Fernando Grella é empossado na Segurança Pública Novo secretário disse que sua missão é manter a segurança pública no roll das políticas públicas, promovendo a cidadania e combatendo o crime a violência

09:01 Radio Ideal FM 0 Comentarios


Fernando Grella Vieira assina o termo de posse como secretário de Segurança Pública no Palácio dos Bandeirantes

O novo secretário de Segurança Pública, Fernando Grella Vieira, foi empossado nesta quinta, 22, no Palácio dos Bandeirantes. Ele foi nomeado por decreto de 21 de novembro de 2012 para a vaga do antecessor Antonio Ferreira Pinto, que colocou o cargo à disposição do governador Geraldo Alckmin.

Siga o Governo do Estado de São Paulo no Twitter e no Facebook

Com quase três décadas de experiência profissional acumulada no Ministério Público (foi promotor, procurador e procurador-geral de Justiça por dois mandatos), Grella se comprometeu a empreender um trabalho de aperfeiçoamento do programa de segurança pública já em curso. "Os investimentos, a constante capacitação dos nossos profissionais, a contínua valorização das carreiras policiais e o enfrentamento destemido da violência terão continuidade", disse.

Segundo o secretário, sua missão é manter a segurança pública no roll das políticas públicas, promovendo a cidadania e combatendo o crime a violência. Para isso, vai priorizar a atuação policial a partir do conhecimento ou da inteligência, com a integração com outros estados, municípios e a União. "Crime organizado não respeita fronteiras, a única forma de combatê-lo é com planejamento, inteligência e capacidade de atuação competente", defendeu.

Alckmin parabenizou o ex-secretário Antonio Ferreira Pinto pelo trabalho à frente das secretarias de Administração Penitenciária e Segurança Pública nos últimos seis anos e deu as boas-vindas ao novo titular da segurança. "Novos desafios lhe estão sendo apresentados, ele (Grella) está plenamente capacitado para enfrentá-los", destacou.

O governador ressaltou que a segurança pública e o combate à violência estão na própria razão de ser do Estado, "são preocupações centrais para os poderes públicos, que devem promovê-los, e para os cidadãos, que precisam usufruir de um ambiente pacífico e seguro para levarem plenamente as suas vidas".

0 comentários:

Obrigado pelo seu Comentario, seja bem vindo !

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga