Vereadores de Boituva instauram Comissão Especial de Inquérito

15:26 Radio Ideal FM 0 Comentarios


As Comissões Especiais de Inquérito destinar-se-ãoa apurar irregularidades sobre fato determinado, que se inclua na competência municipal" ( Seção V; Artigo 119 do Regimento Interno)

A Câmara Municipal de Boituva instaurou uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) nesta última sexta-feira (01) para investigar denúncias de corrupção feitas pela atual gestão decorrentes da antiga administração.
Cinco vereadores assinaram para a instauração da Comissão: Fabrício Amaro (PSB), Edson Moré (DEM), Fernando (PT), Pedrinho Gás (PMN) e Rodrigo Calzzetta (PCdoB).
O estopim para a ação dos vereadores foram as denúncias de corrupção como o "rombo de 8 milhões" e o caso "RH".
A denúncia sobre o rombo foi veiculada na imprensa sem muitos detalhes e o cidadão ainda não tem informações de onde saiu e para onde ou para quem foi o dinheiro dos cofres públicos. Já o caso RH , as informações foram repassadas em nota pela assessoria no site oficial do município. O texto explicou que o suposto esquema envolve empréstimos consignados do funcionalismo a financeiras conveniadas. Inicialmente o valor divulgado do prejuízo foi de 500 a 800 mil reais. Os nomes dos envolvidos correm em segredo de justiça.

O momento político de Boituva é delicado, não temos conhecimentos de ações eficazes de políticas públicas que tanto foram discutidas e priorizadas durante as eleições , na hora da conquista do voto. Podemos dizer que os 100 dias da nova política se tornaram 100 dias de denúncias. 

A movimentação dos cinco vereadores para apurar a veracidade dos fatos, os reais prejuízos e seus autores abriu mais uma linha de investigação, vestígios de um suposto "novo esquema" foi encontrado e também está sendo apurado.
A CEI tem prazo de funcionamento de 90 dias. Os trabalhos da comissão envolve solicitação e análise de documentos contábeis e administrativos, convocação de funcionários para depoimentos, vistorias em repartições públicas e descentralizadas. Caso, as solicitações não sejam atendidas , o fato deverá ser encaminhado para o Ministério Público. No final do período estipulado por lei, será apresentado um relatório final onde caberá a Comissão sugerir as providências a serem tomadas. Esse relatório deverá ser aprovado pela câmara.
O cidadão boituvense precisa ter respostas desses fatos e tudo indica que 5 dos 13 vereadores decidiram mudar de maneira histórica a atuação do legislativo na cidade de Boituva, é o momento da busca pela transparência e do respaldo dos vereadores a seus eleitores e dos eleitores a seus vereadores.
Em toda a história da Câmara Municipal nunca houve uma CEI instaurada antes do 100 dias de governo.
Fonte : boituvahoje.com.br

0 comentários:

Obrigado pelo seu Comentario, seja bem vindo !

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga