O Papa Francisco apresenta algumas indicações do Pontificado.

21:38 Radio Ideal FM 1 Comentarios



Desde quando foi eleito o Papa Francisco não parou de surpreender a todos: católicos, evangélicos, praticantes ou não, ateus. agnósticos  Mas tenho que dar a merecida evidencia ao fato que a maioria das pessoas principalmente aquelas que se encontram fora dos muros da Igreja institucional são aquelas que estão surpresas com a simplicidade desarmada desse Papa e suas atitudes e gestos cumpridos com humildade e profundo significado.
A sua humildade seja no modo de se vestir, como nas suas palavras e podemos ter a certeza que não é um simples modismo, mas pertence ao seu modo de ser e de exercer o cuidado como bispo. Ressalta sempre o modo como o Papa Francisco se referindo a sí sempre sublinhou o seu ministério como o Bispo de Roma e esse modo de entender o seu ministério tem um peso no modo de entender a comunhão na Igreja e a autonomia das igrejas particulares. Nas oportunidades em que se expressou teve a oportunidade de expor a sua missão como sucessor de Pedro lembrando que o centro deve ser sempre Cristo.
Na missa de hoje dia 19.03.2013 dia de São José Patrono da Igreja universal  o Papa recordou o cuidado de São José para com Maria e na vida de Jesus. A sua presença simples, humilde e discreta, porém  permanente nos momentos importantes, mas também nos mais difíceis e na cotidianidade  da vida de Nazaré nos momentos escondidos  e considerados corriqueiros do dia a dia. Dessa atenção de José a cuidar de Maria e do menino o Papa recorda o cuidado que tem pela vida da Igreja e um cuidado feito com ternura. 
Acredito que a homilia de hoje deve delinear os pontos fortes do seu Pontificado e mostrando o rosto do ministério do sucessor de Pedro.Durante toda a homilia o Papa usou  com  insistência a expressão "ternura", repetindo ao menos quatro vezes.  Interessante que ao recordar sobre o cuidado que devemos ter para com toda a criação, recordou o testemunho de vida  de Francisco de Assis e os seus ensinamentos no relacionar-se com a criação. Lembrou também do cuidado que todos nós devemos ter para com os nossos irmãos e irmãs, principalmente os mais necessitados: os pobres, os doentes, os idosos e as crianças. Aproveitou a oportunidade para convidar todos os homens e mulheres de boa vontade a assumir esse compromisso de cuidar com ternura dos irmãos e irmãs.
 O Bispo de Roma não perdeu a oportunidade de recordar que para cuidar dos outros é necessário cuidar também de nós mesmos porque é no nosso coração que pode nascer as ameaças que estão presentes no nosso mundo como o ódio, a inveja, etc. A missão de cada um de nós é cuidar dos dons que  Deus nos presenteou.
Outro tema forte tocado na sua reflexão foi a esperança que cada homem e mulher de boa vontade deve ser promotor no mundo de hoje e que é algo que diz respeito não somente aos cristãos mas a todos os seres humanos.
O recado foi muito claro quando falou do seu ministério lembrou que ser sucessor de Pedro é um cargo que  deve fazer as contas com o poder. Porém é sempre necessário compreender e saber como esse poder é exercido e nesse caso esse o poder deve ser exercido como serviço aos irmãos. Por isso é tarefa de todos na Igreja prestar esse serviço em modo humilde e simples e estar atentos a todos os serviços desde os mais humilde. E consequentemente,  em respeito  ao Bispo de Roma, também Ele tem  a  tarefa de exercer o seu poder como serviço humilde e simples para os irmãos.
A humildade e o reconhecimento que é humano e por isso precisa do auxílio de Deus para cumprir bem a sua missão e  o que é muito bonito no modo do Papa compreender a si mesmo  é que ao  concluir a homilia pediu que o Espírito  Santo o guie no ministério e pediu a todos que rezassem por Ele.ão 
Acredito que brevemente apresentei  as linhas principais expressas pelo Papa na sua homilia de hoje.  Como frade  brasileiro compartilho muito da visão delineada pelo Papa hoje e fiquei muito emocionado com as palavras que escutei hoje porque acredito que não são simples palavras ao vento, mas tem um respaldo no testemunho de vida do Papa Francisco,  e mostra o seu  programa de vida desafiador. A mensagem dele vem de encontro ao que o   mundo de hoje precisa, além de ser a mensagem que espero de um líder espiritual nos nossos dias.  A esperança, a misericórdia  o cuidado, a ternura, a preocupação com toda a criação, mas com os irmãos e irmãs, principalmente os pobres, o desejo de uma Igreja pobre e para os pobres, o ministério exercido como serviço humilde, o modo humano de dialogar com as outras religiões e com os que não professam nenhuma religião, a inspiração em Francisco de Assis são valores profundos que o Papa tem assinalado até agora e que prometem ser indicações de um novo modo de caminhar com os irmãos e irmãs na humildade dialogando com toda a humanidade.


Roma, 20.03.2013.
Frei Emerson Aparecido Rodrigues, OFMcap
 

Um comentário:

  1. Esperança, misericórdia, cuidado, serviço... Só com humildade se chega lá.

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu Comentario, seja bem vindo !

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga