Silvia Brandalise receberá prêmio na Hemo 2012

06:53 Radio Ideal FM 0 Comentarios



A médica Silvia Brandalise, presidente do Centro Infantil Boldrini, receberá o prêmio de Professora Homenageada pela Hematologia Pediátrica, no dia 9 de novembro, no Rio de Janeiro, na abertura do Congresso Brasileiro de Hematologia e Hemoterapia – Hemo 2012, organizado pela Associação Brasileira de Hematologia, Hemoterapia e Terapia Celular (ABHH).

O professor Cármino Antonio de Souza, presidente da ABHH, fala da importância da doutora Silvia. "A Associação se sente honrada em homenagear a professora Silvia Regina Brandalise. A sua indicação pelo Comitê de Hematologia Pediátrica da ABHH revela sua liderança e sua importância junto a seus pares e foi prontamente aceita por nossa diretoria. Eu, pessoalmente, sou colega de docência na Unicamp, amigo de longa data e pude acompanhar toda a carreira acadêmica e profissional da professora Silvia, voltada ao combate do câncer infantil e na organização do Centro Boldrini, uma das instituições filantrópicas que mais nos orgulha, por seu trabalho contínuo e qualificado.”

A entrega do prêmio será feita pelo titular do Departamento de Pediatria Hematológica da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), doutor Marcos Borato Viana. “A homenagem concedida pela ABHH é um tributo pela atuação da doutora Silvia na área da hematologia, principalmente na triagem neonatal e doença falciforme”, afirma o doutor Viana, também membro do Comitê de Hematologia da ABHH.

“O caráter humano foi decisivo para esta homenagem. Considero muito importante o carinho que ela tem com as crianças. É um carinho de verdade, sem ser piegas, respeitoso. Sobretudo porque é uma profissional completa, reconhecida no Brasil e no exterior que, entre várias atividades, coordena o Grupo Brasileiro de Tratamento da Leucemia na Infância (GBTLI). Desde a década de 80 vem se esforçando para contribuir para o conhecimento da leucemia linfoblástica no país”, diz o professor Viana.

Pesquisador da UFMG da área de leucemia e de doença falciforme, o professor Viana considera que o Centro Boldrini tem uma importância enorme para o tratamento no país, além de ser um centro de formação de recursos humanos. “O Boldrini foi uma escola de formação da hematologia pediátrica no Brasil”, diz o professor.


Silvia Brandalise - Na área da oncologia e hematologia pediátrica se destacou inicialmente pela montagem do primeiro laboratório de Coagulação e Fibrinólise na Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp (1970). Posteriormente, com auxílio do Clube das Ladies de Campinas, foi fundado o Centro Infantil Boldrini (1978). Participou ativamente na concepção, estruturação e desenvolvimento da entidade.

Como docente da Unicamp, contratada em regime de dedicação exclusiva ao ensino e à pesquisa (RDIDP), propôs a celebração do Termo de Parceria entre a Universidade e o Centro Infantil Boldrini, com o objetivo de cooperação técnica nas áreas da assistência, ensino e pesquisas voltadas ao câncer e doenças sanguíneas de crianças e adolescentes. O convênio foi aprovado e publicado noDiário Oficial, fato que propiciou sua plena atuação no desenvolvimento dessas especialidades, ainda incipientes no Brasil.

Nessa trajetória do Centro Boldrini, foi de grande importância sua
indicação pela Sociedade Brasileira de Hematologia e Hemoterapia (SBHH) para a Coordenação do Grupo Brasileiro de Tratamento da Leucemia na Infância (GBTLI), sendo que, em 1980, a doutora Silvia coordenava o protocolo LLA-80, que mudou decisivamente as chances de cura da leucemia linfoide aguda (LLA) em nosso país. A partir dessa data, continuou a coordenar em nível nacional os sucessivos protocolos LLA-82, LLA-85, LLA-93, LLA-99 e LLA-2009. Essas atividades foram progressivamente transferidas da SBHH para a Sociedade Brasileira de Oncologia Pediátrica (Sobope).

Participa como membro fundador da Sociedade Latino-Americana de Oncologia Pediátrica (Slaop) e, posteriormente, da Sobope. A participação ativa nessas sociedades científicas em muito auxiliou no intercâmbio de profissionais e na divulgação da onco-hematologia pediátrica no Brasil.

Centro Infantil Boldrini - maior hospital especializado na América Latina, localizado em Campinas, que trata crianças e adolescentes com câncer e doenças do sangue. Atualmente, o Boldrini trata cerca de 7 mil pacientes de diversas cidades brasileiras e alguns de países da América Latina, a maioria (80%) pelo SUS.www.boldrini.org.br

0 comentários:

Obrigado pelo seu Comentario, seja bem vindo !

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga