Ambientalistas ou… o que se fala e o que se faz!

10:28 Radio Ideal FM 0 Comentarios




Ambientalistas ou… o que se fala e o que se faz!*
Certa vez, e lá se vão muitos anos, nos tempos em que eu ainda fumava, participei de um debate sobre a legalização da caça.
Logo após uma pergunta aguda ao meu oponente e um tanto nervoso, acendi um cigarro.
Antes de responder à minha pergunta, ele questionou: quem é você, que se diz ambientalista e fuma?
Aquele debate pode ter, talvez, contribuído para evitar a legalização da caça, conforme pretendia a Associação Brasileira de Caça. Pode ser. Disto tenho certeza nenhuma, mas certamente contribuiu para me fazer pensar muito sobre a coerência entre meus atos e meus ideais.
Ora, não poderia apresentar-me como ambientalista fumando como fumava!  Os problemas causados pelo hábito de fumar não se restringem apenas aos impactos provocados à saúde do fumante e dos que estão ao seu redor. Há outros impactos. Para cada quilo de tabaco, usa-se 25 kg de lenha nos fornos para a secagem. Doze por cento das árvores cortadas, anualmente em todo o mundo, destinam-se a sustentar a produção de cigarros.
Para se ter uma idéia, para a produção de 300 cigarros é necessário derrubar uma árvore. Fazendo as contas, chegamos a um dado concreto: o fumante médio, aquele que consome um maço de cigarros por dia, é responsável pelo abate de duas árvores ao mês.
Como se vê, é contraditório um fumante considerar-se um ambientalista.
Neste mesmo diapasão, penso que há muita gente que se sensibiliza com a destruição da floresta amazônica e de belas regiões como a do pantanal mato-grossense, mas parece não levar em conta que um dos maiores responsáveis por toda essa destruição está lá na ponta: no prosaico hábito do churrasquinho do final de semana e do bife de todo dia.
É a pecuária uma das principais responsáveis pela devastação de nossas florestas, especialmente a amazônica.
Dados extraídos de um trabalho científico realizado por pesquisadores do Instituto de Alimentos e Biotecnologia da Suécia apontaram que os produtores de carne bovina são responsáveis pelo desmatamento de cerca de 70% da Amazônia brasileira
Segundo a mesma pesquisa, de 1986 a 2006, portanto, durante 20 anos, os produtores de gado causaram a destruição de mais de 20 milhões de hectares da floresta amazônica.
Quem acredita ser importante ter atitudes ambientalmente corretas, mas fuma e come carne, tem que refletir sobre estes dados.
GABRIEL BITENCOURT TEM SEMANALMENTE O PROGRAMA MEIO AMBIENTE POR INTEIRO QUE É REPRODUZIDO NA RADIO IDEAL, DURANTE A PROGRAMAÇÃO DA RADIO IDEAL

0 comentários:

Obrigado pelo seu Comentario, seja bem vindo !

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga