Redes sociais podem favorecer o diálogo e o debate, destaca Papa

18:35 Radio Ideal FM 0 Comentarios


Redes Sociais: portais de verdade e de fé; novos espaços de evangelização. Esse é o tema da mensagem do Papa Bento XVI para o Dia Mundial das Comunicações Sociais deste ano divulgada nesta quinta-feira, 24, dia de São Francisco de Sales, padroeiro dos jornalistas. Na mensagem, o Santo Padre destacou a funcionalidade das redes sociais, espaços que, quando são valorizados equilibradamente, contribuem para favorecer formas de diálogo e debate. 

Para o Pontífice, se essas formas de diálogo preservarem o respeito e a privacidade, se tiverem responsabilidade e empenho pela verdade, "podem reforçar os laços de unidade entre as pessoas e promover eficazmente a harmonia da família humana".

Nesses mesmos ambientes, Bento XVI disse que a troca de informação pode ser frutífera, promovendo uma verdadeira comunicação, amizade e facilitar a comunhão. Mas ele destacou que, desempenhando este papel, as pessoas que participam das redes devem se esforçar para serem autênticas, pois estão partilhando não apenas ideias e informações, mas comunicando a si mesma. 

Outro ponto destacado pelo Papa na mensagem é que essa preocupação com a utilização de novas linguagens não é tanto para estar em sintonia com o tempo atual, mas para fazer com que a riqueza do Evangelho alcance a mente e o coração de todos. 

O Pontífice também mencionou que a cultura das redes sociais e mudanças na forma de comunicar colocam desafios àqueles que querem falar de verdades e valores. Assim como acontece em outros meios de comunicação, o Papa lembrou que, às vezes, o significado e eficácia da expressão parecem mais determinados pela sua popularidade do que por sua importância. 

“Por conseguinte os meios de comunicação social precisam do compromisso de todos aqueles que estão cientes do valor do diálogo, do debate fundamentado, da argumentação lógica; precisam de pessoas que procurem cultivar formas de discurso e expressão que façam apelo às aspirações mais nobres de quem está envolvido no processo de comunicação”. 

Além disso, o Papa afirmou que ser verdadeiramente abrangente é um desafio para as redes sociais. Ele mencionou que os fiéis têm cada vez consciência que, se a Boa Nova não for dada também no ambiente digital, poderá ficar alheia àqueles que acham importante estes espaços. 

E embora haja o desejo de partilhar a fé no ambiente digital, Bento XVI destacou que, se a partilha do Evangelho é capaz de dar bons frutos, isso acontece pela força que a própria Palavra de Deus tem de tocar os corações e não tanto pelo esforço humano. Nesse sentido, ele citou a necessidade de ter discernimento também nas redes sociais.

“A confiança no poder da ação de Deus deve ser sempre superior a toda e qualquer segurança que possamos colocar na utilização dos recursos humanos. Mesmo no ambiente digital, onde é fácil que se ergam vozes de tons demasiado acesos e conflituosos e onde, por vezes, há o risco de que o sensacionalismo prevaleça, somos chamados a um cuidadoso discernimento”.


Canção Nova.com

0 comentários:

Obrigado pelo seu Comentario, seja bem vindo !

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga