Castelo Branco na saída do km 122, em Boituva (SP).



 
**
Foto:
 
Charme, elegância e adrenalina na Copa Legendário de Atrelagem, evento que abre o Campeonato Brasileiro de Atrelagem da CBH no sábado 20/4, no Haras dos Sonhos, em Boituva/SP (foto de Ney Messi/Divulgação)

0 comentários:

Obrigado pelo seu Comentario, seja bem vindo !

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga