Abraço-SE quer mostrar a relevância da comunicação comunitária em evento inédito

10:31 Radio Ideal FM 0 Comentarios





Uma grande iniciativa capaz de transformar o senso crítico das pessoas em relação a atual mídia no Brasil será realizada pela Abraço-SE (Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária de Sergipe). A entidade promoverá o Primeiro Simpósio de Radiocomunicação Comunitária, com o tema: Radio Comunicação Comunitária, um Direito Humano. O evento acontecerá no dia 10 de Março de 2012 das 08 ás 11:30 e das 14:00 às 17:00 na sede do Sindicato dos Radialistas de Sergipe, situado na Av. João Ribeiro, 973 – Bairro Santo Antônio. O objetivo é instigar a sociedade no sentido de discutir a prática e o conceito de Direito Humano à Comunicação, buscando promover o senso crítico e a formação de sujeitos ativos que através do acesso às mídias possam efetivar sua participação e intervenção social.
Surgido da idéia de discutir a mídia através de debates populares, o simpósio pretende mudar a forma como a radiodifusão comunitária vem sendo tratada pela política e as grandes mídias brasileiras. A Abraço-SE espera que a partir deste evento, as rádios comunitárias do estado ocupe espaços de discussão na mesma proporção dos meios de comunicação de massa, fazendo com que esse direito também seja um modo de inclusão.
De acordo com o Coordenador da Abraço-SE, Roberto Amorim, o que será trabalhado no simpósio será relevante tanto para os radiocomunitaristas quanto para a sociedade em geral. “Do ponto de vista técnico discutiremos a Rádio Comunitária como um espaço de convergência de mídias e do ponto de vista político evidencia para todos que comunicação além de ser um instrumento que possibilita dar voz de forma direta ao cidadão constitui-se também como instrumento de inclusão”, explicou.
Para Roberto Amorim, o tema do evento retrata a forma pela qual as relações sociais são cada vez mais intermediadas pelos meios de comunicações. “Diante de um cenário cuja concentração se faz como a principal característica do sistema brasileiro de comunicação, pensar em consolidar e praticar o conceito de Direito Humano à Comunicação comunitária é fundamental, no sentido de promover o senso crítico e a formação de sujeitos ativos que através do acesso às mídias possam efetivar sua participação e intervenção social” disse o coordenador.
Para inscrições clique aqui
Bruno Caetano
Da Redação

Radialistas comunitárias de Crateús e Inhamuns participam do curso Programação Radiofônica Comunitária e Educativa. A formação, no dia 24 de fevereiro, no Centro Diocesano de Treinamento de Crateús, resgatará e fortalecerá o espírito contestatório, público e educativo das emissoras. “Durante o curso apresentamos as características da comunicação comunitária, a história das rádios livres e comunitárias e o papel social e educativo”, explica o coordenador executivo daAbraço-CE (Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária do Ceará) Ismar Capistrano. Já o coordenador de mobilização e organização, Sérgio Lira, afirma que o fortalecimento do espírito comunitário das emissoras é fundamental.
A capacitação deverá reunir 25 radialistas. A Rádio Camponesa de Crateús está sediando o evento. A emissora pertence ao assentamento do Movimento Sem Terra no município. “Temos uma preocupação de qualificarmos nossos comunicadores para oferecermos a melhor programação possível para nossos ouvintes”, afirma Pedro Silva, coordenador da Camponesa Fm.
O curso foi uma demanda do planejamento participativo da Abraço Ceará realizado nas cinco regionais e consolidado pela coordenação completa. A formação já foi realizada em Jaguaruana para as emissoras do Vale do Jaguaribe e deverá ser realizado em Crato para a região Cariri; Iguatu, região Centro Sul; Aratuba, Maciço de Baturité; Quixadá, Sertão Central e Sobral, região Norte.
Ismar Capistrano
Abraço-CE

0 comentários:

Obrigado pelo seu Comentario, seja bem vindo !

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga