Noticias de Hora em Hora Radio Ideal

22:07 Radio Ideal FM 0 Comentarios



DEMOCRATIZAÇÃO DA COMUNICAÇÃO

POLÍTICA DE TELECOMUNICAÇÕES

POLÍTICA

TELEVISÃO

INTERNET

CULTURA

DIREITOS AUTORAIS

REDES SOCIAIS

LITERATURA E MERCADO EDITORIAL

POLÍTICA DE TV POR ASSINATURA

MERCADO DE COMUNICAÇÃO

RÁDIO

COMUNICAÇÃO & EDUCAÇÃO

SOCIEDADE DA COMUNICAÇÃO

CIÊNCIA & TECNOLOGIA

MÍDIA GLOBAL

POLÍTICA DE RÁDIO E TV

IMPRENSA & JORNALISMO

TELECOM

"El País" retira artigo que compara Angela Merkel a Hitler após repercussão negativa

No último domingo (24/3), o espanhol El País retirou de seu site um artigo criticando severamente a Alemanha e a chefe de governo. No texto, Angela Merkel foi comparada a Adolf Hitler, mas após leitores afirmarem que o conteúdo continha “afirmações infelizes", o jornal excluiu a publicação, informou o portal rfi.
Jornal retirou do ar texto sobre Merkel após repercussão negativa

"El País retirou de seu site o artigo Alemanha contra a Europa, assinado por Juan Torres Lopez e publicado em sua edição na Andaluzia, porque ele continha afirmações que o jornal julga infelizes” explicou o espanhol em um comunicado que substituiu o texto.

O professor de Economia da Universidade de Sevilha escreveu que "Angela Merkel, como Hitler, declarou guerra ao resto do continente, desta vez para garantir um espaço econômico vital”.

Segundo ele, 25% dos assalariados na Alemanha ganham menos de 9,15 euros por hora de trabalho e a metade da população do país não representa mais do que 1% do toda a riqueza alemã.

"El País lamenta que um erro na supervisão tenha levado à publicação deste artigo. As opiniões expressas por Torres Lopez dizem respeito apenas a seu autor”, continua o comunicado.

No Twitter, internautas mostraram indignação e revolta pela publicação do artigo, antes dele ter sido retirado do ar. “El Pais ficou louco – e começo a ficar temeroso”, escreveu Mathieu von Rohr, chefe da redação parisiense da revista semanal alemã Der Spiegel.

No entanto, a retirada do artigo também provocou reações de muitos leitores que consideraram a decisão do El País como censura.
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Todos Pela Educação
25/03/2013 - Folha de São Paulo (SP)
Cota não garante aluno de escola pública em vestibular
Universidades estaduais e federais têm queda no número de vestibulandos 
Todos Pela Educação
25/03/2013 - G1
Cearenses criam site que ajuda a fiscalizar verba da Educação
Site disponibiliza informações por meio de gráficos e mapas. Projeto foi criado para a faculdade e para ajudar a sociedade
Todos Pela Educação
25/03/2013 - Veja.com 
Enem: redações debochadas expõem fragilidade do sistema de correção
Para especialistas, gigantismo da prova favorece deslizes como os descobertos na semana passada. E dificulta a contratação de corretores de qualidade 
Todos Pela Educação
25/03/2013 - O Estado de S.Paulo (SP)
Prefeitura de SP vai ter plano para evitar falta de professores
Em 2012, cidade registrou 903 mil ausências por motivos de saúde, uma média de 15 faltas por ano 
Todos Pela Educação
25/03/2013 - O Povo (CE)
Opinião: O petróleo é nosso e o pré-sal é da Educação
"É deste tipo de atenção que a nossa sociedade precisa: um investimento de longo prazo e excelentes frutos", afirma Evaldo Lima 
Todos Pela Educação
25/03/2013 - Jornal do Senado (DF)
Merenda poderá ser oferecida também nas férias
Objetivo é não descontinuar a dieta dos estudantes, diz o senador Cícero Lucena (PSDB/PB) 
Todos Pela Educação
25/03/2013 - Portal NE10
Estudantes secundaristas de Pernambuco ameaçam greve
Motivo para a provável paralisação é o processo de escolha de diretores de escolas de referências e regulares estaduais
Todos Pela Educação
24/03/2013 - O Globo (RJ)
Fé imposta na sala de aula 
Contrariando a legislação, ensino religioso é obrigatório em metade das escolas públicas 
Todos Pela Educação
24/03/2013 - Revista Veja 
O Enem pode virar piada
Redações com receita de Miojo, hino de clube e erros grosseiros de português foram bem avaliadas. É de doer
Todos Pela Educação
24/03/2013 - O Estado de S.Paulo (SP)
Opinião: Tia Zulmira está de volta
"Cerca de 75% das pessoas entre 15 e 64 anos não conseguem ler, escrever e calcular plenamente; destes, 68% são analfabetos funcionais e 7%, considerados analfabetos absolutos", afirma Gaudêncio Torquato 
Todos Pela Educação
24/03/2013 - Zero Hora (RS)
"Aquilo era uma palhaçada"
Professoras revelam como foi a reunião de novembro de 2012 que iniciou a polêmica sobre a correção das redações do Enem 
Todos Pela Educação
24/03/2013 - Gazeta do Povo (PR)
Editorial: Estímulo à mediocridade
"O MEC poderá exibir orgulhosamente seus índices quantitativos, sempre convenientes em época eleitoral. Enquanto isso, o Brasil vira, pouco a pouco, uma nação de ignorantes diplomados", afirma jornal
Todos Pela Educação
23/03/2013 - Folha de Pernambuco (PE)
Pernambuco possui a maior rede de Ensino Integral/Semi-Integral do País
Rede municipal prepara estudo para implantar modalidade em 34 escolas para estudantes do Ensino Fundamental II 
Todos Pela Educação
23/03/2013 - O Globo (RJ)
Redação nota mil no Enem terá que passar por banca de doutores 
Especialistas dirão se texto é mesmo de excelência; mudança deve valer já para 2013 
Todos Pela Educação
23/03/2013 - R7
Professores corrigem 100 redações do Enem por dia a R$ 1,90 cada
Corretora contratada pelo MEC examinou 2.200 textos em 20 dias; especialista afirma que não há vista que aguente 
Todos Pela Educação
23/03/2013 - Folha de São Paulo (SP)
Editorial: A maior fraude
"Prevalece um delírio pedagógico segundo o qual o aluno deve ser protegido de 'discriminações' por desconhecer a norma culta", afirma jornal
Todos Pela Educação
23/03/2013 - O Globo (RJ)
Governo reage a projeto que prevê fichamento de aluno usuário de drogas 
Ministério da Saúde e Presidência temem "criminalização" de estudantes nas escolas 
Todos Pela Educação
22/03/2013 - Agência Câmara 
Educação pede levantamento sobre ensino de direitos humanos
Atualmente, as normas educacionais consideram o tema conteúdo curricular, mas preveem para ele um tratamento transversal, com abordagem em diversas disciplinas
Todos Pela Educação
22/03/2013 - A Tarde
Novo Sistema de Ensino ainda causa polêmica em Salvador
Professores afirmam que o material, que faz parte da Operação Alfabetiza Salvador, não respeita a individualidade dos alunos, a identidade das escolas municipais baianas e ainda tem textos com conteúdo homofóbico e racista
Todos Pela Educação
22/03/2013 - Agência Câmara
Educação aprova cuidador nas escolas para alunos com deficiência
A medida está prevista no Projeto de Lei 8014/10, do deputado Eduardo Barbosa (PSDB-MG)

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Oi leitores do Canal do Ensino! Dom Casmurro, um dos romances mais conhecidos do autor, foi publicado pela primeira vez em 1900. Bentinho, Capitu e Escobar são os protagonistas do enigmático...

Continue lendo

Olá pessoal! O Núcleo Brasileiro de Estágios (Nube) disponibiliza cursos a distância gratuitos para estudantes que se iniciam no mercado de trabalho. As aulas online têm o objetivo de ajudar os...

Continue lendo
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
REFLEXÃO
A vida e as atitudes de Jesus sempre causaram reações contraditórias de aceitação ou rejeição. A morte de Jesus também não foi diferente. Para os principais dentre os judeus, a morte de Jesus significou a realização dos seus planos e uma vitória conquistada no sentido da manutenção da ordem estabelecida. Para o poder romano, não significou nada, pois ele foi mais um entre os muitos que são condenados à morte. Mas quem o amava, houve um momento de carinho e atenção à sua pessoa antes que a morte chegasse trazendo o sofrimento, a dor e a separação.
COMEMORAÇÕES
Nascimento
·         Dom Antônio Wagner da Silva, SCJ, Bispo de Guarapuava - PR
Ordenação Episcopal
·         Dom José Moreira de Melo, Bispo de Itapeva - SP
·         Dom Agenor Girardi, MSC, Bispo Auxiliar de Porto Alegre - RS
·         Dom Aloísio Jorge Pena Vitral, Bispo de Teófilo Otoni - MG
·         Dom Joaquim Giovani Mol Guimarães, Bispo Auxiliar de Belo Horizonte - MG
·         Dom Rosalvo Cordeiro de Lima, Bispo Auxiliar de Fortaleza - CE
·         Dom Redovino Rizzardo, CS, Bispo de Dourados - MS
·         Dom João Bosco Barbosa de Sousa, OFM, Bispo de União da Vitória - PR
·         Dom Vito Schlickmann, Bispo Auxiliar Emérito de Florianópolis - SC
·         Dom Geremias Steinmetz, Bispo de Paranavaí - PR
NOTÍCIAS
·         Faça parte desta história!
A Pastoral da Pessoa Idosa, Organismo vinculado à CNBB – Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, fundada em 05 de novembro de 2004, tem por objetivo formar redes de solidariedade humana, fortalecendo o tecido social e contribuindo para melhorar a qualidade de vida das pessoas idosas na família, buscando a compreensão de todas as dimensões do envelhecimento (física, psicológica, social e espiritual), gerando uma cultura de cuidado do ser humano em sua plenitude.
O trabalho essencial é a organização da comunidade e a capacitação de Líderes comunitários que ali vivem, para que, cada líder capacitado, fortalecido em sua fé e no seu compromisso social, assuma voluntariamente o acompanhamento por meio da visita domiciliar, a uma média de 10 pessoas idosas nas famílias vizinhas, em ações preventivas, adotando bons hábitos na área da saúde, nutrição, educação e cidadania, estimulando a sociabilidade, evitando ou reduzindo o grau de isolamento e abandono.
Para a Pastoral continuar com esse trabalho é necessário sua contribuição!

Por uma história de vida marcada por lutas em favor de causas sociais e ambientais na Amazônia, o bispo da prelazia do Xingu, dom Erwin Kräutler, recebeu da Universidade Federal do Pará (UFPA) a maior honraria existente no meio acadêmico: o título de doutor honoris causa. A solenidade de entrega do diploma ao bispo foi realizada nesta quinta-feira, 21 de março, no auditório do Sesi, no município de Altamira.
Professores, alunos, autoridades municipais e religiosas acompanharam as homenagens a dom Erwin. O diploma foi entregue pelo reitor da UFPA, Carlos Maneschy, que destacou o significado da homenagem ao bispo. “Dom Erwin é um doutor no sentido mais pleno da palavra. Doctor, aquele que excede em competência e talento aquilo que faz e causa. E a UFPA, por estar intrinsecamente ligada às questões sociais, à defesa de direitos e à transformação de vidas para melhor, tem esses valores associados a dom Erwin”.
O título é atribuído à personalidade que se destacou pelo saber ou pela atuação em prol das artes, das ciências, da filosofia, das letras, da promoção da paz, de causas humanitárias ou ações de serviço que transcendam família, pessoas ou instituições, servindo de exemplo para a comunidade acadêmica e para a sociedade em geral.
A trajetória de luta do bispo foi relembrada por amigos, ex-alunos e admiradores. Cada um relatou a experiência que teve ao lado de dom Erwin, como a coordenadora do Campus de Altamira, Maria Ivonete Coutinho. “Eu conheci o bispo em 1978, quando estudava em um convento e pude acompanhá-lo em várias visitas às comunidades carentes da região. A partir daí, passei a admirar seu trabalho”, conta.
Reconhecimento nacional e internacional - A professora Ana Tancredi, do Instituto de Ciências da Educação (ICED/UFPA), apresentou em seu discurso o histórico de lutas e do reconhecimento nacional e internacional do trabalho de dom Erwin. “Esta comenda que a UFPA concede a dom Erwin se soma a dezenas de outros títulos e premiações que ele já recebeu, no Brasil e no exterior, por se destacar pela defesa dos Direitos Humanos, dos povos indígenas e do meio ambiente. Isso evidencia o alcance e a importância para a sociedade como bispo e como cidadão engajado nas causas sociais”.
O procurador da República, Felício Pontes Junior, também destacou as lutas do bispo em defesa dos direitos dos povos indígenas e da Amazônia. Ele lembrou a atuação do bispo quando este assumiu o Conselho Indigenista Missionário (Cimi) e passou a ser um dos mais importantes defensores das causas indígenas, sobretudo na defesa do território, tão cobiçado por madeireiros, grileiros e empresas.
Sua atuação à frente do Cimi colaborou para a inclusão dos direitos dos povos indígenas na Constituição Brasileira em 1988 e para elevar a consciência dentro da Igreja sobre esses direitos. A atuação do bispo também se fez presente na luta por melhorias nas condições de vida de moradores da região do Xingu e contra a construção da barragem de Belo Monte. “Nenhum órgão de Justiça deixou de ser cobrado por ele. Nunca se deixou intimidar pelas ameaças que recebeu e, por isso, deixa seu nome marcado na história deste Estado”, disse o procurador.
Defesa dos excluídos - Diante de tantas declarações e homenagens sobre sua atuação, dom Erwin Kräutler se emocionou e falou da honra de estar recebendo o título da UFPA. “Não é um prêmio ou um título a mais. É um reconhecimento único porque é do meu Pará. Receber esta homenagem da UFPA significa que esta instituição de peso acompanha e apoia o meu engajamento, a minha luta em defesa dos excluídos. Agradeço em nome de todas as pessoas que deram o melhor de si e que lutaram comigo, como homens, mulheres, jovens, crianças, enfim, compartilho com eles essa homenagem”, finalizou.

A coordenação de Pastoral da diocese de Tubarão (SC) promoveu no dia 21 de março, na Casa de encontros dos Anselmo (CEDA), um curso de capacitação para atendentes paroquiais e padres, para o uso do programa de Sistema de Gestão Canônico Pastoral (SGCP).
O objetivo do curso foi melhorar a comunicação e interação eletrônica das paróquias entre si e com a cúria. Durante o curso os participantes aprenderam como utilizar o programa e sanaram dúvidas a respeito da atividade.
O bispo da diocese de Tubarão (SC), dom João Francisco Salm também esteve presente e destacou que “é impensável trabalhar em qualquer instituição, hoje, e não saber lidar com a tecnologia, os benefícios oferecidos pela informática”.
A próxima etapa do curso está prevista para o dia 8 de agosto.

O portal de noticias G1 publicou neste domingo, 24 de março, matéria com as palavras da homilia da missa de Ramos e as respostas dadas aos jornalistas pelo cardeal dom Raymundo Damasceno na primeira Entrevista Coletiva concedida pelo arcebispo de Aparecida depois de voltar de Roma.
Eis a matéria do portal G1:
O presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e arcebispo de Aparecida (SP), dom Raymundo Damasceno Assis, participou de sua primeira celebração no Brasil na manhã deste domingo (24) após participar do conclave que elegeu oPapa Francisco, como líder máximo da igreja católica. O religioso desembarcou no país neste sábado (23).
Presidindo a missa de Ramos – que marca o início da Semana Santa para os católicos – o cardeal brasileiro falou aos romeiros do Santuário Nacional sobre a experiência no período em que esteve no Vaticano. "Levei ao Santo Padre, bispo emérito Bento XVI, o agradecimento pelo exercício. Levei nossas orações, os agradecimentos em nome de todas as igrejas do Brasil, e ele também nos agradeceu. Também dei ao Papa Francisco nossos cumprimentos. Ele pediu a todos que rezassem por ele nesta missão, tão exigente. O nome que escolheu demonstra a maneira que ele quer conduzir a igreja ", disse aos mais de 15 mil participantes da missa. A previsão é que Basílica receba até 70 mil pessoas neste domingo, segundo a assessoria.
Após a celebração, dom Raymundo concedeu uma coletiva de imprensa ao lado do bispo auxiliar de Aparecida, dom Darci Nicioli, onde falou mais sobre como foi o conclave e os desafios que o Papa Francisco vai ter no comando da igreja. O presidente da CNBB brincou com os prognósticos dados antes do conclave.
"Fiz uma previsão que na quinta ou sexta já teríamos Papa, mas o conclave se adiantou um pouco. Na noite do segundo dia já tínhamos o nome. Pelas pesquisas, pela Bolsa de Londres, o Papa seria outro. E após 500 anos da igreja na América Latina, temos um Papa latino", brincou.
Sobre o pontificado de Francisco, dom Raymundo afirmou que a forma de o Santo Padre conduzir a igreja vai ser norteada pelo ‘documento de Aparecida’, que foram escritos da 5ª Conferência Geral do Episcopado Latino-Americano e do Caribe, realizado na cidade em maio de 2007, que teve como o principal elaborador o então cardeal arcebispo de Buenos Aires, Jorge Mario Bergoglio.
“O documento de Aparecida vai ser ainda mais divulgado com ele como Papa, já que ele foi o principal responsável pela elaboração. Ficou por aqui 20 dias e disse que guarda as melhores recordações da cidade. O presente dele para Dilma [Rousseff, presidente do Brasil], para Cristina [Kirchner, presidente da Argentina], foi o documento de Aparecida, certamente este documento vai influenciar no seu magistério, na forma com que ele conduz a igreja, já que nele, citava muito a questão da igreja pobre", disse.
Visita do Papa a Aparecida Sobre a visita ao Santuário Nacional do pontífice, o arcebispo ainda não teve a confirmação oficial da data por parte do Vaticano. Neste domingo (24), durante a celebração de Ramos em Roma, o Papa Francisco confirmou que vai vir à Jornada Mundial da Juventude, que será realizada no Rio de Janeiro, entre os dias 23 e 28 de julho.
"Não temos ainda qual será a atividade dele aqui, se será antes ou depois da JMJ. Mas, nós aguardamos, porque de certa forma, visitar Aparecida é como visitar todo o Brasil, porque aqui está a padroeira. Mas não há ainda uma confirmação por parte da Santa Sé, que ele venha para cá, e por isso ainda não tomamos nenhuma iniciativa", revelou o arcebispo.
Dom Raymundo acredita que a estadia do Santo Padre será breve e que o Santuário Nacional estará preparado para receber Francisco. “Certamente será uma visita rápida, breve. Se ele vier mesmo, temos todas as condições para recebê-lo aqui dentro do santuário. A cidade pode melhorar alguma coisa, mas não com grandes obras como as que antecederam a visita de Bento XVI", finalizou o arcebispo.
O bispo auxiliar dom Darci Nicioli falou sobre a estrutura que aguarda o Papa Francisco em caso de visita à Basílica. "Nós ainda não sabemos se ele virá de passagem ou vai se hospedar aqui. Caso ele fique, seria a mesma estrutura do Bento XVI. Ele dormiria no Seminário Bom Jesus. A estrutura básica está pronta”, garantiu.
Nicioli disse ainda que a cidade poderia receber melhorias para receber a visita do pontífice, como por exemplo, no sistema viário que dá acesso à Basílica. "A estrutura pode ser melhorada. Nós gostaríamos que o sistema viário no entorno do santuário atendesse à necessidade do público que aqui vem. Nós conseguimos que a feira seja transferida para um local especifico e com isso será liberada a rodovia que passa no entorno do santuário. Certamente algum investimento deve vir para a cidade, na vinda do Papa, mas principalmente é uma questão de organizar melhor. Aparecida já recebeu em um único dia 230 mil pessoas [em 15 de novembro de 1996]. Hoje a estrutura é melhor e certamente comporta um número grande de fiéis que venham até o papa". disse.
Francisco será o terceiro pontífice a passar pelo templo mariano. As outras visitas ocorreram em 1980 e em 2007, e foram feitas pelos seus antecessores João Paulo II e Bento XVI, respectivamente.

O presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e Família da CNBB, dom João Carlos Petrini, divulgou nesta sexta-feira, 22 de março, algumas considerações a respeito de uma nota publicada pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), que apoia o direito de aborto até a 12ª semana de gestação. A seguir, a íntegra da mensagem.





Brasília, 22 de março de 2013
CEPVF Nº 0164/13

CONSIDERAÇÕES SOBRE A NOTA DO CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA A RESPEITO DO ABORTO

Causou surpresa à sociedade brasileira a decisão tomada pelo Conselho Federal de Medicina, durante o I Encontro Nacional dos Conselhos de Medicina, favorável à interrupção da gravidez até a 12ª semana, como prevê a proposta do novo Código Penal, em discussão no Senado Federal. As imediatas reações contrárias a esse posicionamento demonstram a preocupação dos que defendem a vida humana desde sua concepção até a morte natural. Merece, por isso, algumas considerações.
O drama vivido pela mulher por causa de uma gravidez indesejada ou por circunstâncias que lhe dificultam sustentar a gravidez pode levá-la ao desespero e à dolorosa decisão de abortar. No entanto, é um equívoco pensar que o aborto seja a solução.
Nossa civilização foi construída apostando não na morte, mas na vitória sobre a morte. Por isso a Igreja criou hospitais, leprosários, casas para acolher deficientes físicos e psíquicos. Recorde-se, em época recente, a figura das Bem-aventuradas Madre Teresa de Calcutá e Irmã Dulce dos pobres, bem como os milhares de pessoas que, quotidianamente, se dedicam a defender e promover a vida humana e sua dignidade.
As constituições dos principais países ocidentais apresentam uma perspectiva claramente favorável à vida. A Constituição Federal do Brasil, em seu artigo 1º, afirma que a República Federativa do Brasil tem como um de seus fundamentos a dignidade da pessoa humana. E, no seu artigo 5º, garante a inviolabilidade do direito à vida.
Ajuda a evitar o aborto a implantação de políticas públicas que criem formas de amparo às mulheres grávidas nas mais variadas situações de vulnerabilidade e de alto risco, de tal modo que cada mulher, mesmo em situações de grande fragilidade, possa dar à luz seu bebê. Esta solução é a melhor tanto para a criança, que tem sua vida preservada, quanto para a mulher, que fica realizada quando consegue ter condições para levar a gravidez até o fim, evitando o drama e o trauma do aborto.
O Conselho Federal de Medicina ao se manifestar favorável ao aborto até 12 semanas parece não ter levado em consideração todos os fatores que entram em jogo nas situações que se pretendem enfrentar. Sua decisão, que não contou com a unanimidade dos Conselhos Regionais, deixa uma mensagem inequívoca: quando alguém atrapalha, pode ser eliminado.
Para justificar sua posição, o CFM evoca a autonomia da mulher e do médico, ignorando completamente a criança em gestação. Esta não é um amontoado de células sem maior significado, mas um ser humano com uma identidade biológica bem definida; com um código genético próprio, diferente do DNA da mãe. Amparado no ventre materno, o nascituro não constitui um pedaço do corpo de sua genitora, mas é um ser humano vivo com sua individualidade. A esse respeito convergem declarações de geneticistas e biomédicos.
Todos esses fatores precisam ser considerados no complexo debate sobre o aborto, reconhecendo os direitos do nascituro, dentre os quais o direito inviolável à vida que vem em primeiro lugar.
Que os legisladores sejam capazes de considerar melhor todos os aspectos da questão em pauta e que seja possível um diálogo efetivo, com abertura para alargar o uso da razão. O uso apropriado da mesma não descartaria nenhum fator, reconhecendo os direitos do nascituro, o primeiro deles, o direito inviolável à vida. Deste modo, será possível legislar em favor do verdadeiro bem das mulheres e dos nascituros, e se consolidará o Estado democrático, republicano e laico, que tanto desejamos.

+ João Carlos PetriniBispo de Camaçari-BAPresidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família/CNBB


O Papa Francisco encontrou-se neste sábado, 23, pela primeira vez com seu predecessor, o Papa emérito, Bento XVI, em Castel Gandolfo, nas proximidades de Roma. Ao meio-dia Francisco se dirigiu de helicóptero à pequena cidade para o encontro com o Papa emérito onde almoçaram juntos num fato sem precedentes na história da Igreja.
Após um voo de 20 minutos o Papa Francisco aterrissou no heliporto das Vilas Pontifícias de Castel Gandolfo, acolhido pelo Papa emérito Bento XVI. Presentes também o Bispo de Albano, Dom Marcello Semeraro e Saverio Petrillo, Diretor das Vilas Pontifícias e Dom Georg Gänswein. Papa Francisco e Bento XVI utilizaram o mesmo automóvel para chegar até a Residência Pontifícia.
Segundo o Diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, Padre Federico Lombardi, o helicóptero papal aterrissou às 12h15, hora de Roma. O Santo Padre estava acompanhado pelo Substituto da Secretaria de Estado, Dom Becciu, por Mons. Sapienza e por Mons. Alfred Xuereb.
Apenas o Papa tocou terra, Bento XVI se aproximou dele e houve um abraço belíssimo entre os dois, disse Pe. Lombardi. Na Residência Apostólica os dois protagonistas deste histórico encontro foram até o apartamento e imediatamente à capela para um momento de oração.
Na capela, o Papa emérito ofereceu o lugar de honra a Papa Francisco, mas esse disse: “Somos irmãos”, e pediu que se ajoelhassem juntos no mesmo banco, contou Pe. Lombardi. Após um breve momento de oração, se dirigiram para a Biblioteca privada, e por volta das 12h30, teve início o encontro reservado que durou cerca de 45 minutos.
Padre Lombardi destacou ainda que o Papa emérito estava vestindo uma simples batina branca, sem faixa e sem capa; ao invés Papa Francisco usou uma batina branca com faixa e capa.Presentes ainda no almoço os dois secretários, portanto, Dom Georg e Mons. Xuereb.
Padre Lombardi referiu também que Papa Francisco presenteou Bento XVI com um ícone de Nossa Senhora da Humildade. O Santo Padre explicou a Bento XVI que “esta Nossa Senhora é a da Humildade, e eu pensei no senhor e quis dar-lhe um presente pelos muitos exemplos de humildade que nos deu durante o seu Pontificado”, destacou Papa Francisco.
Desde o dia 28 de fevereiro, Bento XVI reside neste local, onde acompanhou a eleição do Cardeal Bergoglio como Sumo Pontífice, e aguarda o fim das reformas no mosteiro Mater Ecclesiae dentro do Vaticano.
Papa Francisco, nos seus discursos, tem manifestado palavras de afeto a Bento XVI, chamando-o, seguidamente de “meu Predecessor, o querido e venerado Papa Bento XVI”. 
Já na sua primeira aparição no balcão central da Basílica de São Pedro disse “Rezemos pelo nosso Bispo emérito Bento XVI. Rezemos todos juntos por ele, para que o Senhor o abençoe e a Virgem Maria o proteja”.
Após o almoço Papa Francisco retornou ao Vaticano.

No mês de março, quando o feminismo se mobiliza mundialmente na luta por direitos para as mulheres, nós, integrantes do Fórum de Mulheres de Pernambuco, convocamos mulheres de todas as regiões de Pernambuco e dos diversos movimentos sociais a se somarem numa ação coletiva de denúncia e em defesa de políticas públicas que garantam o direito humano a água em nossa região.A seca que enfrentamos em Pernambuco e no Nordeste aponta os descaminhos da ação do governo para garantir a convivência com a escassez de água na região do Semiárido. Até o momento, verificamos que o governo não tem apresentado ações preventivas e emergenciais suficientes para garantir equidade no direito humanos à água, no campo e nas cidades.
Há problemas nas políticas públicas em todas as esferas de governos – federal, estadual e municipal:nas áreas de racionamento no abastecimento d’água, a distribuição é desigual: enquanto a população de algumas localidades recebem água a cada 24 horas, populações de outras localidades recebem água a cada 3 dias ou 5 dias, chegando a casos de até 8 dias sem água nas torneiras. Em algumas cidades, essa é uma situação permanente, não é por causa da seca! A população enfrenta o mesmo problema há muitos anos!
Nas áreas abastecidas por caminhões-pipa, há denúncias de água de má qualidade, e de distribuição também desigual: recebe água que tem mais contato com ‘cabos eleitorais’…
A política de armazenamento d’água continua nula ou equivocada: o governo reduziu o investimento na construção de cisterna de placas. Atualmente, tem investido em cisternas de PVC, que racham e deixam a água vazar. Açudes assoreados não vem sendo recuperados há muito tempo e, quando a seca passar, a maioria desses reservatórios terão menor capacidade de armazenamento d’água;
A política de ‘desenvolvimento’ gera polos de investimento onde a população já enfrenta o desabastecimento d’água, que será mais agravado com a ampliação do desmatamento e do uso prioritário da água nas grandes obras, em detrimento do consumo humano. Esses grandes empreendimentos também poluem os mananciais ao descartar, de forma não planejada, uma grande quantidade de resíduos industriais e de esgoto sanitário.
A escassez de água na zona rural e nas cidades sobrecarrega a dupla jornada de trabalho de milhões de mulheres no estado, que são obrigadas a dedicar maior esforço e mais tempo para ter acesso a água para si e suas famílias.
Sem água, assistimos impotentes o adoecimento de nossos/as filhos/as
Sem água, passamos fome e ficamos sem trabalho, pois deixamos de produzir nossas lavouras e não podemos manter a criação de animais. A falta d’água prejudica a agricultura familiar, que é responsável pela maior parte da produção de alimentos no país, na qual as mulheres cumprem importante papel econômico, e de onde muitas retiram seus meios de vida.
Sem água, ficam na miséria milhares de mulheres que têm na pesca ou na lavagem de roupa uma fonte de sustento.
Nós, do Fórum de Mulheres de Pernambuco, por todo o ano de 2013, vamos documentar e denunciar a situação enfrentada nas comunidades, promovendo uma avaliação crítica das políticas governamentais.
A partir de abril daremos início aos debates com a realização de quatro fóruns regionais (RMR, Zona da Mata, Agreste e Sertão), colhendo depoimentos, fotos e dados, impulsionando a articulação e o intercâmbio entre nós, do movimento de mulheres e de outros movimentos, incluindo especialistas e estudiosos da questão; enfim, todas as pessoas que querem dar um basta à falta de justiça e paridade no acesso à água em Pernambuco.
Fórum Mulheres de Pernambuco
Mais de 180 mil pessoas devem passar pelo Santuário Nacional nesta Semana Santa

O Santuário Nacional espera receber mais de 180 mil pessoas durante a Semana Santa, que tem início nesta segunda-feira (25).
Segundo Missionário Redentorista Padre Luiz Carlos de Oliveira, nestes dias, acompanhamos Jesus, a sua tensão interior e choques com os chefes do povo e da religião. “São tantas cerimônias, procissões, vias-sacras, reuniões e vigílias que nos levam a viver o Mistério Pascal de Cristo. Nos evangelhos acompanhamos o esboçar-se da traição de Judas e a decisão dos ‘homens’ de matar Jesus e como se dá esta caminhada até a ressurreição de Cristo”, afirmou.
Na manhã da Quinta-feira Santa é celebrada a missa da bênção dos Santos Óleos (catecúmenos, crisma e enfermos) que entram na confecção dos sacramentos. No Santuário Nacional esta celebração acontece às 9h. Posteriormente a missa do Lava-pés, às 20h.
Na Sexta-feira da Paixão acontecem a meditação da Via-Sacra, Celebração das Bênçãos, Sermão das 7 Palavras de Jesus na Cruz e Celebração da Paixão. No Sábado Santo acontece a Celebração das Dores de Maria, Ofício de Nossa Senhora e às 20h a Celebração da Vigília Pascal. No domingo a missa especial de Páscoa será celebrada às 8h.
No Santuário Nacional, além das celebrações especiais do período, os fiéis buscam o Sacramento da Confissão.
Para informações detalhadas sobre cada um destes momentos, o Portal A12.com, canal do Santuário Nacional na Internet lançou o especial www. A12.com/semanasanta. No canal é possível conferir artigos, notícias, fotos e vídeos sobre este período.

Programação da Semana Santa
SEGUNDA-FEIRA SANTA (25.03.2013)
“Pobres, sempre os tereis convosco, enquanto a mim, nem sempre me tereis”. 
(Jo 12,8)
7h: Missa
9h - Missa (TV Aparecida, Rede Vida, RA e RCR) 
11h45 – Consagração (TV Aparecida)
14h – Hora Mariana
15h – Consagração (RA e RCR) 
18h – Missa
TERÇA-FEIRA SANTA (26.03.2013)
“Agora foi glorificado o Filho do Homem, e Deus foi glorificado nele”.
(Jo 13, 31)
7h: Missa
9h - Missa (TV Aparecida, Rede Vida, RA e RCR) 
11h45 – Consagração (TV Aparecida)
14h – Hora Mariana
15h – Consagração (RA e RCR) 
18h – Missa
QUARTA-FEIRA SANTA (27.03.2013)
“O meu tempo está próximo, vou celebrar a Páscoa em tua casa junto com meus discípulos”.
(Mt 26, 18)
7h – Missa
9h – Missa dos Doentes (TV Aparecida, Rede Vida, RA e RCR)
11h45 – Consagração (TV Aparecida) 
14h – Hora Mariana
15h – Consagração (RA e RCR)
15h15 – Novena Perpétua 16h: Missa
18h – Missa
19h30 – Novena Perpétua
TRÍDUO PASCAL
QUINTA-FEIRA SANTA (28.03.2013)
“Vós deveis lavar os pés uns dos outros. Dei-vos o exemplo, para que façais a mesma coisa que eu fiz”.
(Jo 13, 14-15)
7h – Oração das Laudes (TV Aparecida)
9h - Missa do Crisma (TV Aparecida, Rede Vida, RA e RCR)
10h45 – Bem Vindo Romeiro especial de Semana Santa (TV Aparecida)
12h – Sermão sobre a Redenção (TV Aparecida, RA e RCR)
13h30 – Missa de Lava Pés no Vaticano (TV Aparecida)
14h – Terço Meditado
15h – Consagração (RA e RCR)
16h – Vésperas
18h - Angelus e Terço – Matriz Basílica (TV Aparecida, RA e RCR)
18h – Missa
20h – Missa da Ceia do Senhor (TV Aparecida, RA e RCR) *
*Logo após a Santa Missa, momento de adoração do Santíssimo na Capela São José.
21h45 – Em Frente especial de Semana Santa (TV Aparecida)
23h15 – Paixão de Cristo Nova Jerusalém (TV Aparecida)
SEXTA-FEIRA SANTA (29.03.2013)
“Tudo está consumado”.
(Jo 18, 30)
7h – Oração das Laudes (TV Aparecida)
8h – Terço de Aparecida, Especial ‘Terço dos Homens’ (TV Aparecida).
9h – Meditação da Via Sacra (TV Aparecida, Rede Vida, RA e RCR)
10h45 – Bem Vindo Romeiro especial de Semana Santa (TV Aparecida)
11h – Celebração das Bênçãos
12h – Sermão das 7 Palavras de Jesus na Cruz (TV Aparecida, RA e RCR)
13h – Filme ‘Jesus amigo da família’ (TV Aparecida)
13h30 – Plantão de Bênçãos
15h – Celebração da Paixão (TV Aparecida, RA e RCR)
16h30 – Paixão de Cristo Nova Jerusalém (TV Aparecida)
17h – Procissão do Enterro
19h – Via Sacra Coliseu de Roma (TV Aparecida)
20h30 – Palestra Padre Reginaldo Manzotti (TV Aparecida)
21h45 – Filme ‘ A Lista de Schindler’ (TV Aparecida)
SÁBADO SANTO (30.03.2013)
“Não vos assusteis! Vós procurais Jesus de Nazaré, que foi crucificado?
Ele ressuscitou. Não está aqui”.
(Mc 16, 6)
7h - Oração das Laudes (TV Aparecida)
9h – Celebração das Dores de Maria (TV Aparecida)
10h30: Terço Meditado e Bênçãos
12h – Ofício de Nossa Senhora (TV Aparecida, RA e RCR)
14h: Terço Meditado (Participação dos Acólitos e Coroinhas)
15h – Consagração (RA e RCR)
15h – Filme ‘Irmã Pascalina, a serva do Papa’ (TV Aparecida)
16h – Oração das Vésperas (RA e RCR)
18h30 – Musical ‘Verbi Sponsa’ da Ir. Kelly Patricia (TV Aparecida)
20h – Celebração da Vigília Pascal (TV Aparecida, RA e RCR)
DOMINGO DE PÁSCOA (31.03.2013)
“De fato, eles ainda não tinham compreendido a escritura, segundo a qual ele devia ressuscitar dos mortos”.
(Jo 20, 9)
5h15 – Missa de Páscoa, Vaticano (TV Aparecida)
8h – Missa de Pascoa, Santuário Nacional (TV Aparecida, TV Cultura, RA e RCR)
12h – Benção Urbit Et Orbi, Vaticano (TV Aparecida)
15h – Filme ‘Madalena liberta da culpa’ (TV Aparecida)
16h30 – ‘Reflexões’ Padre Antônio Maria (TV Aparecida)
18h – Missa (TV Aparecida, RA e RCR)
HORÁRIOS DE CONFISSÕES
SEGUNDA A SEXTA: Das 07h30 às 11h e das 14h às 16h
SÁBADO: Das 06h30 às 11h15 e das 14h às 16h45
DOMINGO: Das 06h30 às 11h15 e das 14h às 16h
Sustentabilidade: menos lágrimas, mais neurônios
Como fiquei feliz com o resultado do meu artigo sobre olhar a sustentabilidade de um modo mais sério e prático, resolvi continuar.

O jornalista João Carlos Santana da Rádio CBN recentemente chamou a atenção para o fato de que por dia, 9 ciclistas são internados em hospitais públicos de São Paulo por causa de acidentes de trânsito, com pelo menos uma morte.

Vamos contrastar isso com o movimento cada vez maior que insiste que a solução para nossas cidades é incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte. Para ser justo, não é um movimento só brasileiro. O famoso padrão LEED de construção para edifícios, por exemplo, que é um selo de origem norte-americana que certifica que uma construção passa por vários pré-requisitos “sustentáveis”, premia a construção de infra-estrutura como bicicletários e chuveiros para ciclistas em prédios comerciais. Algo que faz sentido em diversas localizações mas dificilmente se justifica em prédios juntos à marginal. (não vou citar nomes, mas sim, existem prédios com bicicletário na Marginal paulista, um ato tanto de consciência sustentável e de suicídio assistido aos que se aventurarem a pedalar por lá).

E é basicamente isso o que me deixa chocado ao ver esses “movimentos”. Uma pesquisa na Internet me contou que o uso maior de bicicletas ia “exercer menos pressão sobre a matriz energética”, “diminuir os problemas de trânsito”, “resolver problemas de mobilidade” entre outras maravilhas. Também não é difícil achar relatos sobre as maravilhas para a saúde.

Como alguém já disse, parar de usar elevador e usar escadas também faz bem para a saúde. Lavar roupa a mão e carregar pianos nas horas vagas também. Mas não é por isso que vou acreditar que as pessoas vão começar a fazer isso (aliás, não consegui disfarçar minha expressão facial quando conheci uma das representantes de um desses movimentos pelo uso de bicicleta como meio de transporte na cidade de São Paulo. Duvido que ela usasse uma bicicleta como transporte para andar pela cidade, apesar dela aparentar ser capaz de engolir uma inteira no café da manhã).

Além de não querer andar por aí de bicicleta, basta olhar pela janela em um bom dia de trânsito para me fazer pensar: Sim, gosto do mundo, mas prefiro continuar vivo. As ruas, mesmo com ciclovias, são estreitas, e sempre há trechos pequenos demais entre um erro e um carro de algumas toneladas.

A grande questão aqui não são as bicicletas. Será que a melhor solução, em pleno século 21, é colocar o pessoal para pedalar na rua?

Uma notícia recente da Businessweek diz que não. Segunda a matéria, a prefeitura de Tel Aviv em Israel está trabalhando para tornar realidade um projeto de transporte criado com tecnologia da NASA.

A ideia é simples: Uma espécie de teleférico super moderno. São cápsulas de transporte para duas pessoas, em um trilho elevado que funciona por magnetismo. Você entra em um veículo desses, aponta em uma tela em que estação que chegar, e trilhos magnéticos te levam até lá. Em silêncio, com uma vista panorâmica, substituindo táxis, ônibus e outros transportes muito mais poluentes. Como o sistema é magnético, não há manutenção de freios e rodas, o que mantém o custo de operação bastante baixo. As estimativas é que ele custe um pouco mais que um ônibus e menos que um taxi.
Pelas estimativas, algo assim sairá em torno de 50 milhões de dólares para a primeira linha, de pouco mais de 6 quilômetros. Parece caro? Pense nas horas engarrafadas que se perde nas cidades brasileiras hoje em dia, nas internações e mortes por acidente, no combustível e impacto ambiental. Não sou urbanista, mas mesmo em uma cidade como São Paulo, aposto que 3 ou 4 dessas linhas fariam maravilhas.

Na verdade pouco me importa se a iniciativa de Tel Aviv ou essa tecnologia específica vai dar certo. O que chama a atenção é que eles estão tentando. Voltando ao Brasil, qual foi a última vez que você viu um político ou instituição brasileira tentar algo REALMENTE inovador? E isso que eu passei a maior parte da minha vida em Curitiba, uma cidade que se orgulha de suas inovações - Propostas pelo governo de Jaime Lerner há mais de 20 anos atrás.

Então, por favor, parem de bater em teclas velhas e desgastadas. Andar de bicicleta é ótimo para quem gosta. Assim como surfar e saltar de paraquedas tem seus admiradores. Não é, no entanto, solução para todos. Problemas modernos exigem pensamento modernos, iniciativas ambiciosas e análises com foco no futuro.

De novo, menos lágrimas, mais neurônios.

0 comentários:

Obrigado pelo seu Comentario, seja bem vindo !

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga