Edson Giriboni intermedia novos investimentos para Tatuí Secretário acompanhou o prefeito Manu em audiências no Fehidro e Habitação

19:03 Radio Ideal FM 0 Comentarios


Secretário recebe o prefeito de Tatuí para tratar de projetos do Fehidro

O prefeito de Tatuí cumpriu agenda de compromissos em São Paulo, na última terça-feira, 22. Acompanhado dos engenheiros Paulo Wesley Soares, gestor de convênios do município, e Gerson Bellucci Lopes, diretor do Departamento Municipal do Meio Ambiente, José Manoel Correa Coelho, Manu, esteve nas secretarias estaduais de Saneamento e Recursos Hídricos, e Habitação.
No primeiro encontro, ao lado do deputado estadual e secretário Edson Giriboni, Manu esteve com técnicos do Fehidro (Fundo Estadual de Recursos Hídricos) para obter mais informações sobre o sistema de financiamento de projetos, em especial para as ações de recuperação ambiental do Ribeirão do Manduca. Após explanações preliminares, o prefeito determinou inicio imediato da elaboração de laudos e estudos de viabilidade ambiental, além de projeções estruturais e financeiras.
Tatuí já é parceria do Fehidro em dois projetos, atualmente em curso, a implantação de fossas sépticas no Bairro dos Mirandas e Santuário, além de um programa de educação ambiental voltados a alunos da rede pública.
Porém, uma surpresa. A Prefeitura deixou de assinar no ano passado o convênio para formalização do Plano Municipal de Macrodrenagem Urbana, mesmo após a conclusão do projeto técnico pelo Departamento de Água e Energia Elétrica. “Contaremos com a sensibilidade e o espírito público do secretário Giriboni para reverter essa situação, pois sem esse plano nossa cidade será impedida de receber recursos estaduais e federais relativos à drenagem, com a implantação de galerias e ações de combate a enchentes”, explicou Manu.
Silvio Torres, Giriboni e Manu em audiência na Secretaria da Habitação

Na Secretaria da Habitação, também acompanhado de Giriboni, o prefeito apresentou reivindicações para construção de novas moradias para famílias que residem em áreas de risco ou em casas consideradas como inadequadas.
O secretário Silvio Torres solicitou o levantamento do número de moradias dessa natureza, além das matrículas de possíveis terrenos de propriedade da Prefeitura que possam abrigar novos conjuntos habitacionais. “Além das ações pela CDHU, poderemos ser contemplados pelo Programa Casa Paulista, iniciativa do Governo do Estado, similar ao Minha Casa, Minha Vida, onde o município não precisa doar o terreno como contrapartida, facilitando as construções e também parte dos trâmites burocráticos”, comentou Manu que conseguiu aval definitivo de Torres, para instalação de uma nova unidade o CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) e do Fundo Social de Solidariedade, no bairro do Tanquinho.
Também ficou acordada uma ação de levantamento das casas não ocupadas e invadidas do próprio Conjunto Habitacional “Mário dos Santos” - Tatuí E, que serão repassadas aos suplentes do sorteio da CDHU. Outro trabalho articulado será pela priorização do Projeto Cidade Legal, que prevê a regularização fundiária e de matrículas especialmente em bairros como o Jardim Gonzaga e Vila Angélica. 
Fonte : AI/Prefeitura de Tatuí SP
Fotos: Crédito: AI/SSRH

0 comentários:

Obrigado pelo seu Comentario, seja bem vindo !

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga