Mensagem de Fé

10:57 Radio Ideal FM 0 Comentarios



Acompanhe todos os dias

Escute povo de Israel! O SENHOR, e somente o SENHOR, é o nosso Deus.  Portanto, ame o SENHOR, nosso Deus, com todo o coração, com toda a alma e com todas as forças.   Guardem sempre no coração as leis que eu lhes estou dando hoje e não deixem de ensiná-las aos seus filhos. Repitam essas leis em casa e fora de casa, quando se deitarem e quando se levantarem. Deuteronômio 6. 4, 7

CUIDADO COM O ORGULHO

  — Nunca esqueçam o SENHOR, nosso Deus, e tenham o cuidado de obedecer aos seus mandamentos e às suas leis, que hoje eu estou dando a vocês.  Naquela terra vocês terão toda a comida que quiserem; construirão casas boas, onde morarão; o seu gado e os seus rebanhos aumentarão; vocês ajuntarão mais prata e ouro e terão tudo de sobra.   Então, tomem cuidado para não ficarem orgulhosos e esquecerem o SENHOR, nosso Deus, que os tirou do Egito, onde vocês eram escravos.   Ele os levou por aquele enorme e perigoso deserto, cheio de cobras venenosas e de escorpiões, e onde não havia água. Mas no deserto Deus fez sair água da rocha bruta, para vocês beberem, e lhes deu para comer o maná, uma comida que os seus antepassados não conheciam. Ele fez tudo isso para humilhá-los e para fazê-los passar por provas a fim de abençoá-los mais tarde. — Portanto, não pensem que foi com a sua própria força e com o seu trabalho que vocês conseguiram todas essas riquezas.  Lembrem-se do SENHOR, nosso Deus, pois é ele quem lhes dá força para poderem conseguir riquezas.  Vocês estão vendo que assim ele está cumprindo a aliança feita por meio de juramento com os nossos antepassados. Mas, se vocês esquecerem o SENHOR, e adorarem e servirem outros deuses, eu aviso hoje que vocês certamente morrerão.  Se não obedecerem ao SENHOR, nosso Deus, então vocês morrerão, como vão morrer os povos que Deus vai destruir na presença de vocês.  Deuteronômio 8.11, 20 Fique na Paz do Senhor Jesus!   Suzana Souza,
                Bíblia,  Manual do Fabricante para se viver a vida.
J
EuSouÚnicoSalvador.
Ouça diariamente: 
Momentos de Paz e Vida - às 22:30h.
                                http://www.redemelodia.net/Player/AoVivo.htm
                                  http://www.vidafm.fm/index/player-radio-sp       
existe uma maneira mais inteligente de se prevenir contra acidentes envolvendo isqueiros
No passado o isqueiro era uma parafernália composta por aço, pederneira e mecha, um aparato bem complicado de usar. Hoje, o moderno isqueiro a gás conquistou rapidamente a preferência dos usuários graças à sua praticidade e ao baixo custo.
Por ser tão popular, muitas versões mais baratas e pouco seguras desses isqueiros começaram a ser vendidas, sobretudo no comércio informal. Os acidentes não demoraram a acontecer: De sobrancelhas chamuscadas até a explosão do isqueiro na mão do usuário, muitos acidentes sérios têm colocado em risco a integridade física do consumidor.
Isqueiro com o selo holográfico do Inmetro
Por esse motivo, o Inmetro baixou a Portaria 191/2007 que criou o Regulamento de Avaliação da Conformidade para isqueiros a gás. Esse regulamento estabelece uma série de critérios e exigências técnicas de fabricação que devem ser obrigatoriamente cumpridas. Os isqueiros aprovados recebem um selo holográfico, de modo que o consumidor possa identificá-los. Nenhum isqueiro a gás com corpo de plástico, recarregável ou descartável, pode ser comercializado no País sem o selo holográfico do Inmetro.
As equipes fiscais do IPEM-SP visitam os locais de venda de isqueiros à procura daqueles que não apresentam o selo holográfico. Quando encontrados, esses produtos irregulares são apreendidos e inutilizados, e o responsável é autuado.
Portanto, compre apenas isqueiro que tenha o selo holográfico do Inmetro! Essa é a maneira mais inteligente de se proteger contra acidentes envolvendo isqueiros.

Mais notícias
26/03 22:21  Senado aprova ampliação dos direitos dos trabalhadores domésticos
26/03 22:13  Demóstenes Torres deve seguir afastado do cargo de procurador de Justiça
26/03 22:07  Admissão de culpa em Termo de Compromisso não configura reincidência
26/03 20:58  Ajufe entrega nota técnica ao Congresso para defender criação de TRFs
26/03 20:43  Defesa recorre ao STJ para revogar prisão de ex-juiz Nicolau dos Santos Neto
26/03 20:23  Confederação questiona decisão do STF sobre registro de sindicatos
26/03 19:46  Seção Criminal do TJ-SP publica composição de câmaras extraodinárias
26/03 19:32  TJ-SP condena homem a pagar R$ 9,3 mil por racismo contra atendente
26/03 19:13  Erick Pereira: Fim da Emenda 62 é só o começo de debate sobre precatórios
26/03 16:19  Leonardo Avelino Duarte é o novo coordenador nacional do Exame de Ordem
26/03 15:34  Esquema que usa liminares para burlar consignado causa prejuízo a bancos
26/03 15:25  Lanchonete brasileira é impedida de registrar nome Hard Rock no INPI
26/03 14:19  OAB-SP erra ao fazer de cidadãos pobres clientes cativos de uma corporação
26/03 14:17  Justiça da Bahia desbloqueia bens de empresário acusado de sonegação fiscal
26/03 13:59  Notas Curtas: Mutirão dos JECs no Rio de Janeiro chega a 94% de acordos
26/03 13:56  Justiça Federal condena empresários por fraude em licitação no RN
26/03 13:48  Joaquim Barbosa nega pedido para divulgar votos antes da publicação
26/03 13:47  Allan Titonelli: Advocacia de Estado é exclusiva dos advogados públicos
26/03 12:23  Ministro Gilmar Mendes critica tamanho do Judiciário brasileiro
26/03 12:03  Walmart é condenado por tortura psicológica de empregados
26/03 11:42  Veja entrevistas sobre lançamento do Anuário da Justiça São Paulo 2013
26/03 11:42  Notícias da Justiça e do Direito nos jornais desta terça-feira
26/03 11:07  Direito na Europa: Inglaterra pode tornar julgamento secreto para as partes
26/03 10:17  Admissão de culpa pode atenuar pena e é entendida de diversas formas no STJ
26/03 09:16  Empregado remunerado pode ser beneficiado pela Justiça gratuita
26/03 07:45  Arbitramento de lucro não pode configurar materialidade de crime
26/03 07:05  Joaquim Rodrigues: Juízo de admissibilidade de RHC é das cortes superiores
26/03 07:05  IDP completa 15 anos na busca da tecnologia de ponta em Direito

Mais notícias
27/03 22:32  Defensoria entra com Ação Civil Pública de indenização às vítimas da boate Kiss
27/03 22:28  Juiz suspende reintegração de posse após decisão da prefeitura de São Paulo
27/03 19:56  TJ-PR terá mais 25 desembargadores e 175 cargos comissionados
27/03 19:13  Delegado da Polícia Federal é condenado por vazar informações de operação
27/03 17:59  Cabe ao MPF fiscalizar recursos públicos do Sistema Único de Saúde
27/03 17:31  Agravo de Instrumento sem certidão de decisão do TRT não é admitido no TST
27/03 17:24  Voto de Lewandowski no mensalão está pronto desde sexta-feira
27/03 17:10  TJ-SP lança Manual de Cálculos Judiciais para padronizar procedimentos
27/03 17:05  Decisões dos Juizados Especiais Federais do TRF-3 estão na internet
27/03 17:01  Tribunal Regional Federal da 4ª Região cria novo projeto de conciliação
27/03 16:40  Parlamento britânico aprova lei que amplia hipóteses de julgamentos secretos
27/03 16:21  Liminar libera empresa pública de apresentar certidão de débitos trabalhistas
27/03 16:00  TJ-SP e Haddad fecham acordo para coibir a violência contra a mulher
27/03 15:52  TJ-ES condena advogado que se passou por juiz para praticar extorsão
27/03 15:48  Supremo Tribunal Federal errou no prazo dos embargos no mensalão
27/03 15:17  STF convoca audiência pública sobre financiamento de campanhas eleitorais
27/03 15:04  Apadep critica decisão que obriga defensor a manter inscrição na OAB
27/03 14:53  Mutirão do Tribunal de Justiça de PE classifica mais de 150 mil processos
27/03 14:14  Casal é preso por desviar R$ 14,2 milhões em precatórios do TJ-RN
27/03 14:08  A Toda Prova: ADPF é usada para evitar ou reparar dano a preceito fundamental
27/03 13:44  Indústrias de suco terão que pagar R$ 400 milhões por terceirização
27/03 13:29  Divulgado resultado das provas objetivas e discursivas do concurso do CNJ
27/03 11:44  Notícias da Justiça e do Direito nos jornais desta quarta-feira
27/03 11:13  Suprema Corte dos EUA tem dia de indecisões em audiência sobre união gay
27/03 11:05  Justiça determina fornecimento de remédio não registrado na Anvisa
27/03 11:03  Juízes e oficiais de Justiça discutem Central de Mandados na Paraíba
27/03 10:52  Desembargador Francisco Dantas tomará posse como presidente do TRF-5
27/03 10:49  Município de Santa Maria é condenado a indenizar por falha em diagnóstico
27/03 10:44  Quatro juízes são promovidos a desembargador do TJ de São Paulo
27/03 08:26  Cláudio dell'Orto: ?Procurei, na Filosofia, justificar a ciência do Direito?
27/03 07:54  Rodolpho Finimundi: Terceirização pode custar caro para empresas
27/03 07:39  José da Silva: MP dos Portos traz insegurança jurídica para investimentos
27/03 07:21  Comoriência afasta recebimento de herança por direito de representação

O Senado aprovou hoje (26), em segundo turno, a proposta de emenda à Constituição (PEC) que estende aos empregados domésticos todos os direitos dos demais trabalhadores regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Foram 66 votos favoráveis e nenhum contrário.

A PEC das Domésticas, como ficou conhecida a proposta, garante a essa classe trabalhadora o direito, entre outras coisas, a ter recolhido o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e a receber indenização em caso de demissão sem justa causa. A indenização, no entanto, deverá ser regulamentada posteriormente por projeto de lei complementar.

Os empregados que trabalham em domicílios, caso de faxineiras, jardineiros, cozinheiras e babás, por exemplo, também passam a ter a jornada máxima de trabalho estabelecida em oito horas diárias e 44 horas semanais. Em caso de o serviço se prolongar para além desse período, eles também passam a ter direito ao recebimento de horas extras de 50% a mais que o valor da hora normal e adicional noturno de 20%, no caso de o trabalho ocorrer após as 22h.

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) aponta que existem atualmente cerca de 6,6 milhões de trabalhadores domésticos no Brasil, sendo 92,6% deles mulheres. Apesar de mostrar o receio de que as empregadas domésticas caiam ainda mais na informalidade com o aumento dos custos da contratação para os patrões, os senadores oposicionistas também apoiaram a aprovação da PEC.

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) disse que a nova fase de transição vai “demandar cuidado e atenção”, mas que o Brasil está fazendo um avanço. “Hoje, de fato e não apenas na retórica, nós damos um passo para nos aproximarmos dos países desenvolvidos”, disse Aécio.

A presidenta da Federação Nacional das Trabalhadoras Domésticas, Creuza Maria Oliveira, acompanhou a votação e disse não acreditar em aumento do desemprego ou da informalidade. “Não acredito no desemprego, ele ocorre quando o salário aumenta. Vai haver uma acomodação do mercado”, disse. Para ela, isso compensa porque se trata de “uma conquista de quase 80 anos”.

A Secretaria Especial de Políticas para a Mulher (SPM) também acompanhou de perto a votação. A ministra Eleonora Menicucci compareceu ao Senado, mas deixou as declarações a cargo da secretária de Autonomia Econômica das Mulheres, Tatau Godinho. Para ela, a ampliação de direito não pode ser vista como um “problema” e a PEC não vai significar um aumento importante dos custos para quem já paga os direitos trabalhistas das domésticas.

“O que aumenta efetivamente é a obrigatoriedade do FGTS. Aqueles empregadores que cumprem a legislação, esses já pagam décimo terceiro salário, férias, INSS, já cumprem com a jornada de 44 horas semanais. São direitos que já existiam. Então para esses, o aumento é muito pouco”, disse.

O presidente do Congresso Nacional e do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), disse que a promulgação da PEC será feita em uma sessão solene na próxima terça-feira (2).



0 comentários:

Obrigado pelo seu Comentario, seja bem vindo !

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga