Santa Catarina na expectativa pelo início da causa de beatificação de Fr. Bruno Linden

21:46 Radio Ideal FM 0 Comentarios



REFLEXÃO
Muitas pessoas acham que para serem salvas, é suficiente cumprir todas as suas obrigações de ordem religiosa como a participação nas celebrações e atos devocionais. O escriba do Evangelho de hoje afirma que amar a Deus e ao próximo é melhor do que as práticas religiosas, no caso os holocaustos e os sacrifícios, e Jesus confirma isso ao afirmar que ele não está longe do reino de Deus. A nossa vida religiosa só tem sentido enquanto é um reflexo do amor vivido concretamente, ou seja, enquanto é manifestação da nossa solidariedade. Caso contrário, a religião se reduz a práticas mágicas, bruxarias, rituais vazios, que nada acrescentam a ninguém e não nos aproxima de Deus.
COMEMORAÇÕES
Ordenação Presbiteral
  • Dom Hugo Maria Van Steekelenburg, OFM, Bispo de Almenara - MG
  • Dom Darci José Nicioli, CSSR, Bispo Auxiliar de Aparecida - SP
  • Dom Alessandro Ruffinoni, CS, Bispo de Caxias do Sul - RS
Ordenação Episcopal
  • Dom Juventino Kestering, Bispo de Rondonópolis - MT
  • Dom Zeno Hastenteufel, Bispo de Novo Hamburgo - RS
NOTÍCIAS
Na oitava Congregação Geral, realizada na tarde desta sexta-feira, 08 de março, o Colégio Cardinalício decidiu a data de início do Conclave que vai eleger o novo papa. Nesta terça, dia 12 de março, os 115 cardeais eleitores iniciam os trabalhos. No período da manhã, na Basílica de São Pedro, será celebrada a Missa ‘Pro eligendo Pontifice’ e na parte da tarde ocorre a entrada dos Cardeais na Capela Sistina. Os primeiros escrutínios já deverão se realizar na tarde do mesmo dia.
Mesmo com a data do Conclave confirmada, o Colégio Cardinalício realizará mais uma Congregação Geral neste sábado. O diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, padre Federico Lombardi, declarou em coletiva que os cardeais não poderão receber informações externas durante o Conclave, nem poderão ler jornais, ouvir rádio, assistir à TV ou acessar a internet, como prevê a Constituição Apostólica Universi Dominici Gregis. Serão instalados bloqueadores de comunicação para impedir o uso de equipamentos e dispositivos eletrônicos, como celulares, da mesma forma como já ocorre na Sala dos Sínodos, onde têm ocorrido as congregações gerais.
Ainda segundo o padre Lombardi, os cardeais não terão que passar por revista para entrar na Capela Sistina. Apenas os funcionários e demais pessoas devem ter de se submeter a um detector de dispositivos. Durante o período de reclusão para a escolha do novo Papa, os cardeais poderão se confessar.
Participarão do Conclave 115 cardeais, sendo necessário o voto favorável de 77 purpurados para eleger o Papa, ou seja, os 2/3 dos votantes.

O assessor para a Pastoral Afro-brasileira da CNBB, padre Jurandyr Azevedo Araúdjo, publicou mensagem sobre o dia internacional da Mulher no qual cumprimenta as mulheres índias e negras, guerreiras, lutadoras e resistentes”.
Padre Jurandir lembra que “nascer mulher significa, mesmo em 2013, ter mais probabilidades de viver em condições de pobreza, ser marginalizado e ver violados os próprios direitos fundamentais. Mais de 500 milhões de mulheres são analfabetas; mais de 40 milhões de meninas não frequentam a escola; meio milhão de mulheres morrem todos os anos durante a gravidez ou no parto; muitíssimas as mulheres atingidas pela AIDS; as mulheres dispõem de apenas 10% dos recursos mundiais, mas contribuem nos dois terços das horas de trabalho... São cifras que se distanciam de muitíssimo da Declaração para a luta contra a discriminação e a desigualdade de gênero, firmada em 1995, por ocasião da Conferência Mundial sobre as Mulheres, em Pequim”.
No artigo, o assessor ainda afirma que “o papel das mulheres é fundamental para o desenvolvimento dos povos e para a luta contra a pobreza. A educação das meninas pode ajudar às meninas de rua, à alfabetização feminina, à maternidade, às atividades e às conferências para conscientizar as mulheres dos próprios direitos; a formação de mulheres para líderes das comunidades locais. A educação da menina e da mulher é essencial para promover a sua autonomia e fazer com que elas possam ter uma sua própria voz e vez. Educar uma mulher é educar todo um povo”.

As paróquias da arquidiocese de Maringá (PR) estão recebendo doações de livros de teologia e filosofia, e materiais hospitalares, para ajudar moradores da cidade de Bafatá, em Guiné Bissau, na África. A iniciativa foi motivada por um pedido da jovem da Pastoral da Juventude de Maringá, Adriana Nishiyama, que há sete anos está em missão na diocese de Bafatá.
Segundo Nishiyama, no único hospital que atende a região não há materiais de primeiros socorros. “O paciente deve ir antes à farmácia e comprar o que for necessário. Se não tem o dinheiro, muitas vezes não é atendido ou deve tomar emprestado com algum conhecido,” relata. De acordo com a jovem, na maioria das vezes, as pessoas procuram a Missão Católica para pedir uma ajuda.
Ela explica que agora a unidade conta com médicos, no entanto, há seis meses os funcionários não recebem o salário. “Então, o hospital vai tentando se manter com a venda de medicamentos, porém, não chega para cobrir grande parte das despesas,” desabafa.
O organizador da campanha, padre Jéferson Batista da Cruz, informa que os materiais de maior necessidade são lençóis, toalhas de banho e de rosto, luvas descartáveis, atadura, esparadrapos, fita crepe, gaze, compressa e adesivo curativo (band-aid). Ele pede também a doação de livros de teologia e filosofia para uso no seminário de Bafatá.
As doações podem ser entregues na secretaria das paróquias da arquidiocese de Maringá, na Cúria Metropolitana ou no Centro de Pastoral da Arquidiocese até o dia 15 deste mês. Outras informações com o padre Jéferson pelo telefone 44 9997-7906.

A Diocese de Joaçaba (SC) continua com os preparativos para a abertura da Causa de Beatificação do Servo de Deus, Frei Bruno Linden. Em setembro de 2012, os bispos de Santa Catarina, que compõem o Regional Sul 4 da CNBB, apresentaram seu parecer favorável para o início do processo. Agora, há a expectativa pela permissão da Santa Sé, através da Congregação para a Causa dos Santos, para o início da fase diocesana do processo.
Biografia
Frei Bruno era sacerdote da Ordem dos Frades Menores – Província da Imaculada Conceição do Brasil. Sua trajetória foi marcada pela simplicidade, humildade, pobreza, caridade e zelo apostólico. Nascido em 1876 em Dusseldorf, na Alemanha, ingressou aos 18 anos na família franciscana, recebendo o hábito em 1894. No mesmo ano, foi transferido para o Brasil.
Sua ordenação sacerdotal ocorreu em 1901, em Petrópolis (RJ). Em 1904, foi  transferido para o sul do país, atuando em diversas localidades dos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Exerceu a missão de superior e de pároco por diversas vezes, e também foi coadjutor.
De 1926 a 1945, atuou na cidade de Rodeio (SC). Neste período, foi o diretor da Companhia das Irmãs Catequistas Franciscanas. Quando completou 80 anos, seus superiores o enviaram para a cidade de Joaçaba (SC). Em seus últimos anos de vida, Frei Bruno exerceu o apostolado de visita às famílias. Atendeu confissões até o último dia de sua vida. Ele faleceu no dia 25 de fevereiro de 1960.

0 comentários:

Obrigado pelo seu Comentario, seja bem vindo !

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga