Prefeito faz vistorias em obras inacabadas

16:07 Radio Ideal FM 0 Comentarios




Com o objetivo de avaliar a real situação das obras da Municipalidade, o prefeito Edson Marcusso percorreu diversos pontos da cidade, no último sábado, dia 19. Acompanhado do vice-prefeito Juninho Barbosa e do secretário municipal de Obras e Vias Públicas, Paulo Rogério Fogaça, a vistoria foi iniciada no Estádio Municipal “Antonio Pereira Gamito” – o Gamitão -, que teve suas obras de ampliação e reformas paralisadas em 2012.
     Além de providências para a retomada e celeridade do término da obra, Marcusso solicitou uma série de providências ao secretário Paulo Rogério, como a implantação das torres de iluminação no campo e na quadra, a substituição dos alambrados, a reativação da pista de atletismo, manutenções na arquibancada e o fechamento de pontos de invasão no muro do estádio.
     Durante visita, um levantamento foi efetuado pelo prefeito e sua equipe, apontando quais serão as ruas e localidades que necessitam de recapeamento e pavimentação, para que sejam elaborados estudos e gestões visando a execução dos serviços.

 
Parque Novo Mundo
     No Parque Residencial Novo Mundo, duas obras foram visitadas por Marcusso e sua equipe. No Centro de Esportes e Lazer que está sendo construído, o prefeito vistoriou as obras da piscina, da cancha de bocha e da quadra poliesportiva que estão inacabadas. O prefeito ainda vistoriou as obras da creche municipal, que já entrará nos próximos dias na fase de acabamento (pisos). Aproveitou para vistoriar as obras do conjunto habitacional do CDHU, que terá 178 apartamentos.
     Entre as providências solicitadas para a agilização e finalização do centro esportivo, figuram a colocação de alambrados e melhorias na quadra poliesportiva. O prefeito solicitou medidas emergenciais para conter o avanço da erosão decorrente da falta de sistema de escoamento de águas pluviais, que já compromete o asfalto, a guia a sarjeta, na Rua Almério Dorighello.

 
Cemitério da Saudade
     Em vistoria ao Cemitério da Saudade, Marcusso determinou ao secretário Rogério Fogaça que as soluções sejam encaminhadas em duas frentes de trabalho. De forma prioritária, o prefeito solicitou que fosse apresentada uma solução em curto prazo, que contemple a ampliação da capacidade de atendimento do cemitério, que está próximo do ponto de estrangulamento.
     A questão da superlotação do Cemitério da Saudade é um problema antigo e conhecido de Boituva, que se arrasta há mais de 7 anos, sem nenhuma solução apresentada pelo governo anterior. Como segunda frente de trabalho, Marcusso e sua equipe já estudam alternativas para uma solução definitiva para essa questão, que é a construção de um novo Cemitério.

 
Da Assessoria de Comunicação
Prefeitura de Boituva

0 comentários:

Obrigado pelo seu Comentario, seja bem vindo !

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga