Embrapa na Radio Ideal Fm

14:57 Radio Ideal FM 0 Comentarios



Produção de leite na agricultura familiar

A produção leiteira é uma atividade comum em quase 80% dos estabelecimentos agrícolas familiares brasileiros. A inserção dos agricultores familiares na cadeia produtiva do leite permite a ocupação da mão-de-obra familiar, a diversificação da atividade agrícola e a geração de renda. No entanto, a adoção da tecnologia isoladamente não resolve os problemas da efetiva ocupação e produção dos agricultores familiares. A partir de experiências de agricultores familiares assentados da reforma agrária no município de Unaí (MG), estudiosos da Embrapa Cerrados (Brasília/DF) concluíram que um aspecto fundamental é a organização social.
Este é o tema do Prosa Rural desta semana que tem a participação do pesquisador da Embrapa Cerrados, José Humberto Valadares Xavier, e do produtor rural Joaquim Soares Rodrigues, do Assentamento Rural Tear Santa Clara, em Unaí.
“O processo organizativo é elemento estratégico para que um conjunto de tecnologias disponíveis seja incorporado aos sistemas produtivos dos agricultores familiares. Além disso, sabe-se hoje que um dos principais problemas enfrentados pelos agricultores familiares é a inserção de seus produtos no mercado, e este é outro aspecto no qual a organização dos agricultores pode ser decisiva”, afirma José Humberto Valadares Xavier.
A experiência em Unaí é um exemplo de como o fortalecimento da organização pode efetivamente contribuir para a inserção favorável na cadeia produtiva do leite dos agricultores familiares. Um grupo de agricultores familiares se organizou para planejar, executar e fazer a gestão de um tanque coletivo para o resfriamento de leite para possibilitar a inserção do produto no mercado. O projeto de implantação do tanque coletivo serviu para mobilizar os assentados, não só do ponto de vista da produção, mas também como um processo educativo e capacitador no aspecto da organização social.
Segundo Xavier, com os tanques coletivos para o resfriamento do leite, a comunidade pôde se associar a uma cooperativa, os produtores passaram a receber um preço melhor pelo leite e aprenderam a se organizar coletivamente. Durante o processo, eles perceberam que precisavam melhorar a escolaridade para calcular melhor os custos de produção e o lucro obtido com a venda do leite. Então, decidiram instalar uma sala de aula na comunidade.
Saiba mais sobre este assunto ouvindo o Prosa Rural, o programa de rádio da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. O programa conta com o apoio do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome.

0 comentários:

Obrigado pelo seu Comentario, seja bem vindo !

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga