Noticias da Região

00:40 Radio Ideal FM 0 Comentarios



Próxima rodada do Varzeano será no dia 7 de abril

No último dia 17, teve início o Campeonato Varzeano de Futebol 2013, com a primeira rodada, com jogos que aconteceram no São José, no campo do parque das Árvores e no São Pedro. Em casa, o São José perdeu para o Dinapoli por 3 a 2. No Parque das Árvores, São Luiz e 5 da Manhã ficaram no 0 a 0, enquanto o Bom Jesus fez 4 a 0 no SAB. Por fim, no São Pedro, os donos da casa venceram o união por 3 a 1, e o Exótica bateu o Esporte Barreiro também pelo placar de 3 a 1.
No domingo, 24, em partidas válidas pela segunda rodada, no São José, o Dinapoli venceu por 2 a 0 o Parque das Árvores, e o São José empatou em 1 a 1 com o América. No São Pedro, o São Luiz ficou no 2 a 2 com a equipe da Cipatex, enquanto o São Pedro goleou o Exótica em 5 a 1. No campo do Parque das Árvores, o União venceu o Esporte Barreiro em 3 a 0, e o Bola de Prata empatou em 2 a 2 com o SAB.
A terceira rodada acontece no dia 7 de abril, com outras seis partidas: no campo da União, tem Bola de Prata contra MAC e União versus Exótica. No São Pedro, o 5 da Manhã pega o Barreiro e, depois, tem os donos da casa contra o Esporte Barreiro. Já no São José, o Dinapoli pega o América, e o São José recebe o Parque das Árvores.
Confira a tabela do Varzeano 2013.

Cate informa vagas de emprego:

A Central de Atendimento ao Trabalhador e à Empresa (Cate) informa as vagas de emprego disponíveis. São oportunidades para afiador industrial (uma vaga), engenheiro mecânico para atuar na área de manutenção industrial (uma vaga), instalador de som automotivo (uma vaga), professor de informática (duas vagas), encanador (uma vaga), carpinteiro (uma vaga), armadora (uma vaga), gerente de produção com experiência em gestão de pessoas e ferramentas de qualidade (uma vaga) e padeiro (duas vagas).
Lembrando que a Cate está localizada em novo endereço: desde sexta-feira, 22, passou a atender na Casa da Agricultura, na Av. Washigton Luiz, 211, Centro. Informações pelo telefone (15) 3384-5652.


Prefeito conhece Planos de Segurança Pública

O prefeito Antonio Del Ben Jr., acompanhado pelo secretário Municipal de Trânsito, Segurança e Defesa Civil, José Ademir Gonse, esteve no dia 28 de fevereiro, visitando os municípios de Praia Grande e Guarujá, no litoral paulista, onde foram recebidos pelo prefeito Mourão, de Praia Grande, e pela prefeita Antonieta, do Guarujá, para conhecer os Planos de Segurança Municipal desenvolvidos naquelas localidades, através do Diagnóstico da Violência e da Criminalidade.
Em Praia Grande, foram vistos os trabalhos realizados pela Guarda Municipal, como o Policiamento Comunitário Integrado, Sistema de Monitoramento por Câmeras e de comunicação através da fibra ótica, de excelente qualidade e de grande eficiência.
No Guarujá, Dr. Tó e o secretário participaram do Seminário de lançamento do Programa Governança Local - GOVLOG, o qual prioriza o crescimento econômico com inserção social, através da melhor qualidade de vida, mediante um programa sólido de segurança pública. Ainda no Guarujá, o prefeito recebeu explicações do presidente do Instituto de Psicologia, Educação, Comportamento e Saúde (IPECS), Sérgio França Coelho, sobre o GOVLOG e sua importância para uma política de governo direcionado à melhoria da qualidade de vida do cidadão.
O objetivo do prefeito é buscar o que há de mais moderno e eficaz em termos de Segurança Pública, com crescimento econômico e políticas sociais inclusivas, para aplicar em Cerquilho.


Ação de segurança fará cumprir-se a legislação

No último dia 12 de março, uma reunião realizada no Salão Nobre da Prefeitura de Cerquilho, com a presença da Guarda Civil Municipal (GCM) e do Grupo de Operações com Cães (GOC), Polícia Militar (PM), Conselho Tutelar e Secretaria de Trânsito, Segurança e Defesa Civil, através do secretário José Ademir Gonse, discutiu a segurança em Cerquilho.
Além da necessidade, muitas reclamações da população cerquilhense foram levadas em consideração pelas autoridades, que decidiram fazer cumprir legislações que, hoje, não são respeitadas na cidade.
Assim, visando fazer valer legislação já estabelecida no município, as autoridades passarão a fiscalizar e cobrar o cumprimento de leis sobre o horário de funcionamento de estabelecimentos comerciais, o uso da calçada e outros locais públicos pelos comerciantes, a regularização do som nestes locais, entre outras. Além disso, o objetivo é combater a irregularidade em alvarás de funcionamento e venda de álcool a menores.
A ação será baseada em leis vigentes, como:

Lei n°2.269 de 02 de Março de 2000
Controle e Fiscalização de Poluição Sonora
Dispõe sobre o controle e a fiscalização das atividades que gerem poluição sonora; impõe penalidades, e dá outras providências.

Lei n°2.464 de 09 de Dezembro de 2002
Licença de Func. de novos Bares, Horário de Fechamento
Dispõe sobre a concessão de Licença de Funcionamento de novos bares e estabelecimentos similares, estabelece horário de funcionamento para os novos e os já existentes, e dá outras providências.

Lei n°2.687 de 09 de Janeiro de 2006
Uso do Passeio Público
Dispõe sobre permissão de uso de passeio público fronteiriço a bares, confeitarias, restaurantes, lanchonetes e similares, para colocação de toldos, mesas e cadeiras, e dá outras providências.

Decreto n° 2.315 de 01 de Abril de 2008
Funcionamento dos Quiosques
Dispõe sobre a permissão de uso de bem público municipal.

Lei n° 13.541 de 07 de Maio de 2008
Lei Anti Fumo
Proíbe o consumo de cigarros, cigarrilhas, charutos, cachimbos ou qualquer outro produto fulmígeno derivado ou não de tabaco, na forma que especificar, em ambientes de uso coletivo, público ou privado, total ou parcialmente fechados em qualquer um dos lados por parede ou divisória, mesmo que provisórios, no Estado de São Paulo.

Lei n°14.592 de 19 de Outubro de 2011
Consumo de Bebiba Alcoólica para menores
Proíbe vender, ofertar, fornecer, entregar e permitir o consumo de bebida alcoólica, ainda que gratuitamente, aos menores de 18 (dezoito) anos de idade, e dá providências correlatas.
 Atividades de Abril, mês do Aniversário de Cerquilho

3 de abril, Aniversário de Cerquilho:

16h: Inauguração Oficial da Temporada 2013 e do Cinema Brasileiro no Teatro
Projeção do filme: Cinema, Aspirinas e Urubus
Direção: Marcelo Gomes, 2004
Roteiro: Karim Aïnouz, Paulo Caldas, Marcelo Gomes
Elenco: Peter Ketnath, João Miguel, entre outros
Duração: 114 min

Sinopse: Em 1942, no meio do sertão nordestino, dois homens vindos de mundos diferentes se encontram. Um deles é Johann, alemão fugido da 2ª Guerra Mundial, que dirige um caminhão e vende aspirinas pelo interior do país. O outro é Ranulpho, um homem simples que sempre viveu no sertão e que, após ganhar uma carona de Johann, passa a trabalhar para ele como ajudante. Viajando de povoado em povoado, a dupla exibe filmes promocionais sobre o remédio “milagroso” para pessoas que jamais tiveram a oportunidade de ir ao cinema. Aos poucos surge entre eles uma forte amizade.

Entrada gratuita

5 de abril, Sextas de aAbril: Ensaio Aberto

18h: Quinteto Metal Nobre: Trompetes: Daniel Gomes / Rogério Souza Lima; Trompa: Rafael Proença; Trombone: Reinaldo Camargo; Tuba: Deivid Peleje
Coordenação de Reinaldo Camargo – professor da Banda Marcial de Cerquilho e músico na Banda Sinfônica do Conservatório de Tatuí.

Há mais de 20 anos o Quinteto Metal Nobre se reúne para ensaios e apresentações. Formado por dois trompetes, uma trompa, um trombone e uma tuba, o Quinteto tem por objetivo divulgar a música de câmara e já se apresentou em vários Festivais de Inverno de Campos do Jordão e no Conservatório de Tatuí, entre muitos eventos de inúmeras cidades do Brasil.

6 de abril, Sábado de Música

20h: Banda Sinfônica de Laranjal Paulista toca temas de filmes
Direção do maestro Fulvio Scarme

A Banda Municipal de Laranjal Paulista iniciou suas atividades em 2001 e foi oficializada em 2003. Seu principal objetivo é levar cultura e entretenimento à população por meio de um projeto de formação educacional voltado às crianças, jovens e adultos do município. Hoje, 60 alunos participam das aulas de vários instrumentos como metais, madeiras e percussão. Vários projetos foram implantados nesses quase dez anos de atividade, como o “Pra Ver Banda Passar”, visitando as praças da cidade; “Banda na Praça”, “Música Clássica nas Igrejas” e “Banda na Escola” com concertos didáticos. A Banda Municipal de Laranjal Paulista também participou de vários concursos pelo país, sendo filiada desde 2004 à FFABESP (Federação de Fanfarras e Bandas do Estado de São Paulo) e à Associação de Bandas da Região de Ribeirão Preto-SP. Também ganhou destaque em vários programas de televisão, na TV Cultura (Programa “Viola minha viola” de Inezita Barroso) e na Rede Vida (“Dedo de Prosa”). Atualmente a banda tem 45 membros, de 9 a 70 anos, e muitos de seus integrantes são alunos, bolsistas e integrantes da Orquestra e Banda Sinfônica do Conservatório de Tatuí. Seu repertório é variado, indo do erudito ao popular. Em novembro de 2009, participou do Festival Internacional de Bandas no Chile e em 2010 e 2011 esteve na Argentina participando do 6º Encontro de Bandas, na região de Córdoba.

7 de abril, Domingo no Cinema

14h: Filme (infantil): Castelo Rá-Tim-Bum, o filme
Direção: Cao Hamburger, 1999
Argumento e roteiro final: Cao Hamburger
Direção de fotografia: Marcelo Durst
Elenco: Marieta Severo, Rosi Campos, Sergio Mamberti, entre outros
Duração: 105 min

Sinopse: Inspirado na série de TV que encantou gerações, “Castelo Rá-Tim-Bum, o filme” conta a história de Nino, um menino de 300 anos que mora em um castelo suntuoso e mágico com seus tios feiticeiros. Nino se acha diferente das outras crianças, e por isso sonha em ter amigos e poder brincar como uma criança normal. Mas quando descobre que sua família está em perigo, sai em busca de ajuda para salvar o Castelo. Em seu longa de estreia, o diretor Cao Hamburger mostra o resultado de sua bem-sucedida experiência em produções voltadas ao público infanto-juvenil, seja em premiados curtas-metragens ou em programas televisivos (caso do próprio “Castelo Rá-Tim-Bum” e de “Disney Club”). Um filme com produção e atores impecáveis, que agrada adultos e crianças graças à união eficiente de diversão e proposta educativa. Marco do cinema infantil brasileiro, é um filme lúdico e envolvente capaz de divertir ainda várias gerações.

17h: Filme (adulto): O ano em que meus pais saíram de férias
Direção: Cao Hamburger, 2006
Roteiro: Cláudio Galperin, Bráulio Mantovani, Anna Muylaert, Cao Hamburger
Elenco: Michel Joelsas, Daniela Piepszyk, Germano Haiut, Caio Blat, entre outros
Duração: 115 min

Sinopse: Mauro é um garoto mineiro de 12 anos que adora futebol e jogo de botão. Sua vida muda completamente quando seus pais saem de férias de forma inesperada e aparentemente sem motivo. Na verdade, os pais, militantes de esquerda, são obrigados a fugir da perseguição da ditadura militar brasileira e deixam o garoto com o avô paterno, em São Paulo. O avô, porém, enfrenta problemas, o que faz que Mauro tenha de ficar com o vizinho Shlomo, um velho judeu solitário. Enquanto aguarda um telefonema dos pais, Mauro precisa lidar com sua nova realidade, que tem momentos de tristeza pela situação em que vive, e também de alegria, ao acompanhar o desempenho da seleção brasileira na Copa do Mundo de 1970.

10 de abril, Cinema na 4ª-feira

20h: Filme (para adolescentes e adultos): Adolescer 1
Direção: Andréa Midori Simão, Quelany Vicente; Eva Randolph; Marcela Arantes; Vera Egito; Caetano Gottardi; Marcelo Lordello
Duração: 101min

Sinopse: O cinema brasileiro parece estar voltando seus olhos, cada vez mais, para os dilemas típicos da adolescência, tanto nos longas como nos curtas-metragens. Este programa reúne seis curtas de ficção, realizados entre 2005 e 2008 que lidam, de maneiras diferentes, com uma fase da vida em que tudo está à flor da pele, e por isso mesmo os dilemas parecem servir tão bem ao “drama”, no sentido mais amplo do termo. São filmes de grande destaque não só no panorama nacional como também com participações internacionais importantes, em festivais como Cannes, Sundance e Locarno, entre outros. Finalmente, vale notar que quatro dos seis títulos são dirigidos por cineastas mulheres, numa proporção que dá bons sinais para um futuro do cinema brasileiro com uma divisão mais equânime dos trabalhos nesta função.

12 de abril, Sextas de Abril: Ensaio Aberto

18h: Quinteto Metal Nobre: Trompetes: Daniel Gomes / Rogério Souza Lima; Trompa: Rafael Proença; Trombone: Reinaldo Camargo; Tuba: Deivid Peleje.

13 de abril, Sábado de Música

20h: Ítalo Queiroz canta Luiz Gonzaga

Tendo uma larga trajetória musical ao longo dos últimos 17 anos, Ítalo Queiroz iniciou suas apresentações na metade dos anos 1990. Arriscou no início de 2000 um voo maior: se aventurou em ambientes musicais paulistanos. Lançou o projeto “A Noite da Bossa” no SESC Cariri, quando foi realizada uma gravação ao vivo e cujo resultado vem estimulando o estilo “cariri” em toda a região. Foi proprietário do Estúdio 26, uma gravadora na cidade de Barbalha. Gravou “No Melhor Pé de Serra do Brasil” (2008), CD de música regional nordestina. Fez shows em várias cidades do Rio Grande do Norte, Ceará, Paraíba e Pernambuco, levando o forró de pé de serra trazido de suas raízes, do tão cantado cariri, lugar onde nasceu e que é berço de grandes artistas: Luiz Gonzaga, Luiz Fidelis, Elba Ramalho, Flávio Leandro, Flávio José. Gravou o CD “Ítalo Queiroz Canta Barbalha” com a participação de Flávio Leandro, Alcymar Monteiro, Leonardo d´Lunna, João Cláudio Moreno e o grupo “Os Pelejas”, uma linda homenagem à sua cidade natal. Mais informações: www.italoqueiroz.mus.br.

14 de abril, Domingo no Cinema

14h: Filme (infantil): Garoto cósmico e Sírius
Direção, animação e design de personagens: Alê Abreu, 2007
Elenco: Aleph Naldi, Bianca Rayen, Matheus Duarte, Raul Cortez, entre outros.
Duração: 75 min
Direção, roteiro e fotografia: Alê Abreu, 1993
Duração: 12 min

Sinopse: Este programa, voltado em especial ao espectador infanto-juvenil, apresenta dois trabalhos de animação do ilustrador e cineasta Alê Abreu, que tem desenvolvido uma obra consistente, de interesse não apenas de seu público-alvo. Começa com o curta- metragem “Sírius”, o primeiro título de sua filmografia, que, com imagens quase psicodélicas, revela-se uma intrigante descoberta da astronomia do século XX: a estrela Sírius é dupla, são dois corpos celestes brilhando lado a lado, para sempre. A testemunha dessa descoberta é um solitário menino de rua. E o fascínio pelo espaço sideral se mantém no primeiro longa-metragem do diretor, “Garoto Cósmico”, que apresenta três amigos que desobedecem as regras do Planeta Criança e vivem aventuras divertidas e reveladoras no circo do mestre Giramundos, perdido no infinito do universo.

17h: Filme (adulto): O lamparina, com Mazzaropi
Direção: Glauco Mirko Laurelli, 1963
Roteiro: Carlos Garcia
Direção de fotografia: Rodolfo Icsey
Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Zilda Cardoso, Emiliano Queiroz, entre outros
Duração: 84 min

Sinopse: Um dos maiores comediantes do cinema brasileiro de todos os tempos, Amácio Mazzaropi satiriza em “O Lamparina” o gênero do filme de cangaço, popular nos anos 1960. Confundido com um cangaceiro, junto com sua pequena família, na cidadezinha nordestina de Sororoca, Mazzaropi inverte os clichês da aventura de ação, típicos tanto do cangaço quanto do faroeste, impregnando de singela humanidade um personagem básico do imaginário brasileiro – o homem do povo, pequeno e perdedor, mas que consegue reverter suas desvantagens com a esperteza. Ídolo consagrado na época deste filme, Mazzaropi mais uma vez arrisca-se como cantor, interpretando em cena um baião, “Lamparina do Nordeste”, e uma balada caipira, “Alma solitária”, ambas de seu compositor favorito, Elpídio dos Santos.

17 de abril, Cinema na 4ª-feira

20h: Filme (adulto): No coração dos deuses e Afundação do Brasil
Direção e roteiro: Geraldo Moraes, 1997
Elenco: Antonio Fagundes, Roberto Bonfim, Cosme dos Santos, Mallú Moraes e índios da tribo Krahó, entre outros
Duração: 107 min
Direção e produção: Mô Toledo, 1980. Roteiro: Claudio Barroso, Daniel Caetano, Mô Toledo
Direção de arte e animação: Cristina Salgado, Paulo Paes, Mô Toledo
Duração: 7 min

Sinopse: O curta-metragem de animação “Afundação do Brasil”, de Mô Toledo, e o longa de aventuras “No coração dos deuses”, de Geraldo Moraes, têm em comum temas como o desbravamento do Brasil e os primeiros contatos e relações de poder entre brancos, índios e negros. O curta, premiado no Festival do Novo Cinema Latino-Americano de Havana (Cuba), em 1981, é uma sátira bem-humorada sobre as relações de dominação entre as três etnias. Já o longa é uma fantasia juvenil com direito a viagem no tempo e tesouros perdidos, no qual diferentes personagens vão parar no passado, em plena era das entradas e bandeiras, onde encontrarão os bandeirantes Fernão Dias e Borba Gato. “No coração dos deuses” mereceu os prêmios de melhor ator (Antonio Fagundes), trilha sonora (André Moraes) e som (Michael Ruman) no Festival do Recife 2000 e de melhor trilha no Festival de Brasília 1999.

19 de abril, Sextas de Abril: Ensaio Aberto

18h: Quinteto Metal Nobre: Trompetes: Daniel Gomes / Rogério Souza Lima; Trompa: Rafael Proença; Trombone: Reinaldo Camargo; Tuba: Deivid Peleje.

20 de abril, Sábado de Música

19h: Camerata de Violões – Conservatório de Tatuí
Coordenação de Edson Lopes

A Camerata de Violões do Conservatório de Tatuí é a representante máxima da excelência no ensino de violão clássico do Conservatório. Coordenada pelo renomado violonista Edson Lopes, o grupo, formado em 1996, une professores-monitores e alunos bolsistas e tem por objetivo fornecer alto aperfeiçoamento artístico aos estudantes. O primeiro trabalho desenvolvido pela Camerata de Violões do Conservatório de Tatuí foi o projeto “Garoto” e pretendeu difundir as obras deste compositor que foi precursor da Bossa Nova: Aníbal Augusto Sardinha ou “Garoto” (São Paulo, 1915 – Rio de Janeiro, 1955), compositor e violonista brasileiro. No ano de 1998, o grupo passou a desenvolver frequentemente projetos de pesquisa e divulgação de compositores brasileiros, buscando a promoção da grande diversidade de obras escritas para o universo violonístico. Tais projetos culminaram, no ano 2000, com o lançamento do CD “Vê se te agrada”. Apresentou-se em diferentes cidades do estado de São Paulo, em significativos eventos, entre eles a Semana Guiomar Novaes (1998), Festival de Inverno de Campos do Jordão (1998, 1999 e 2002) e Sala São Paulo (2001), além de concertos na Rádio MEC no Rio de Janeiro (1998). A partir do ano de 2001, passou também a receber solistas convidados, desenvolvendo repertório especialmente adaptado, transcrito ou arranjado, a fim de enriquecer a experiência do grupo. Nesse sentido, passou a se apresentar com violoncelo, coro, clarinete, e outros instrumentos. A iniciativa foi registrada, em 2006, no CD “Convida”, no qual o violão figura ao lado de variados instrumentos em grandes clássicos da literatura musical com obras de J.S. Bach, G. Rossini, A. Vivaldi, J. Pachebel, C. Saint-Säens, A. Dvoràk, sem deixar de fora os brasileiros H. Villa-Lobos, Guerra Peixe, Villani-Côrtes e Zequinha de Abreu.

21 de abril, Domingo no Cinema

14h: Filme (infantil): O grilo feliz
Direção, roteiro, animação e design de personagens: Walbercy Ribas, 2001
Direção de fotografia: Rafael Ribas, Sergio Spina
Duração: 80 min

Sinopse: “O Grilo Feliz” é uma pioneira animação brasileira que utiliza animais da fauna nativa para criar uma história em que os valores da amizade e da proteção à natureza estão acima de tudo. Com muita imaginação, humor, um colorido sofisticado e música de primeira qualidade, à altura das melhores produções internacionais, o desenho diverte os pequenos, sendo capaz também de encantar os adultos. Sem perder de vista o caráter educativo, o filme convida os espectadores a uma viagem na beleza de uma floresta em que crianças e animais vivem em harmonia, mas terão de comprovar a própria coragem para enfrentar a ambição desmedida de um rei.

17h: Filme (adulto): Comédias contemporâneas 1
Direção: Tomás Creus; Alan Rodrigues, Marcos Daibes, Walério Duarte; Beto Brant; Eduardo Caron; Virgínia Jorge; Reinaldo Pinheiro e Edu Ramos
Duração: 95 min

Sinopse: Que o brasileiro gosta de rir, isso é mais do que sabido. E o curta-metragem tem sido um campo rico historicamente para a expressão cômica. No entanto, muitos filmes acabam fazendo desta relação o espaço para o simples contar de uma piada, deixando de lado a expressão que só a linguagem cinematográfica permite. Nessa coletânea, atravessamos o Brasil do extremo norte (“Açaí com jabá”) ao Sul (“O oitavo selo”) vendo uma série de narrativas que só extraem sua graça da possibilidade de narrar um conto cômico a partir das imagens e sons. Da realidade urbana de “BMW vermelho” ao ‘causo’ de bar de “No princípio era o verbo”, de uma história do passado (“Dov’e Meneghetti?”) ao aparato tecnológico moderno (“P. R. Kadeia”), nós podemos rir de quase tudo através do cinema destes filmes.

24 de abril, Cinema na 4ª-feira

20h: Filme (adulto): Vida de menina
Direção: Helena Solberg, 2005
Roteiro: Elena Soárez, Helena Solberg
Direção de fotografia: Pedro Farkas
Trilha sonora: Wagner Tiso
Elenco: Ludmila Dayer, Daniela Escobar, Dalton Vigh, Camilo Bevilacqua, Lígia Cortez, entre outros
Duração: 102 min

Sinopse: Vida de menina acompanha três anos (1893-1895) da vida da adolescente Helena, em um momento crítico de sua vida, quando começa a lutar para conquistar sua liberdade e integridade. Tendo como pano de fundo um Brasil que acaba de abolir a escravatura e proclamar a República, a jovem começa a escrever o seu diário, revelando seu universo e um país que adolesce junto com ela. É nesse diário que Helena debocha e desmascara as pretensas virtudes alheias, procurando não perder sua alegria infantil de viver e reinventando o mundo à sua maneira. Vencedor de seis troféus Kikito no Festival de Gramado (incluindo o de melhor filme), o longa-metragem “Vida de menina” é uma adaptação dos diários de Helena Morley, pseudônimo de Alice Dayrell Caldeira Brant. Sob a perspectiva dessa menina de 13 anos, o filme exibe um panorama intimista da vida cultural e familiar da cidade de Diamantina em seu período de decadência econômica nos fins do século XIX. Sentimental, mas sem concessões à pieguice, “Vida de menina” não é apenas um grande filme de época, repleto de cenas marcantes e bem realizadas, mas também o resgate de uma importante obra literária que encantou personalidades como Guimarães Rosa e Elizabeth Bishop.

26 de abril, Sextas de Abril: Ensaio Aberto

18h: Quinteto Metal Nobre: Trompetes: Daniel Gomes / Rogério Souza Lima; Trompa: Rafael Proença; Trombone: Reinaldo Camargo; Tuba: Deivid Peleje.

28 de abril, Domingo no Cinema

14h: Filme (infantil): Mutum e Rio-de-janeiro, Minas
Direção: Sandra Kogut, 2007
Direção de atores: Fátima Toledo
Roteiro: Ana Luiza Martins Costa, Sandra Kogut
Elenco: Thiago da Silva Mariz, Wallison Felipe Leal Barroso, João Miguel, Izadora Fernandes, entre outros
Duração: 89 min
Direção e roteiro: Marily da Cunha Bezerra, 1991
Elenco: Nanna de Castro, Cristina Ferrantini, Evandro dos Passos Xavier e Paulo de Souza
Narração: José Mayer
Duração: 10 min

Sinopse: Neste programa, curta e longa-metragem se complementam como traduções audiovisuais da obra do escritor João Guimarães Rosa e do retrato que ele elaborou das gentes e paisagens do sertão mineiro. O curta “Rio de-janeiro, Minas” reconstitui o encontro no porto de Rio de Janeiro dos protagonistas do romance “Grande sertão: veredas”, Riobaldo e Diadorim, que rumam para o rio São Francisco. Já o longa-metragem “Mutum” parte do capítulo de mesmo nome do livro “Campo geral” e apresenta Thiago, um garoto de dez anos cujo ponto de vista define como o espectador vê a realidade de sua família isolada no sertão. Em comum, os filmes buscam na poesia e no silêncio os segredos da vida.

17h: Filme (adulto): Uma vida em segredo
Direção e roteiro: Suzana Amaral, 2001
Direção de fotografia: Lauro Escorel
Elenco: Sabrina Greve, Eliane Giardini, Cacá Amaral, Neusa Borges e Eric Nowinsky
Duração: 98 min

Sinopse: Biela, de 17 anos, é órfã de mãe e mora com o pai — simplório, rico, maníaco e rústico — numa fazenda de café e muito gado, onde os costumes sociais ainda remontam ao século 19. Com a morte do pai, Conrado, seu primo e tutor, leva a jovem para viver com sua família em uma pequena cidade. Constança, esposa de Conrado, busca integrar Biela à vida social de acordo com as posses da família e, para tanto, encomenda vestidos elegantes e a ensina a se portar como uma jovem educada e refinada. Entretanto, Biela só se sente bem na cozinha ao lado dos empregados, com quem passa a conviver definitivamente após uma grande desilusão amorosa. Segundo longa-metragem realizado por Suzana Amaral, 16 anos depois de “A hora da estrela”, “Uma vida em segredo” também é uma adaptação de importante obra literária (neste caso escrita por Autran Dourado), igualmente centrada em uma forte personagem feminina principal. Através da vida de Biela, a diretora se dedica com enorme atenção à dificuldade de convivência entre um Brasil rural e os nascentes costumes de uma nova classe urbana. Ganhador dos prêmios de melhor atriz (Sabrina Greve) no Festival de Brasília, e de melhor filme, atriz, fotografia e direção de arte no CineCeará.

* Cinema Brasileiro no Teatro: um projeto em parceria com a Programadora Brasil

Secretaria de Estado da Cultura lança o Mapa Cultural Paulista 2013/2014

Em uma iniciativa da Secretaria de Estado da Cultura, realizado pela Abaçaí Cultura e Arte - Organização Social de Cultura, e contando com o apoio das prefeituras do Estado de São Paulo, o Mapa Cultural Paulista 2013/2014 tem por objetivo identificar, valorizar e promover o intercâmbio da produção cultural no Estado e, ao mesmo tempo, estimular a participação de seus municípios em atividades culturais.
Para a edição 2013/2014, serão consideradas sete expressões artísticas: Artes Visuais, que compreende Artes Plásticas, Desenho de Humor e Fotografia; Vídeo; Canto Coral; Música Instrumental; Literatura, que compreende Conto, Poema e Crônica; Dança; e Teatro.
 A Fase Municipal do Mapa Cultural Paulista objetiva a escolha dentro da diversidade das expressões artísticas que representarão o município na Fase Regional, podendo o mesmo candidato/artista participar em qualquer uma ou em todas as sete expressões.
 Cada cidade interessada em participar do programa deverá realizar até o dia 30 de junho de 2013 eventos com amplo conhecimento público, nos quais serão selecionadas as obras e/ou trabalhos que representarão seu município. Nos casos em que houver apenas um inscrito por expressão, não há necessidade de realização de evento. No entanto, o corpo de jurados deverá emitir parecer que justifique a inscrição do artista e/ou grupo para a Fase Regional.
 O mapeamento será feito em quatro Fases, sendo Municipal e Regional em 2013 e Estadual e Circulação em 2014, compreendendo a circulação de obras e apresentações por municípios do Estado, fase que poderá receber apoio e/ou patrocínio cultural.
O Estado de São Paulo foi dividido em 13 regiões administrativas: Araçatuba, Araraquara, Baixada Santista, Bauru, Campinas, Grande São Paulo, Marília, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, São José dos Campos, Sorocaba e Vale do Ribeira.
Poderá participar da Fase Municipal do Mapa Cultural Paulista qualquer cidadão, bem como grupos, do município de Cerquilho, desde que comprovem residência na cidade.
A Coordenação Geral do Mapa Cultural Paulista está a cargo da Organização Social Abaçaí Cultura e Arte, que organizará o evento reunindo os municípios, prestando informações, decidindo em conjunto com os dirigentes municipais de cultura quais serão as cidades-sede regionais e dando todo o acompanhamento necessário.

CERQUILHO

À Prefeitura de Cerquilho, por meio de seus dirigentes culturais, caberá: receber, conferir a documentação, preencher a ficha de inscrição regional e encaminhar as obras e trabalhos, com toda a documentação exigida conforme orientação da Abaçaí Cultura e Arte; facilitar a participação dos inscritos, oferecendo transporte e alimentação para as atividades da Fase Regional e/ou Estadual conforme cronograma que será fornecido pela Coordenação, garantindo apoio aos seus representantes.
Todos os participantes de edições anteriores poderão se inscrever desde que apresentem produções e/ou criações inéditas no Mapa Cultural Paulista.
Os participantes deverão apresentar comprovante de residência ou domicílio eleitoral e/ou comprovante de vínculo com o município. Os participantes também deverão apresentar documento que comprove a data de nascimento.
A idade mínima para a participação é de 14 anos completos até a data de realização do evento, sendo que, menores de 18 anos deverão estar acompanhados pelos pais ou responsável no ato da inscrição, com um documento de autorização, com cópias dos documentos pessoais (RG e CPF), tanto dos responsáveis quanto do menor. Os mesmos deverão ser anexados à ficha de inscrição assinada pelo responsável.
É vetada a participação de estrangeiros que não estejam com seus documentos regularizados. 

 A Coordenadoria de Cultura de Cerquilho  receberá inscrições para a Fase Municipal do Mapa Cultural Paulista 2013/2014 no período de 9 de abril a 31 de maio de 2013, de terça a sexta, das 13h às 17h.
Mais informações no site http://mapaculturalpaulista.org.br/edital.

Projeto da Espanha virá ao Teatro Municipal de Cerquilho

A cidade de Cerquilho foi citada recentemente na imprensa espanhola em textos que difundiram a entrega do Prêmio Progresso da Andaluzia 2013 ao projeto EDITA – Encontro Internacional de Editores Independentes, dirigido por Uberto Stabile em Punta Úmbria, Espanha.
De 21 a 23 de maio próximo, o Teatro Municipal de Cerquilho acolherá esse projeto que já conta com mais de 20 anos de existência e 25 edições na Espanha, México e Colômbia. Com coordenação de Cristiane Grando, diretora do Teatro, e de Uberto Stabile, acontecerão no auditório do Teatro Municipal recitais, performances e palestras durante o XXVI EDITA BRASIL: Encontro Internacional de Editores Independentes.
Nas mesmas datas, acontecerá a I Feira do Livro no Teatro, na recepção, com exposição e venda de livros das editoras convidadas a participar do EDITA. Com o intuito de integrar os dois continentes, América e Europa, assim como de compartilhar experiências, a convocatória e ficha de inscrição para esses eventos destinam-se a todo o território nacional e aos países hispânicos – podem ser lidas em português e espanhol.

Na inauguração do EDITA BRASIL e da FEIRA DO LIVRO NO TEATRO haverá atividades vinculadas ao projeto Mãos Cerquilhenses: exposição e venda de artesanato, um projeto do Teatro Municipal de Cerquilho e da Coordenadoria de Cultura que será lançado ao público em março próximo. No encerramento, no dia 23 de maio, além da programação do EDITA BRASIL, os convidados nacionais e internacionais participarão de um evento tradicional: o Encontro dos Tropeiros.

Editoras e escolas interessadas em participar e/ou visitar o XXVI EDITA BRASIL podem encontrar o edital e as fichas de inscrição no site da Prefeitura de Cerquilho, no www.cerquilho.sp.gov.br.

MÃOS CERQUILHENSES
Exposição e venda de artesanato

Inspirada no projeto “Manos Dominicanas”, da República Dominicana, “Mãos Cerquilhenses” - exposição e venda de artesanato, tem por objetivo expor e/ou vender artesanato local na recepção do Teatro Municipal de Cerquilho e, no futuro, em outros locais públicos da cidade.
Ao fazer o cadastro, o artesão aceita que seu produto seja avaliado por uma comissão de funcionários da Coordenadoria de Cultura e Teatro Municipal de Cerquilho. Os principais critérios de avaliação são: qualidade estética, criatividade e bom preço. O artesão, ao enviar seu cadastro à Coordenadoria de Cultura, está de acordo que terá que apresentar vários de seus produtos se for convocado a uma entrevista no Teatro Municipal e/ou coordenar com a comissão julgadora uma visita a seu ateliê.
Ao enviar seu cadastro, também assume que, mesmo que seus produtos não sejam selecionados, está de acordo que seus dados sejam fornecidos ao público que busca comprar artesanato local.

EXPOSIÇÃO PERMANENTE: Uma mostra de artesanato fará parte de uma vitrine de exposição permanente na recepção do Teatro Municipal de Cerquilho. Nesta vitrine, haverá o contato dos artesãos, a fim de que as pessoas interessadas em seus produtos possam entrar em contato. A vitrine “Mãos Cerquilhenses” será inaugurada na recepção do Teatro Municipal na abertura do Encontro Internacional de Editores Independentes (XXVI Edita Brasil), no dia 21 de maio de 2013, às 19 horas.

FEIRA DE NATAL NO TEATRO: Os artesãos selecionados, ainda serão convidados a participar da Feira de Natal, que acontecerá na recepção do Teatro Municipal de 13 a 22 de dezembro de 2013, das 14 às 21 horas. Os produtos desses profissionais serão expostos para a venda em mesas e/ou estantes distribuídas na recepção do teatro.

MAPEAMENTO: O cadastro de artesãos cerquilhenses deve ser realizado até o dia 31 de março de 2013, entregando a ficha de inscrição preenchida na Coordenadoria de Cultura, apresentando comprovante de residência. A Coordenadoria de Cultura funciona no Teatro Municipal de Cerquilho (Praça da Matriz), de terça a sexta, das 13 às 17 horas.
A ficha de inscrição pode ser retirada na própria Coordenadoria de Cultura, ou no site oficial, no www.cerquilho.sp.gov.br.

RESULTADO DOS SELECIONADOS: No dia 25 de abril de 2013, os artesãos selecionados receberão a resposta via e-mail. Além disso, o resultado será publicado no www.cerquilho.sp.gov.br.

INFORME CRAS:

O Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) informa que estão abertas as inscrições para os seguintes programas:

Programa Renda Cidadã

Programa de transferência de renda, do Governo Estadual em parceria com o Governo Municipal, destinado a mulheres.

Requisitos para inscrição:
·         Ter renda mensal familiar de até meio salário mínimo por pessoa na casa;
·         Ter criança ou adolescente na família;
·         Morar no município;
·         Não ser beneficiária do Programa Bolsa Família.

Documentos exigidos (da família):
·         RG, CPF;
·         Certidão de nascimento;
·         Comprovante de endereço;
·         Comprovante de Renda;
·         Declaração Escolar;
·         Carteira de Vacina.

As interessadas devem procurar a Assistente Social Cidinha, no CRAS, às terças-feiras, das 8h às 16h.

Programa Ação Jovem

Programa de transferência de renda, do Governo Estadual em parceria com o Governo Municipal, destinado aos adolescentes a partir dos 15 anos, que estejam frequentando ensino fundamental ou médio.

Requisitos para inscrição:
·         Ter renda mensal familiar de até meio salário mínimo por pessoa na casa;
·         Ter idade mínima de 15 anos completos,
·         Ser estudante da rede pública de ensino fundamental ou médio;
·         Morar no município.

Condicionalidades:
·         Participar das Ações Complementares (semanal);
·         Ter frequência escolar de no mínimo 75%;
·         Ter frequência de no mínimo 75% nas Ações Complementares (oferecidas pelo município).

Benefícios:
·         Recebem R$80,00 por mês;
·         Estímulo a conclusão do ensino básico.

Documentos exigidos (da família):
·         RG, CPF;
·         Certidão de nascimento;
·         Comprovante de endereço;
·         Comprovante de Renda;
·         Declaração Escolar;
·         Carteira de Vacina.

Os interessados devem procurar a Assistente Social Cidinha, no CRAS, às terças-feiras, das 8h às 16h.

CRAS
O CRAS fica na Rua José Maria Gonçalves, 540, Bairro Cidade Jardim. O telefone de contato é o (15) 3284-5800 / (15) 3384-4382.

 CRAS: PROJETO ADOLESCENTE ANTENADO

O Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) informa que estão abertas as inscrições para o Projeto Social “Adolescente Antenado”, destinado aos adolescentes de 12 a 14 anos, residentes no município e estudantes de escola pública.

Critérios de seleção:

·         Adolescentes encaminhados pelos serviços da proteção social especial: Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI); Serviço de Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos; reconduzidas ao convívio familiar após medida protetiva de acolhimento; e outros;
·         Adolescentes com deficiência, com prioridade para as beneficiárias do BPC;
·         Adolescentes cujas famílias são beneficiárias de programas de transferência de renda - Bolsa Família, Renda Cidadã, Ação Jovem;
·         Adolescentes de famílias com precário acesso a renda e a serviços públicos e com dificuldades para manter. Renda per capta até meio salário mínimo (R$339,00).

Atividades oferecidas:

·         Atividades, lúdicas, recreativas, esportivas, culturais e de lazer;
·         Atividades socioeducativas em grupo desenvolvendo temas como: família, valores, meio ambiente, drogas, sexualidade, saúde, higiene entre outros; 
·         Aulas de artesanato;
·         Aulas de Educação Física;
·         Aulas de Dança;
·         Aulas de Judô;
·         Passeios, gincanas, dinâmicas, etc.

Formas de acesso:

Os interessados deverão procurar o CRAS, localizado na Rua José Maria Gonçalves, 540, Bairro Cidade Jardim. O telefone para outras informações é o (15) 3284-5800 / (15) 3384-4382.
CRAS: Projeto “Mãos que Encantam” abre inscrições

Estão abertas inscrições para o Projeto “Mãos que Encantam”, voltado para surdos e deficientes auditivos e seus familiares.
O projeto oferece oficinas de: Libras, artesanato, dança, atividades físicas, informática, coral em Libras e arte terapia. Além disso, é oferecido curso de Libras para os familiares e para os profissionais que trabalham diretamente com os surdos. O projeto é acompanhado por profissionais como assistente social, psicóloga e terapeuta ocupacional.
O projeto funciona de segunda a sexta, a partir das 13h30. Os interessados devem procurar Centro de Referência da Assistência Social (Cras), localizado na Rua José Maria Gonçalves, 540, Bairro Cidade Jardim. Mais informações pelo telefone (15) 3384-4382 ou 3284-5800.      

Cerquilho define programação do Aniversário de 64 anos

A Prefeitura de Cerquilho, através das secretarias municipais, definiu a programação de comemoração aos 64 anos de emancipação política-administrativa do município.
Entre as atrações das festividades, shows, apresentações, competições esportivas, além do Moto Fest.
O destaque da programação se dará no dia 03 de Abril, aniversário de Cerquilho, com o hasteamento dos Pavilhões, às 8h, no Paço Municipal. Na sequência, acontecerá o Desfile Cívico, na Rua Soares Hungria, com alunos do Ensino Fundamental, que realizarão o desfile baseados em trechos do Hino Municipal. O Desfile Cívico ainda terá a presença da Banda Marcial de Cerquilho e Itapevi, do Projeto Guri, das Escolinhas Esportivas, da polícia Militar e da Guarda Civil Municipal, entre outros. No Centro de Eventos “Cidade das Rosas”, a partir das 20h, haverá apresentação da Banda Sinfônica e Show da dupla André & Marcelo.
Confira a programação completa:

24/03, domingo
8h: Torneio de Karatê
Local: Ginásio Municipal de Esportes “Mário Pilon”

02/04, terça-feira
20h: Show de Paulo Victor
23h: Show de Ricardo & João Fernando
Local: Centro Municipal de Eventos "Cidade das Rosas"

03/04, quarta-feira
8h: Hasteamento dos Pavilhões
Local: Paço Municipal
8h30: Desfile Cívico comemorativo aos 64 anos de emancipação político-administrativa de Cerquilho.
Local: Rua Dr. Soares Hungria
20h: Apresentação da Banda Sinfônica do Conservatório de Tatuí
22h: Show de André & Marcelo
Local: Centro Municipal de Eventos "Cidade das Rosas"

04/04, quinta-feira
19h: Show da Banda Pentecostes
20h: Show de David Quinlan
Local: Centro Municipal de Eventos "Cidade das Rosas"

05/04, sexta-feira
20h30: Copa TV Tem de Futsal (Cerquilho x Boituva)
Local: Ginásio Municipal “Luiz Peev”

05, 06 e 07/04
20h: Moto Fest
Local: Centro Municipal de Eventos "Cidade das Rosas"

06/04, sábado
9h: Jogo amistoso de Vôlei Adaptado masculino e feminino (Cerquilho x Porangaba)
Local: Ginásio Municipal de Esportes “Mário Pilon”

13/04, sábado
9h: Festival das Escolinhas de Futebol de Cerquilho
Local: Centro Olímpico

14/04, domingo
8h: Torneio de Judô
Local: Ginásio Municipal de Esportes “Mario Pilon”

26 a 28/04
8h: Copa Brasil de Canoagem e Seletiva Nacional de Canoagem Slalon para atletas que integrarão a Base Olímpica 2016
Local: Haras Coronel Bento
Todos Pela Educação
25/03/2013 - Folha de São Paulo (SP)
Cota não garante aluno de escola pública em vestibular
Universidades estaduais e federais têm queda no número de vestibulandos 
Todos Pela Educação
25/03/2013 - G1
Cearenses criam site que ajuda a fiscalizar verba da Educação
Site disponibiliza informações por meio de gráficos e mapas. Projeto foi criado para a faculdade e para ajudar a sociedade
Todos Pela Educação
25/03/2013 - Veja.com 
Enem: redações debochadas expõem fragilidade do sistema de correção
Para especialistas, gigantismo da prova favorece deslizes como os descobertos na semana passada. E dificulta a contratação de corretores de qualidade 
Todos Pela Educação
25/03/2013 - O Estado de S.Paulo (SP)
Prefeitura de SP vai ter plano para evitar falta de professores
Em 2012, cidade registrou 903 mil ausências por motivos de saúde, uma média de 15 faltas por ano 
Todos Pela Educação
25/03/2013 - O Povo (CE)
Opinião: O petróleo é nosso e o pré-sal é da Educação
"É deste tipo de atenção que a nossa sociedade precisa: um investimento de longo prazo e excelentes frutos", afirma Evaldo Lima 
Todos Pela Educação
25/03/2013 - Jornal do Senado (DF)
Merenda poderá ser oferecida também nas férias
Objetivo é não descontinuar a dieta dos estudantes, diz o senador Cícero Lucena (PSDB/PB) 
Todos Pela Educação
25/03/2013 - Portal NE10
Estudantes secundaristas de Pernambuco ameaçam greve
Motivo para a provável paralisação é o processo de escolha de diretores de escolas de referências e regulares estaduais
Todos Pela Educação
24/03/2013 - O Globo (RJ)
Fé imposta na sala de aula 
Contrariando a legislação, ensino religioso é obrigatório em metade das escolas públicas 
Todos Pela Educação
24/03/2013 - Revista Veja 
O Enem pode virar piada
Redações com receita de Miojo, hino de clube e erros grosseiros de português foram bem avaliadas. É de doer
Todos Pela Educação
24/03/2013 - O Estado de S.Paulo (SP)
Opinião: Tia Zulmira está de volta
"Cerca de 75% das pessoas entre 15 e 64 anos não conseguem ler, escrever e calcular plenamente; destes, 68% são analfabetos funcionais e 7%, considerados analfabetos absolutos", afirma Gaudêncio Torquato 
Todos Pela Educação
24/03/2013 - Zero Hora (RS)
"Aquilo era uma palhaçada"
Professoras revelam como foi a reunião de novembro de 2012 que iniciou a polêmica sobre a correção das redações do Enem 
Todos Pela Educação
24/03/2013 - Gazeta do Povo (PR)
Editorial: Estímulo à mediocridade
"O MEC poderá exibir orgulhosamente seus índices quantitativos, sempre convenientes em época eleitoral. Enquanto isso, o Brasil vira, pouco a pouco, uma nação de ignorantes diplomados", afirma jornal
Todos Pela Educação
23/03/2013 - Folha de Pernambuco (PE)
Pernambuco possui a maior rede de Ensino Integral/Semi-Integral do País
Rede municipal prepara estudo para implantar modalidade em 34 escolas para estudantes do Ensino Fundamental II 
Todos Pela Educação
23/03/2013 - O Globo (RJ)
Redação nota mil no Enem terá que passar por banca de doutores 
Especialistas dirão se texto é mesmo de excelência; mudança deve valer já para 2013 
Todos Pela Educação
23/03/2013 - R7
Professores corrigem 100 redações do Enem por dia a R$ 1,90 cada
Corretora contratada pelo MEC examinou 2.200 textos em 20 dias; especialista afirma que não há vista que aguente 
Todos Pela Educação
23/03/2013 - Folha de São Paulo (SP)
Editorial: A maior fraude
"Prevalece um delírio pedagógico segundo o qual o aluno deve ser protegido de 'discriminações' por desconhecer a norma culta", afirma jornal
Todos Pela Educação
23/03/2013 - O Globo (RJ)
Governo reage a projeto que prevê fichamento de aluno usuário de drogas 
Ministério da Saúde e Presidência temem "criminalização" de estudantes nas escolas 
Todos Pela Educação
22/03/2013 - Agência Câmara 
Educação pede levantamento sobre ensino de direitos humanos
Atualmente, as normas educacionais consideram o tema conteúdo curricular, mas preveem para ele um tratamento transversal, com abordagem em diversas disciplinas
Todos Pela Educação
22/03/2013 - A Tarde
Novo Sistema de Ensino ainda causa polêmica em Salvador
Professores afirmam que o material, que faz parte da Operação Alfabetiza Salvador, não respeita a individualidade dos alunos, a identidade das escolas municipais baianas e ainda tem textos com conteúdo homofóbico e racista
Todos Pela Educação
22/03/2013 - Agência Câmara
Educação aprova cuidador nas escolas para alunos com deficiência
A medida está prevista no Projeto de Lei 8014/10, do deputado Eduardo Barbosa (PSDB-MG)



Livres para matar
Há dois anos o Brasil se estarreceu com mais uma tragédia em razão da quantidade de pessoas mortas. Foram quase mil pessoas identificadas, e muitas nunca foram localizadas na região Serrana do Rio de Janeiro.
De tão repetidas, pelas mesmas causas e trazendo os mesmos efeitos, ninguém se consterna mais quando o número de mortos não alcança as centenas. Isso serve para as chacinas, os acidentes automobilísticos e outras catástrofes.
Mas Petrópolis choca novamente, agora pela repetição em tão pouco tempo.
Qualquer cidadão comum sabe o período das chuvas. No Rio de Janeiro existem órgãos oficiais, com muitos cargos comissionados e fortunas gastas na manutenção dessas instituições, exatamente para evitar as construções irregulares e os desabamentos. Existem secretarias para autorizar e fiscalizar a construção das moradias de acordo com as exigências legais e com a segurança adequada aos moradores. Burocraticamente tudo perfeito. Só na burocracia.
Somente após a repetição das tragédias surgem algumas medidas. Virou moda criar um gabinete de crise. De efeito prático, só algumas entrevistas do governador e de seus secretários. De prático, o espaço físico ocupado. Também, à la Estados Unidos, as autoridades passaram a sobrevoar as áreas afetadas para, como sempre, verem o caos de cima. De prático, as autoridades aparecem nos telejornais da televisão e  constatarem que o problema é grande demais e não terá solução. E a mais inovadora das medidas foram as instalações de sirenes para avisar aos moradores que a morte se avizinha.
No Brasil é assim porque a ilegalidade é a regra. Alguém só constrói num lugar proibido à custa de omissão ou de comissão. O Ministério Público e os demais órgãos de fiscalização não se manifestam no sentido de obrigarem as autoridades a proibirem as construções irregulares para punirem pelas mortes escancaradamente previsíveis. Quem tem o dever de zelar e não o faz, comete crime. Quem assume o risco de matar alguém, seja por ação ou por omissão, comete crime com dolo eventual. Nem os prefeitos que roubaram as verbas e os mantimentos dos sobreviventes são punidos.
Única coisa nova nessa tragédia de Petrópolis foi a constatação da presidenta Dilma Rousseff de que precisam adotar medidas drásticas para retirar as pessoas das áreas de risco. Nossa, presidenta! É deprimente ter uma autoridade máxima que leve tanto tempo - e depois de tantas vidas perdidas - para fazer uma constatação tão óbvia.
Depois de tantas mortes nenhum gato pingado foi protestar em frente ao Palácio do governo do Rio, alguns nem sabem onde fica a sede da prefeitura. Nem uma TV abriu seu telejornal com um editorial criticando essa inércia permanente, nem um jornal colocou na capa os rostos das dezenas de vítimas fatais.
No Brasil o anormal é normal, a regra é a irregularidade. Quem se manifesta ou exige é um chato. A função essencial de todos os órgãos é ter cargos comissionados ocupados pelos amigos do governador ou do prefeito. A maioria não sabe ao certo as suas funções, pois elas não existem.
Todos sabem que nenhuma providência efetiva será tomada, que mortes voltarão com as próximas chuvas e os governadores sobrevoarão as áreas de risco. Pelo que é feito atualmente, daqui a 50 anos as pessoas continuarão morrendo arrastadas pelas chuvas, como hoje. Já os governadores e prefeitos continuarão livres para matar sem nenhuma consequência, porque as áreas são de risco, mas nem sequer mencionam o risco de quê.

Pedro Cardoso da Costa – Interlagos/SP

Voluntariado, transformação e a sociedade brasileira
THIAGO A. SOARES PINTO *
PLANETA VOLUNTÁRIOS
A origem do trabalho voluntário no Brasil remete-nos à colonização portuguesa, nos idos de 1512, com as Santas Casas de Misericórdia que atendiam os mais necessitados, passando pelo início do século 20, período em que o trabalho voluntário era praticado pelas damas da caridade, senhoras de famílias tradicionais que se ocupavam das ações filantrópicas para promover sua imagem por meio da ajuda aos carentes.
A Constituição Federal de 1988, ao trazer a retomada dos direitos e garantias individuais, permitiu que os movimentos sociais, antes reprimidos pelo regime militar, ressurgissem oportunizando ao trabalho voluntário conquistar espaço e expressão na sociedade brasileira.
Os últimos 20 anos foram de solidificação da importância do voluntariado para o desenvolvimento social o que se deu, também, por contribuição do Programa Comunidade Solidária, promovido pela então primeira-dama Ruth Cardoso, que objetivou uma reorganização do Terceiro Setor e, por óbvio, do trabalho voluntário; além de outras ações importantes como a mobilização social que resultou na Lei federal 9.608/98 trazendo o trabalho voluntário ao ordenamento jurídico brasileiro.
Esta história e as movimentações da sociedade organizada proporcionaram notoriedade ao voluntariado, conduzindo-nos a um novo olhar: ser voluntário para inovar no tratamento das afetações sociais, focando a prevenção e não apenas a reparação. T
rata-se do novo voluntariado, a partir do qual o cidadão deixa de olhar com dó para as dificuldades sociais, percebe-se copartícipe da sociedade e, portanto, corresponsável no enfrentamento dos problemas sociais.
Mas, certamente, esta reflexão traz consigo uma dúvida: teria, então, o novo voluntariado que ser pautado por grandes ações, geradoras de resultados expressivos e de ampla repercussão? Sem dúvidas, não!
O que se busca são ações que não estejam sustentadas na ideia da compaixão, mas focadas na participação cidadã. A ação voluntária, em si, pode ser simples como, mensalmente, coletar doações para uma instituição; ou complexas, como organizar uma campanha de conscientização sobre determinado assunto importando, apenas, que a motivação desta prática seja a colaboração transformadora e não o mero assistencialismo registrado em nossa história.
Dois aspectos importantes que influem no trabalho voluntário são: os requisitos e a carga horária. Subjetivamente, devem-se observar os requisitos da disposição e da aptidão. Disposição para encarar com responsabilidade o trabalho voluntário; e aptidão (capacidade) para desenvolver a tarefa proposta.
De modo simples: qualquer pessoa pode ser voluntária, desde que tenha boa vontade e alguma habilidade para doar. No âmbito legal, requer-se que a ação seja realizada em instituição pública (órgãos e entidades governamentais em geral) ou instituição privada sem fins lucrativos e com objetivos filantrópicos.
Nada que assuste: uma ONG ou algum projeto social promovido pelo governo. No tocante à carga horária, diante da omissão deixada pela Lei 9.608/98 e da análise da legislação esparsa, fica a recomendação para que a ação voluntária esteja na margem de quatro horas semanais, garantindo a qualidade das demais atividades de nossa vida (lazer, trabalho etc.).
Outro aspecto relevante é o plano dos direitos e deveres relativos ao voluntariado: é obrigação do voluntário, por exemplo, desenvolver com responsabilidade e continuidade a atividade com a qual se comprometeu e informar à instituição quando não puder mais comparecer, pedindo para que seja celebrado o Termo de Desligamento que, mesmo não previsto em lei, representa importante garantia tanto ao voluntário quanto à instituição.
E este termo nos coloca no campo dos direitos ao lembrarmos, também, que a lei determina a celebração do Termo de Adesão ao Serviço Voluntário, no qual serão especificadas as condições do trabalho voluntário, tais como: periodicidade, horários e a atividade em si.
Aos que desejarem orientações para encontrar uma vaga de serviço voluntário ou outras informações sobre o tema, podem procurar o Planeta Voluntários é um site não governamental, apartidário e ecumênico, criada em maio de 2009 por iniciativa do empresário Marcio Demari, da empresa  Guia Publicidade ,  sediada em  Londrina, Paraná,  com a visão de desenvolver a cultura do trabalho voluntário organizado, que leva o serviço voluntariado a auxiliar  milhões de brasileiros e entidades que necessitam de  todo tipo de ajuda.O site conta com uma Rede Social que cruza as informações dos voluntários com  as instituições cadastradas, sendo um elo entre elas. www.planetavoluntarios.com.br
















Fundo de Alcachofra Gratinado aos Três Queijos, Encapotado de Frango, Filé à Parmegiana de Tilápia e Pão de Mel são alguns dos pratos selecionados para a quarta etapa do Festival Gastronômico Sabor de SP promovido pela Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo que acontece na próxima quarta-feira, dia 27 de março, em Sorocaba. Nesta data serão identificados os cinco melhores pratos da região que irão para a final do festival no mês de junho, na Capital paulista. 
Esta ação conta com a parceria com a Revista Prazeres da Mesa e apoio do Senac, e vem ao encontro da importância do setor gastronômico, que é um dos mais relevantes da atividade turística do Estado.
Desta região haverá a degustação de pratos dos municípios de Itapeva, Itaporanga, Itu, Mairinque, Piedade, São Roque e Sorocaba. Tal iniciativa que envolve nossa diversificada e saborosa gastronomia paulista, já classificou as melhores receitas de São Carlos, Bauru e São José do Rio Preto, com destaque para a utilização dos produtos agropecuários produzidos em cada região. E Santos contemplará no próximo mês de abril a quinta etapa do Sabor de SP.
Em Sorocaba  tudo vai acontecer nas dependências do Senac  na Avenida  Cel. Nogueira Padilha, 2392 - Vila Hortência, com uma especial  Aula de Cozinha,  gratuita, com o Chef  Padrinho João Belezia no  mesmo dia  27 de março, das 15 às 17 horas. No cardápio, como entrada - conserva de lambari e pão de milho; prato principal - Galinha de angola com quirera de milho branco e charque e, de sobremesa Creme de café com crocante de melado de cana de açúcar. Os interessados podem se inscrever pelo site: www.sabordesaopaulo.com.br ou pelo Senac – telefone: (15) 3412-2500. As vagas são limitadas.
“Na verdade este projeto está desvendando histórias, fornecendo informações culturais, revelando o convívio na realização dos pratos com os produtos da terra, promovendo desta forma a culinária regional paulista no seu melhor estilo”, ressalta o secretário de Turismo do Estado, Cláudio Valverde. “Todas as receitas dos vencedores terão lugar garantido no Guia Turístico-Gastronômico Sabor de SP que será lançado pela Secretaria de Turismo e distribuído em agências de turismo, trade, órgãos vinculados ao setor e com direito a uma página na internet”, completou o secretário.
Eis os dez pratos finalistas da região de Sorocaba:
Nome do prato: Bolinho de Quibebe
Autor: Melissa Alessandra Borges
Cidade: Sorocaba
Nome do prato: Pão de Amendoim
Autor: Iracy Denise Batista de Oliveira
Cidade: Piedade
Nome do prato: Fundo de Alcachofra Gratinado aos Três Queijos
Autor: Tammy de Andrade
Cidade: Piedade
Nome do prato: Filé à Parmegiana de Tilápia
Autor: Sérgio Luciano Gabriel
Cidade: Itaporanga
Nome do prato: Queima do Alho
Autor: Roberto Moreira
Cidade: Mairinque
Nome do prato: Espetada Madeirense com Milho Frito
Autor: Olivardo Saqui
Cidade: São Roque
Nome do prato: Encapotado de Frango
Autor: Carlos Alberto Eilliar
Cidade: Itapeva
Nome do prato: Variedade Feichtenberger
Autor: Rogério Feichtenberger
Cidade: Itapetininga
Nome do prato: Arroz com Suã
Autor: Carlos Eugêncio Garcia Laino
Cidade: Sorocaba
Nome do prato: Pão de Mel
Autor: Renata Bueno Assumpção
Cidade: Itu
SERVIÇO
Eliminatória Festival Sabor de SP
Cidade-Anfitriã - Sorocaba
Data – 27 de março de 2012, quarta-feira.
Chef  Padrinho:  João Belezia
Aula de Cozinha – dia 27 de março, das 15 às 17 horas.
Endereço Senac:  Avenida  Cel. Nogueira Padilha, 2392 - Vila Hortência, Sorocaba.
Tel.: (15) 3412-2500.
por Maristela Bignardi
(11) 3709-1647
Empresa da região investe 60 milhões em modernização de fábrica
CPIC Brasil Fibras de Vidro, de Capivari, inaugurou uma nova linha de produção visando mercado automotivo e de pás eólicas

Com investimentos superiores a R$ 60 milhões, a CPIC Brasil Fibras de Vidro Ltda, unidade da empresa chinesa Chongqing Polycomp International Corporation (CPIC) em Capivari, interior de São Paulo, apresentou nesta semana, dia 18, para convidados do Brasil e exterior, a modernização completa de sua fábrica, em evento com a participação de autoridades do Brasil e da China, imprensa, clientes e fornecedores.

Após três meses de reformulações, a CPIC inaugurou sua nova linha de produção, resultado da aquisição de novos equipamentos, reformas estruturais e capacitação das equipes técnicas. Com a modernização, a unidade terá condições de ampliar sua produção em até 60%, o que permitirá a ampliação do portfólio de produtos. O faturamento da empresa também, de acordo com as expectativas, deve passar de US$ 50 milhões (em 2012) para US$ 70 milhões neste ano e US$ 90 milhões em 2014.

A instalação de um novo forno de fusão de vidro é um dos destaques do projeto de modernização. De acordo com a gerente geral para a América Latina, Adriana Nobre Rubo, a decisão de investir na modernização da unidade levou em conta o momento de fortalecimento da indústria nacional, as grandes obras de infraestrutura, o aumento do consumo de bens de capital, o aquecimento do setor de transportes entre outros fatores. “Com base nas projeções governamentais e estudos de mercado, entendemos que era o momento de investir em nossa estrutura interna. A modernização possibilitará a ampliação da produção, com a inclusão de novos produtos ao mix existente. As perspectivas são positivas e, com a nova linha, teremos condições de ampliar mercados, prospectando novos clientes em países da América Latina, Estados Unidos e Europa”, explica.

Essa também é opinião do vice-gerente geral de Operações da CPIC Brasil, Zhou Bin, quando o assunto é o cenário atual brasileiro. “Trabalhamos com uma matéria-prima usada no reforço de inúmeros produtos. O consumo em alta reflete no aumento da produção. Para atender a demanda, reformulamos nossa estrutura, com cuidados especiais na manutenção dos padrões de excelência de todos os processos internos, isso incluiu investimentos em maquinário e mão de obra altamente especializada”.

Com a nova linha de produção, a CPIC Brasil Fibras de Vidro terá incrementos na divisão de rovings e fios picados. De acordo com Marino Baldocchi, vice-gerente Geral, Vendas e Marketing para a América Latina, a fibra de vidro é matéria-prima para uma série de indústrias. Entre suas características estão alta resistência à tração, flexão e impacto, sendo empregada em inúmeras aplicações inclusive estruturais. “Trabalhamos com produtos comercializados globalmente, que vão atender a demanda em mercados especializados como tubulações de alta pressão, tanques de armazenamento de líquidos corrosivos e o crescente mercado da energia eólica, no caso dos rovings; e também para os reforços das resinas termoplásticas/termofixas, principalmente empregadas na fabricação de componentes automotivos, a partir de fios picados. Para se ter uma ideia, a fibra de vidro é usada nos eletrodomésticos, componentes de carro, construção civil, esporte e lazer, agricultura, enfim, faz parte do nosso dia-a-dia muito mais do que imaginamos ou conseguimos ver”,   comenta Baldocchi.

O vice-gerente lembra que o Brasil está se estruturando para receber grandes eventos como a Copa do Mundo e as Olimpíadas. “O novo perfil de consumo da classe média, aliado às obras de infraestrutura e indicadores positivos de crescimento colocam o Brasil em posição de destaque no cenário mundial. A indústria tem papel importante na manutenção deste posto. Daí a necessidade de investimentos em equipamentos e modernizações industriais. Vamos participar deste momento com uma moderna unidade fabril, equipada com recursos de última geração, tecnologia de ponta e profissionais especializados”, opina.

Instalada em um terreno de 200 mil metros quadrados, com cerca de 30 mil metros quadrados de área construída, a CPIC Brasil Fibras de Vidro fica na cidade de Capivari, interior do estado de São Paulo. Com 350 funcionários, é uma das principais fabricantes de reforços de fibra de vidro no Brasil, respondendo por 40% da produção do mercado interno e América do Sul. Sua produção é dedicada às linhas de rovings, fibras picadas e mantas, contando ainda com especialidades importadas da CPIC na China.

Desde julho de 2011, a unidade é a filial brasileira da empresa chinesa Chongqing Polycomp International Corporation (CPIC), considerada uma das maiores fabricantes de fibra de vidro do mundo, com produção anual de 550 mil toneladas e patrimônio estimado em US$ 1,14 bilhão. É uma "joint venture" formada pelo grupo chinês Yuntianhua, pelo árabe Amiantit e pelo fundo de investimento americano Carlyle.

A fibra de vidro é produzida basicamente a partir da aglomeração de finíssimos filamentos de vidro e quando unida com resinas (poliéster ou outros tipos de resinas) compõe o material compósito. É leve e não conduz eletricidade, sendo utilizada também como isolante estrutural. Permite ampla flexibilidade, possibilitando a moldagem de peças complexas, grandes ou pequenas, sem emendas, com grande valor funcional e estético.
RAIO X - MODERNIZAÇÃO
O QUE FOI FEITO
DESCRITIVO
Instalação de um novo forno de fusão de vidro
A nova linha ampliará em até 60% a capacidade de produção
Ampliação dos postos de trabalho

Passando de 300 para 350 funcionários
Reformas internas
Desativação do antigo forno, execução de obras de remodelações físicas e instalação de equipamentos de última geração
Investimentos
Aproximadamente US$ 30.000.000
Novas linhas de produção
Ampliação do mix de rovings e fios picados – com aplicações em vários segmentos industriais, bens de consumo, infraestrutura, energia eólica, construção civil etc.












0 comentários:

Obrigado pelo seu Comentario, seja bem vindo !

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga