Arnaldo Faria de Sá defende aglutinação e grande articulação da Radiodifusão Comunitária. “Isso vem em primeiro lugar”

11:17 Radio Ideal FM 0 Comentarios



Durante encontro com rádios comunitárias da região de Itu, nessa sexta-feira (16.11), o deputado Arnaldo Faria de Sá disse que “precisamos nos articular. Estamos tomando espaço deles, mas de forma desordenada”
“Essa é a primeira coisa que temos de fazer – continuou. Perdemos o poder de articulação. Precisamos fazer a mobilização e a grande articulação. Eles perderam força, mas não ampliamos a nossa”.
E enfatizou: “Conheço 90% das rádios comunitárias do Estado de São Paulo e algumas de outros Estados e posso asseverar que elas não têm nenhum interesse comercial, apenas fazem a comunicação integradora das comunidades”.
A reunião em Itu foi convocado pelo FDC e pela Radionova FM, do bairro Cidade Nova, liderada por Normino Oliveira, e reuniu rádios de várias cidades da região. “Primeiro, organizar; depois cobrar; depois exigir; depois radicalizar”, enfatizou.
O deputado paulista, vencedor do Prêmio Congresso em Foco 2010, na votação pela internet confirmou sua presença no I Encontro Brasileiro de Comunicação Comunitária, em Belo Horizonte, nos dias 08e 09/12 (sábado e domingo).
“De Belo Horizonte – disse Arnaldo Faria de Sá – podemos partir para um segundo encontro nacional, de grande porte, lá por fevereiro, em outra capital. O momento é agora: preparar o terreno para ter em 2.013 um grande ano de lutas”.
“Por que tanta pressão agora contra as Comunitárias – perguntou. Porque antes eles pensavam que iam ter prejuízos, enquanto, agora estão sentido o prejuizo concretamente. Eles perderam força, mas não soubemos impor a nossa força”.
Em Itu ocorreu o 1º de uma série de 20 a 30 encontros, programada para todo o Estado de São Paulo. Vamos fazer, de novo, reuniões verdadeiras, em todas as regiões, depois vamos juntar tudo e mostrar o que podemos fazer – concluiu.
Nos últimos anos 90, o autor da Lei 9.612/98, era o líder parlamentar de grandes mobilizações. Em dado momento, teve de optar: ou continuar jornalista comentarista da rádio e da TV Bandeirantes, ou continuar com as Comunitárias.
Preferiu a segunda opção e foi dispensado da radiodifusão comercial.

0 comentários:

Obrigado pelo seu Comentario, seja bem vindo !

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga