Noticias de hora em Hora na Radio Ideal

02:53 Radio Ideal FM 0 Comentarios



COMUNICAÇÃO QUE SALVA VIDAS

O delegado geral, Luiz Maurício Souza Blazeck, participou na semana que passou da cerimônia de formatura de 270 agentes de telecomunicações - 222 homens e 48 mulheres -, de quem foi patrono. O acontecimento foi no Palácio dos Bandeirantes, zona sul da Capital, e contou com presença do governador, Geraldo Alckmin; do secretário da Segurança Pública, Fernando Grella Vieira; do diretor da Acadepol, Mário Leite de Barros Filho; e do secretário chefe da Casa Militar, coronel PM Marco Aurélio Alves Pinto. Os novos policiais atuarão em todo o Estado – 120 na Capital, 25 na Grande SP e 125 no interior. 

Os agentes de telecomunicações têm como principal função operar os rádios do Centro de Operações da Polícia Civil (Cepol), além de participarem da implantação de redes de comunicações e de dados e transmissão de mensagens entre delegacias. Por terra, os telecomunicadores coordenam as ações policiais comunicando viaturas em serviço e o helicóptero Pelicano, da Polícia Civil.

Em seu discurso, o diretor da Acadepol, Mário Leite, que deu nome à turma de formandos, ressaltou a importância da carreira de agente de telecomunicações nas atividades de Polícia Judiciária, e destacou que a função contribui muito para a eficiência do trabalho policial.

Os três primeiros colocados, Murilo Monteiro da Silva Paolielo (3º colocado), Marina Milani de Moraes (2ª) e Murillo Yago Batalha (1º) receberam, respectivamente, os certificados diretamente das mãos do delegado sorocabano, Maurício Blazeck, do secretário da Segurança Pública, Fernando Grella, e do governador do Estado, Geraldo Alckmin.
 
Na oportunidade, Blazeck agradeceu a escolha por ele ser o patrono e destacou o avanço da tecnologia e a necessidade de a Polícia Judiciária se adequar a essa realidade de forma eficaz. “Vivemos na denominada sociedade da informação, num mundo em constante mudança, que demanda uma comunicação rápida e eficiente.”

O delegado geral alertou ainda sobre a importância da carreira de agente de telecomunicações e frisou que ela é responsável pela interface entre os mais diversos órgãos policiais e gerenciamento de informações sensíveis, características indispensáveis a uma polícia investigativa que prima pelo uso da inteligência. 

Cerca de 800 pessoas prestigiaram o encontro, que contou com a participação de diretores e membros da Polícia Civil, representantes de associações, sindicatos, entidades de classes policiais, familiares e convidados.


Idoso é preso por agressão à esposa e porte ilegal de armas

A Polícia Militar de São Roque prendeu, na manhã de sexta-feira, um homem de 62 anos em flagrante delito, por posse ilegal de cinco armas de fogo e agressão contra a esposa, de 70 anos. A prisão aconteceu por volta das 11h30, quando policiais foram acionados pelo Copom para prestar apoio a uma equipe médica que estava sendo impedida por um indivíduo de prestar socorro à esposa, a quem ele tinha agredido.

Com a chegada dos agentes ao endereço, o idoso ainda apresentou resistência, mas, após uma longa conversa, os PMs entraram na residência, onde depararam com a vítima caída com um corte grande na testa. Ela foi imediatamente socorrida ao pronto-socorro local.

Os militares, então, iniciaram buscas pela casa, pois tinham informações de que o acusado estava armado. Assim foi possível localizar e apreender um revólver de3 calibre 22 e um de calibre 32, escondidos embaixo de um travesseiro, e mais duas espingardas, um fuzil de calibre 762 danificado, 100 espoletas, sete munições de calibre 22, seis munições de calibre 32, três canivetes, cinco facões, 31 cartuchos de calibre 28, uma baioneta, uma adaga e um machadinho.

Mediante as apreensões, o homem foi encaminhado e recolhido à cadeia pública de São Roque, onde permanecerá detido aguardando decisão judicial.


Cinco suspeitos por assaltos a banco são detidos em SP

A Polícia Civil desfechou uma importante ofensiva contra grupos especializados em roubos a bancos e explosões de caixas eletrônicos no Estado de São Paulo. Integrantes da 5ª Patrimônio (Delegacia de Investigações sobre Roubo a Bancos) do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) prenderam cinco pessoas envolvidas nesses crimes.

As prisões aconteceram na cidade de Campinas e em Itaquera, bairro da zona leste da Capital. Dois acusados participaram do assalto a uma agência bancária em Ribeirão Pires, no Grande ABC, no qual uma vigilante foi morta. O crime aconteceu no dia 21 de fevereiro.

Em um período de oito dias foram feitas as prisões. No dia 18, a equipe da 5ª Patrimônio deteve três integrantes de um grupo especializado em explosões de terminais de autoatendimento em bancos. Eles são acusados de ataques nas regiões de Campinas e Ribeirão Preto. Os três foram flagrados a caminho da cidade de Santo Antônio do Jardim, onde detonariam um caixa eletrônico.

Os policiais detiveram o trio na avenida John Boyd Dunlop, no Parque Valença, em Campinas. Eles ocupavam um GM Monza. A equipe da 5ª Patrimônio encontrou dinamite, picareta, pé de cabra e chaves no interior do veículo. Segundo o delegado Fábio Pinheiro, titular da 5ª Patrimônio, os presos são investigados em, pelo menos, 11 casos de explosões de caixas eletrônicos.

A equipe deteve o frentista J.C.B., 37 anos, o mecânico J.R.D., de 35, e o repositor J.A.L.S., de 22. Todos apresentavam passagens por roubo. O delegado Pinheiro informou que outros criminosos foram identificados. “Foi necessário não fazer alarde sobre as prisões para não atrapalhar as investigações. Novas detenções devem acontecer nos próximos dias”, prevê o delegado.


Laudos confirmam mortes por inalação de gases tóxicos na Kiss

A perícia detectou a presença de monóxido de carbono e cianeto no sangue de duas das 239 vítimas da tragédia da boate Kiss, em Santa Maria (RS), em 27 de janeiro. Os dois laudos, encaminhados pelo Instituto Geral de Perícias (IGP) aos delegados que investigam o caso, foram anexados ao inquérito na sexta-feira. Outras análises devem chegar aos investigadores nos próximos dias e é provável que confirmem os resultados iniciais.

O delegado Marcelo Arigony, da equipe que investiga o caso, disse que os laudos iniciais confirmam as informações preliminares de especialistas de diversas áreas. Na madrugada da tragédia, centenas de frequentadores da boate inalaram os gases tóxicos gerados pela queima da espuma de revestimento da casa noturna enquanto tentavam sair. 

Muitos deles caíram desacordados em poucos minutos. O incêndio foi provocado pela fagulha de um artefato usado em show pirotécnico pela banda Gurizada Fandangueira. Os extintores não funcionaram. Não havia sinalização de emergência nem saída de emergência. Houve tumulto e muitas pessoas não conseguiram chegar à única porta para a rua.

MORRE MAIS UM JOVEM (240º) - Pedro Falcão Pinheiro, 25 anos, é a 240º vítima da tragédia em Santa Maria; portanto sobe para 240 o número de vítimas fatais. Pedro Falcão Pinheiro estava internado no Hospital Cristo Redentor, em Porto Alegre, e morreu na manhã deste sábado, como confirmou a assessoria de imprensa do hospital. O jovem foi um dos primeiros transferidos para a capital para receber atendimento. 


Santa Catarina reforça segurança na eleição em quatro cidades do Estado

A Polícia Militar de Santa Catarina reforçará a segurança das quatro cidades catarinenses onde ocorrem eleições hoje. Ao todo, 163 mil eleitores votarão nas cidades de Balneário Rincão (9.773), Campo Erê (7.154), Criciúma (139.474) e Tangará (7.009). Na maior das cidades, Criciúma, foram registrados diversos ataques e, no mês passado, a cidade recebeu reforços e escolta policial para os veículos de transporte público.

"Estaremos de sobreaviso para qualquer eventualidade e atuaremos com firmeza em todo o Estado. Nas quatro cidades estaremos de prontidão para o evento e a segurança será reforçada devido às eleições", disse o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Nazareno Marcineiro. 

Segundo a assessoria de imprensa do governo catarinense, os ataques ocorreram no início do mês e, na última semana, não houve nenhum registro na cidade. As demais são pequenos municípios e não foram muito atingidos pela onda de violência - em Balneário Rincão houve um princípio de incêndio na casa da irmã de um policial. A assessoria informa que a segurança seguirá procedimentos de praxe para as eleições.

Nessas cidades, as eleições foram anuladas devido à Lei da Ficha Limpa. Os candidatos que obtiveram mais de 50% dos votos válidos tiveram os registros de candidaturas julgados rejeitados pela Justiça Eleitoral em julgamento posterior ao pleito.

No Estado de Santa Catarina, desde 30 de janeiro, a Polícia Militar registrou 113 atentados em 37 municípios e mais de 50 atos de vandalismo. O total de presos e suspeitos apreendidos por envolvimento nos ataques é 197, entre adultos e adolescentes, de acordo com a Polícia Civil. Além disso, 88 pessoas foram denunciadas à Justiça pelo Ministério Público de Santa Catarina pelo mesmo motivo. Segundo promotores de Justiça, o número deve aumentar conforme avancem as investigações.


Jovem é morta a golpes de faca a uma semana do Dia Internacional da Mulher

Mais de 92 mil mulheres foram assassinadas no País entre os anos de 1980 e 2010


Na sexta-feira, com três golpes de faca no pescoço, o comerciário Victor Medeiros Borges matou a sangue frio a ex-mulher, Fernanda Grazielly de Almeida Alves, 24 anos, dentro do seu local de trabalho, o Terraço Shopping, um dos mais movimentados de Brasília, a 15 km da Esplanada dos Ministérios. Preso em flagrante, o homem foi indiciado por homicídio duplamente qualificado, por motivo fútil, sem chance de defesa à vítima e com crueldade. Se for condenado, pode pegar até 30 anos de prisão.

Borges foi recolhido à 3ª DP, do bairro do Cruzeiro. Ele disse à polícia que estava desesperado com a separação e planejava se matar, mas na hora mudou de ideia e golpeou a ex-companheira após discussão. Mas o delegado Mário Henrique Jorge não tem dúvida de que ele premeditou o crime e agiu com frieza. "Quem quer se matar não compra uma faca. Além disso, ele não golpeou a si, mas a mulher, na jugular, sem lhe dar a menor chance de defesa", explicou o delegado. "Era clara sua intenção de matar", acrescentou.

O crime ocorreu perto do meio-dia de sexta-feira, momento em que o shopping atingia o pico de movimento. Borges completou 29 anos no dia do crime, mas, em vez de comemorar o aniversário, ele dispensou a festa oferecida pela família e foi matar a ex-mulher, da qual estava separado há cerca de seis meses. Tomado por ciúmes pelo fato de ela já estar em outra relação, Victor saiu de manhã de casa, na cidade-satélite de Samambaia, após o café, foi a um supermercado, comprou uma faca de 20 centímetros de lâmina e a afiou num amolador próximo, antes de ir se encontrar com Fernanda.

Ele chegou pouco depois das 11h30 à loja Puket, no shopping onde Fernanda trabalhava como vendedora. Esperou que ela terminasse de atender a uma cliente e a abordou ainda dentro do provador. Após rápida discussão, segundo testemunhas, Victor a chamou de "desgraçada", acusou-a de ter destruído sua vida e deu-lhe o primeiro golpe no pescoço. Sufocada com o sangue que entrava pela garganta, ela emitiu grunhidos que foram ouvidos pelas colegas, que chamaram a segurança. Fernanda ainda tentou fugir, mas foi alcançada dentro da loja e levou mais dois golpes no pescoço. Os seguranças do shopping chegaram rápido, mas Fernanda morreu antes de receber socorro. O agressor foi detido pelos seguranças até a chegada da Polícia Militar.

BRIGAS – Victor e Fernanda viveram uma relação conturbada durante cinco anos e tiveram um filho - Gabriel, de 4 anos. Após várias brigas, inclusive com agressões físicas e tentativas frustradas de reconciliação, ela registrou queixa em abril de 2012 e a Justiça determinou medidas de proteção a seu favor, com base na lei Maria da Penha.

Mas em 22 de maio do ano passado, ela retirou a queixa e o casal tentou uma última reconciliação, que também não deu certo devido ao temperamento agressivo do homem conforme relato de testemunhas. A guarda do filho estava em poder de Fernanda, o que aumentava ainda mais a depressão e a sede de vingança de Victor. A família, porém, o descreve como um homem tranquilo, embora estivesse muito deprimido desde a separação. "Estamos todos chocados com tudo isso. Ele a amava muito e ninguém esperava que isso pudesse acontecer", afirmou o irmão Claiton ao chegar à delegacia.

Os celulares do casal, apreendidos pela polícia, revelam que os dois trocaram mensagem na véspera. Por volta da 0h30 da madrugada, Fernanda ligou para Victor e deixou uma mensagem de parabéns, felicitando-o pelo aniversário e desejando que tivesse "juízo" e desse "um jeito" na vida. Perturbado, Victor praticamente não dormiu e pela manhã ligou para Fernanda e travou nova discussão. A seguir, brigou com a mãe e saiu de casa dizendo que iria se matar.

VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER – O assassinato de Fernanda ocorreu a apenas uma semana do Dia Internacional da Mulher (comemorado em 8 de Março). Isso deixa evidente que o fim da violência contra a mulher ainda está longe de ser alcançado. O crime coincide com o exato dia em que o Banco Mundial lança, com a colaboração de celebridades, uma campanha para sensibilizar a população para o problema.

Segundo o Mapa da Violência, publicado em 2012, pelo Centro Brasileiro de Estudos Latino-Americanos (Cebela) e pela Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso), mais de 92 mil mulheres foram assassinadas no País entre os anos de 1980 e 2010. Durante o período, o número de assassinatos de mulheres aumentou mais de três vezes, saltando de 1.353 casos para 4.465 registros; tendência que, segundo especialistas, manteve-se nos últimos dois anos.

Em 2011, o Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), do Ministério da Saúde, registrou 70.270 atendimentos a mulheres vítimas da violência. A maioria delas tinha entre 15 e 29 anos e foi agredida por maridos ou namorados. 

0 comentários:

Obrigado pelo seu Comentario, seja bem vindo !

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga