Capacitação do radiodifusor comunitário

15:59 Radio Ideal FM 0 Comentarios



Gabriela Contieri
Uma parceria entre o Ministério das Comunicações e a Universidade Federal Fluminense (UFF) vai promover eventos
de capacitação para os segmentos de radiodifusão pública e comunitária. O objetivo do acordo de cooperação técnica,
 publicado no Diário Oficial da União, é melhorar a atuação das emissoras junto à comunidade onde estão localizadas.
A UFF será responsável por implementar, coordenar e realizar o evento de capacitação. O Minicom vai desenvolver,
 elaborar e dar apoio técnico, disponibilizar dados e informações técnicas e acompanhar e avaliar os resultados
alcançados. A atividade também terá apoio da Associação das Rádios Públicas do Brasil (Arpub), que ficará encarregada
de mobilizar as emissoras e formular o modelo do evento, em conjunto com o ministério.
A capacitação dos radiodifusores abrange temas como o setor de radiodifusão pública e comunitária e seus aspectos
jurídicos; a programação das emissoras; gestão de uma emissora de rádio; tecnologias inerentes à programação e
 experiências sobre a operação do serviço de radiodifusão.
O coordenador-geral de Radiodifusão Comunitária do MiniCom, Samir Maia, ressalta alguns pontos que deverão
 ser reforçados durante os eventos. “Além de apresentar um diagnóstico da radiodifusão comunitária no país, o
 ministério vai mostrar para as associações que ainda não possuem autorização para operar uma emissora o que é
 uma rádio comunitária, como é o seu dia a dia e qual a documentação necessária para participar de um aviso de
 habilitação e receber a outorga”.
O acordo com a UFF, com sede em Niterói (RJ), dá sequência às parcerias que vêm sendo feitas pelo MIniCom com
 outras entidades desde 2011. Até agora, o ministério já celebrou acordo com a Empresa Brasil de Comunicação (EBC),
Funtelpa (PA), Irdeb (BA), Aperipê (SE), UFSCar (SP) e Fundação Piratini (RS). Samir Maia explica que ao fechar parcerias
 com entidades de diferentes regiões do Brasil o objetivo do MiniCom é tornar essa capacitação o mais abrangente
possível.
Fonte: Ministério das Comunicações

0 comentários:

Obrigado pelo seu Comentario, seja bem vindo !

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga