Manu inicia negociações para implantação da Escola do Senai em Tatuí Unidade poderá ser instalada no antigo Sesi, hoje Secretaria Municipal da Educação

16:29 Radio Ideal FM 0 Comentarios



Uma das principais propostas de campanha do prefeito José Manoel Correa Coelho, Manu, começa a decolar. Nesta quinta-feira, 10, acompanhado do secretário municipal da Indústria e Desenvolvimento Econômico, Ronaldo José da Mota, o novo chefe do Executivo de Tatuí recebeu, em seu gabinete, o diretor regional do Senai, Jocelei Oliveira. Na pauta do encontro, as primeiras tratativas para a tão sonhada escola de qualificação profissional, que servirá como novo fôlego para a atração de novas indústrias.
As negociações avançaram rapidamente, com a alternativa da utilização do espaço da “antiga” escola do Sesi, hoje sede da Secretaria Municipal de Educação, como base para escola. E melhor: sem custo. Já que a estrutura pertence ao município.
Segundo o diretor do Senai, o espaço é adequado possui 10 salas de aulas amplas e ambientes complementares suficientes para abrigar máquinas e equipamentos usados para formação dos alunos. A quadra de esportes serviria também como oficina prática para construção civil, com espaço suficiente para construção de fundamentos, paredes e pintura. “Há cinco anos estamos negociando a implantação do Senai em Tatuí, mas sem sucesso. A força de trabalho de uma empresa depende de seu desenvolvimento. Se ela não tem um bom capital humano, bem preparado, não tem a mesma competitividade de uma concorrente que tenha mão de obra especializada”, argumentou Oliveira.
O Senai oferece diversas opções de qualificação, desde a aprendizagem e formação inicial contínua, com cursos de duração de 24 meses, até especialização e aperfeiçoamento com cursos de 60 horas, com 8 horas de treinamento. As opções são disponíveis a ambos os sexos, com idade entre 14 e 24 anos, e garantem diploma e preparação completa para ingresso imediato ao mercado de trabalho.
Segundo o secretário da Indústria, os cursos em Tatuí serão voltados inicialmente às áreas de mecânica, eletrônica e metalúrgica. Já na terça-feira, pela manhã, uma reunião com os próprios empregadores, engenheiros da Prefeitura e do Senai, deverá definir o cronograma de ações além da primeira grade de cursos. “Temos hoje 20 empresas de médio porte nestes segmentos, além de outras 5 de grande porte, FBA, Ford, Yazaki, Delmar e Rontam, que empregam mais de mil funcionários cada, além da Noma em processo de instalação”, explicou Mota.
Enquanto, avança a parte burocrática, em especial na questão de ampliação da capacidade da rede elétrica, e escolhe novo lugar para abrigar a Secretaria Municipal de Educação, Manu quer que o Senai móvel abra já em janeiro vagas para formação e especialização de soldadores, com cursos modulados de 40 e 160 horas. A princípio duas turmas, com 12 alunos cada serão instalados. O curso é inédito na cidade e terá conteúdo prático. “Estamos realizando um sonho. Isso jamais aconteceu em Tatuí. Vamos ter a nossa própria Escola do Senai e sem precisar pagar aluguel”, comemorou o prefeito.
Rescisão de Contrato
Manu lembrou ainda que vai averiguar um contrato firmado pelo ex-prefeito para locação de um imóvel, na rua Anacleto Dias Batista, Jd. Fortunato Minguini, prédio que abrigaria a unidade do Senai. O imóvel sequer foi utilizado e mesmo assim dois meses de aluguel foram pagos, em 2012. O contrato tem duração de um ano, mas deve ser rescindido. O valor mensal do aluguel é de R$ 17.952.
Prefeito, diretor regional do Senai e secretário municipal da Indústria.

Manu e Jocilei Oliveira durante visita a sede da Secretaria de Educação, antiga escola do Sesi

Reunião no gabinete define ações para instalação do Senai.Fotos
Crédito: Comunicação Tatuí - Evandro Ananias

0 comentários:

Obrigado pelo seu Comentario, seja bem vindo !

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga