Alunos da Apae trabalham com hortas e desenvolvem coordenação motora

09:33 Radio Ideal FM 0 Comentarios



Os alunos e funcionários da Associação de Pais e Amigos do Excepcional (Apae) de Boituva, realizaram durante o mês, colheitas de alface e plantio de um novo canteiro de beterrabas em suas hortas. De acordo com a Secretaria de Agricultura, além de produzir os próprios alimentos, o plantio também ajuda na coordenação motora dos alunos.
Desde o início do projeto, foram plantados 12 canteiros, contendo diversos legumes e verduras que são consumidos pelos próprios alunos, o que estimula além da bom alimentação, a participação nas atividades coletivas de plantio e colheita. Atualmente, a Apae possui 60 alunos, além de 20 em ambulatório, que passam por um programa de estimulação, mas ainda não possuem idade mínima para as salas de aula.
Durante o desenvolvimento da horta, os aluno participam de todo o processo, desde a preparação de terra, até a colheita. “Há alunos que mostram possuir habilidades motoras que impressionam os funcionários e até eles mesmos”, diz o técnico agropecuário Roberto Aparecido Laroze. Ele ainda diz que na horta, há legumes e verduras para várias épocas do ano.
O projeto teve início há mais de dois anos e é uma realização da Apae com a Prefeitura de Boituva por meio da Secretaria de Agricultura.



0 comentários:

Obrigado pelo seu Comentario, seja bem vindo !

Boituva é bicampeã de vôlei na categoria mirim feminina

09:29 Radio Ideal FM 0 Comentarios



A Equipe Mirim Feminina de Vôlei de Boituva foi bicampeã pela Liga de Vôlei de Sorocaba e Região no último sábado, 26, no Ginásio Municipal de Esportes de Boituva. A última partida foi realizada contra a equipe da Faculdade de Educação Física de Sorocaba (Fefiso), que saiu derrotada por 3 X 0.
Foram três partidas finais pela categoria. Na primeira, Boituva saiu derrotada por 3 x 2. Na segunda, também realizada no Ginásio de Esportes Municipal, a equipe boituvense venceu por 3 x 0, e a vitória do último sábado garantiu a primeira colocação para as meninas.
A equipe garantiu o primeiro título pela Liga ano passado, ao vencer a final contra a cidade de Buri. O evento é uma realização da Liga de Voleibol de Sorocaba e Região e conta com apoio da Prefeitura Municipal por meio da Secretaria de Esportes, Turismo, Eventos Especiais e Cultura (Setec).



0 comentários:

Obrigado pelo seu Comentario, seja bem vindo !

Sabesp participa da Semana Nacional de Conciliação 2011

09:27 Radio Ideal FM 0 Comentarios




Expectativa da empresa é conseguir bons acordos com clientes e diminuir o número de processos em trâmite na Justiça
A Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) está participando da sexta edição da Semana Nacional de Conciliação, instituída pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O evento teve início nesta segunda (28/11) e irá até a próxima sexta, dia 2/12, no Memorial da América Latina. A participação da empresa tem como intuito diminuir os casos de litígio em tramitação na Justiça. Este é o quinto ano consecutivo que a Sabesp apoia o evento, que incentiva a resolução rápida e pacífica dos processos, o que diminui a morosidade, os custos altos e melhora a prestação da Justiça para toda a sociedade.
Segundo o advogado da Sabesp no evento, Jaime Melanias, o clima da Semana Nacional de Conciliação é propício para se conseguir bons resultados. “O cliente que nos procura já vem interessado em negociar. Este ‘espírito conciliatório’ facilita muito as coisas. A expectativa é conseguir bons acordos tanto para a empresa, quanto para os clientes”, conta. A Sabesp irá atender de hoje até sexta os casos já cadastrados pela Justiça.
Estima-se que mais de 5 mil pessoas por dia visitarão a feira, que é realizada simultaneamente em todos os Estados e alcançou grandes resultados nas edições anteriores. A expectativa dos organizadores é que mais de 20 mil audiências sejam realizadas até sexta-feira.
Serviço:
Semana Nacional de Conciliação 2011
Data: 28/11/2011 a 02/12/2011
Local: Memorial da América Latina - Praça Cívica
Endereço: Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664 – Barra Funda – São Paulo/SP
 
Horário do evento: 10h às 18h

0 comentários:

Obrigado pelo seu Comentario, seja bem vindo !

Rádios Comunitárias de Fortaleza se destacam no Prêmio Sefin

09:26 Radio Ideal FM 0 Comentarios





Ter bons exemplos de programas são argumentos concretos para que o estado e a sociedade fiquem cientes da importância das rádios comunitárias. Em Fortaleza, por exemplo, a Rádio João XXIII e Pedra FM conquistaram o segundo lugar no Prêmio de Educação Fiscal da Secretaria de Finanças da Prefeitura Municipal de Fortaleza (Prêmio Sefin). O que fez com que as emissoras alcançassem destaque foi o programa Abraço Social. O Prêmio Sefin, que divulgou os resultados no dia 18 de novembro, teve pela primeira vez a categoria de Comunicação Popular.
O Programa Abraço Social foi produzido nos dias 25 e 26 de agosto pela Associação Brasileira de Radiodifusão Comunitária do Ceará (Abraço-CE) e Núcleo de Comunicação Popular de Fortaleza. A capacitação foi feita no Cuca Che Guevara e na Faculdade 7 de Setembro (Fa7). O Professor e Coordenador da Abraço-CE, Ismar Capistrano compartilhou com os comunicadores populares, experiências sobre técnicas de produções radiofônicas e elaboração de entrevistas.
Com o slogan, “Abraço Social, o programa que constrói cidadania”, o projeto radiofônico é um exemplo de utilidade pública, que fornece informação e cultura para a comunidade. O programa mescla os serviços utilitários com músicas que vão de encontro ao tema destaque da edição. Programas como o Abraço Social, fazem com que as rádios comunitárias adquiram cada vez mais respeito, e conseqüentemente conquistas para a comunicação popular no Brasil.
Escute e baixe os programas:
Bruno Caetano
Da Redação

0 comentários:

Obrigado pelo seu Comentario, seja bem vindo !

O cigarro ou a liberdade 28/11/2011 Por joseserra

09:25 Radio Ideal FM 0 Comentarios



O Congresso acaba de aprovar uma lei de combate ao tabagismo que, entre outras coisas, proíbe o fumo em locais fechados. A decisão não protege só os frequentadores eventuais de um restaurante, casa noturna ou bar, mas também os trabalhadores do setor, como garçons, atendentes e DJs. Até os fumantes saem ganhando, já que acabam fumando menos.
O projeto aprovado contém, no entanto, um sério retrocesso: permite a volta da publicidade de indústrias de cigarro em eventos culturais, sociais e esportivos, que havia sido proibida no fim dos anos 1990, durante o governo do presidente Fernando Henrique. Espera-se que a presidente Dilma vete esse dispositivo. Convém lembrar que, no início do governo Lula, houve Medida Provisória que suspendeu temporariamente essa proibição por causa da Fórmula-1.
Todos sabem que, como ministro da Saúde como governador de São Paulo, estou na origem das medidas que restringem seriamente o consumo de tabaco. Preconceito? Intolerância pessoal? Tentação de invadir direitos individuais? Não! Agi movido pela ética da responsabilidade. O que fiz em relação ao cigarro espelha o entendimento que tenho de políticas públicas; evidencia uma abordagem e uma estratégia.
Não venho da área de Saúde, como todos sabem. Quando decidi, no entanto, aceitar o convite do presidente Fernando Henrique para assumir o ministério da área, em 1998, tinha algumas convicções sobre esse setor, tão fundamental para a vida dos brasileiros. Considerava claro, por exemplo, que a demanda por atendimento de Saúde se expandiria numa velocidade superior à capacidade de milhões de pessoas de arcarem com o custo do serviço. Parecia-me evidente, também, que o modelo de atendimento ainda estava voltado principalmente para minorar os efeitos de doenças manifestas já em sua fase mais aguda. Sem prejuízo de melhorar esse serviço, entendi que era preciso ampliar e reforçar o que chamarei aqui de “Modelo 2”: ênfase na prevenção e nas doenças crônicas em suas etapas iniciais, o que, além de beneficiar os doentes, teria um impacto positivo, no médio e no longo prazos, nos custos do setor.
Pensava então, e penso ainda, que não faz sentido aguardar que o portador de diabetes ou de hipertensão, por exemplo, tenha seu quadro agravado para atendê-lo numa unidade de emergência. Dou um exemplo eloquente, emblemático, desse “Modelo2”: o programa de tratamento permanente dos portadores do vírus da Aids, que implantamos, além de salvar vidas (com qualidade), contribui para poupar recursos à medida que menos pessoas têm de ser atendidas pelo SUS em situações de emergência. O tratamento com os retrovirais impede que se chegue aessa situação. Ganha o doente, e ganha o sistema de Saúde.
Para fortalecer o “Modelo 2”, além do Programa de Saúde da Família, da expansão e barateamento dos medicamentos, dos mutirões de exames e de numerosos programas de prevenção de doenças, decidimos atacar de frente uma questão que permanecia, na prática, intocada: a do cigarro, um dos principais fatores de risco para as doenças crônicas e graves. Foi a primeira vez que se fez uma ofensiva desse tipo no Brasil, que, rapidamente, assumiu uma posição de vanguarda internacional na luta antitabagista. Ganhamos até prêmio da Organização Mundial da Saúde, recebido, diga-se, pelo então embaixador em Genebra do governo Fernando Henrique, Celso Amorim, depois ministro de Relações Exteriores de Lula e atual ministro da Defesa. Amorim se beneficiou pessoalmente de uma política pública, mas de modo virtuoso: largou o cachimbo…

Por que implicar com o cigarro? Além de conceder centenas de entrevistas a respeito, escrevi, na ocasião, alguns textos breves (Veja Cigarro a propaganda que faz malO cigarro e as pedrasTabagismo: confissão mórbida publicados neste site). O cigarro é mortal. Eleva estupidamente o risco do desenvolvimento de câncer e de doenças pulmonares e cardíacas. Também responde, em grande medida, pela má qualidade de vida das pessoas de mais idade.
Acreditamos que era possível implantar políticas públicas para diminuir o consumo, pelo lado da demanda: proibir a propaganda, essencialmente enganosa e voltada para os jovens, associando o tabaco ao bem-estar, ao vigor físico, à virilidade e à boa aparência, tudo aquilo que o cigarro aniquila. Passou a ser obrigatório estampar nos maços fotos que retratam as doenças causadas pelo vício. Fizemos campanhas educativas no rádio e na TV. Trouxemos ao Brasil um americano que relatou, numa entrevista na TV, a dura morte de seu irmão, com câncer no pulmão. Esse irmão era ninguém menos do que o antes mundialmente famoso “cowboy do Marlboro”. Diga-se: antes de começar a ofensiva fizemos pesquisa e 86% das pessoas aprovaram a idéia.
O cigarro é um flagelo. Noventa por cento dos fumantes no Brasil adquiriram o vício entre os 5 e os 19 anos. A estratégia da indústria era e é a conquista desse público, não a manutenção do hábito adquirido pelos já fumantes. O motivo é simples: 70% dos que fumavam declaravam, há dez anos, que gostariam de largar o cigarro, mas não conseguiam. Esse percentual deve ser maior hoje. Há aspectos da dependência química em nicotina que chegam a ser piores do que a do álcool e de outras drogas.
No governo de São Paulo, decidimos enfrentar a questão do fumo involuntário. Instituímos a lei que proíbe o cigarro em lugares públicos fechados. A despeito das críticas infundadas — dizia-se, por exemplo, que essa medida causaria desemprego nos bares, restaurantes e casas noturnas — ou da torcida contrária da oposição, a lei pegou, pois a campanha foi bem organizada e a população apoiou e passou a cooperar na fiscalização. Tanto é assim que se espalhou por outros estados. Agora, o Congresso a torna nacional. Maravilha.

Quando ainda ministro, recebi em meu gabinete um homem educado, presidente de uma gigante do tabaco. Lembro-me da essência da nossa conversa:
— Obrigado por me receber, ministro. Eu queria expor-lhe o pensamento da nossa empresa. Achamos, se o senhor me permite dizer, exagerada a ofensiva do governo contra a indústria de cigarros.
— O senhor sabe que eu não tenho nada contra quem produz. Pelo contrário. O problema é seu produto. Nós não estamos proibindo ninguém de fumar. Mas, sim, mostrando às pessoas quais são os perigos desse hábito. Diga-me uma coisa: o senhor fuma?
— Fumo, sim. E estou bem, como pode ver. Tenho vida saudável. Jogo tênis.
— Cigarro parece que não faz mal até fazer mal. Tem filhos adolescentes?
— Tenho.
— Eles fumam?
— Não.
— E se lhe perguntarem se devem fumar, se lhe pedirem um conselho, o que diria?
— Não recomendaria.
— Mas recomenda o cigarro para os filhos dos outros?

0 comentários:

Obrigado pelo seu Comentario, seja bem vindo !

DIRETORIA DE ENSINO REGIÃO DE ITU PROCESSO SELETIVO 2011 - AGENTE DE ORGANIZAÇÃO ESCOLAR

09:22 Radio Ideal FM 0 Comentarios





A Diretoria de Ensino Região de Itu CONVOCA os candidatos aprovados e classificados no Processo Seletivo 2011, de AGENTE DE ORGANIZAÇÃO ESCOLAR, para Sessão de Escolha de Vaga, conforme cronograma abaixo:
Agente de Organização Escolar – Candidatos - do nº 01 ao 120
Local: EE Prof. Antonio Berreta - Rua Sorocaba, 277, Vila Gatti – Itu/SP
Data: 02/12/2011 (6ª feira)
Horário: 09:00h
Vagas: 67 vagas existentes nos municípios de Itu, Salto, Cabreúva,  Jumirim e Iperó
CONSULTAR O SITE: www.deitu.pro.br, - na data 29/11/2011 – Edital de Convocação /Relação de Vagas e Classificação Final dos Candidatos Aprovado

0 comentários:

Obrigado pelo seu Comentario, seja bem vindo !

Formatura de cuidadores de idosos é realizada em sede municipal do Ifspem

21:51 Radio Ideal FM 0 Comentarios




Foi realizado ontem à noite a formatura de 40 novos cuidadores de idosos de Boituva. O evento ocorreu na sede municipal do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (Ifsp). Segundo o Coordenador Samoel Mariano, a faixa etária dos participantes foi variada, desde 20 até 65 anos.
Além da cerimônia, houve também apresentações de dança pela Oficina de Artes Municipal, e homenagens aos palestrantes e à voluntários do curso. Estiveram presentes durante a celebração diversos representantes municipais.
Os alunos fazem parte da segunda e terceira turma de cuidadores de idosos. Eles iniciaram suas aulas no mês de junho e, desde então, realizam aulas teóricas na Escola Grupão e práticas no Nosso Lar São Vicente de Paulo. O curso foi coordenado pela enfermeira Alessandra Salmeron Ramos e pelo Assistente Técnico de Projetos de Saúde, Samoel Mariano.
Durante as atividades, os participantes contaram com a presença de vários profissionais da área da saúde, como terapeuta ocupacional, psicólogo, fisioterapeuta, enfermeiros, farmacêuticos, corpo de bombeiros e técnicos em enfermagem.
Além do aprendizado, alguns alunos recém-formados já trabalham na área. De acordo com Samoel, aqueles que fizeram o curso e não possuíam emprego, hoje já atuam como cuidadores de idosos de maneira autônoma.
O período de inscrições para a quarta turma de cuidadores será aberto em fevereiro do próximo ano. Mais informações no telefone (15) 3363-8460.



0 comentários:

Obrigado pelo seu Comentario, seja bem vindo !

Comissão de Negociação da Abraço vai ao Minicom em busca de mais avanços

21:39 Radio Ideal FM 0 Comentarios





Comissão de Negociação da Abraço se reuniu nesta sexta-feira (25) com o Secretário Executivo do Ministério das Comunicações Cezar Alvarez. No encontro, a comissão voltou a ressaltar as questões de abrangência, apoio cultural e a mudança na portaria 462. Foi destacada também a importância da fiscalização educativa, que teria o objetivo de advertir as emissoras com instruções de funcionamento e prazos para adaptação. A reunião contou também com o Secretário de Serviços de Comunicação Eletrônica, Genildo Lins, e o Deputado Federal Policarpo (PT-DF).
Durante a reunião no Ministério das Comunicações, a Comissão de Negociação da Abraço, pode expor as reivindicações presentes na pauta da entidade. Um dos principais pontos colocados em debate foi necessidade de mudança da portaria 462. Para o Deputado Federal Policarpo (PT-DF), as dificuldades que as rádios comunitárias enfrentam, não é questão jurídica. “O decreto não está sob responsabilidade direta do Minicom, mas a portaria 462 sim. Portanto, o Minicom pode fazer uma modificação nesta portaria, pois os maiores problemas para as rádios comunitárias vieram a partir dela”, manifestou Policarpo.
O Coordenador Executivo da Abraço Nacional José Sóter, lembrou que a Lei 9612 é uma conquista das rádios comunitárias, e que ela não pode ser mudada. De acordo com ele, todas as fiscalizações da Anatel tem sido sumárias, e que é preciso realizar a fiscalização educacional, para que as rádios comunitárias tenham instrução e tempo de se adequarem às normas da Anatel. O Secretário Cezar Alvarez afirmou que o Minicom está discutindo o Plano de Fiscalização juntamente com a Anatel, tendo como base o conceito de radiodifusão comunitária.
No final da reunião, o Secretário de Serviços de Comunicação Eletrônica, Genildo Lins, apresentou um documento contendo os avanços administrativos, com base nas demandas da Abraço. Este documento será submetido à Direção Nacional Colegiada da Abraço, para que na próxima semana possa ser apresentado na íntegra com os comentários pertinentes da entidade.
Bruno Caetano
Da Redação
Minicom apresenta documento sobre os avanços administrativos para as RadcomA Comissão de Negociação da Abraço Nacional em reunião nesta sexta feira (25) com o Secretário Executivo do Ministério das Comunicações, Cezar Alvarez, recebeu um documento contendo os avanços administrativos realizados para as rádios comunitárias. VEJA O DOCUMENTO CLICANDO AQUI.
Secretário de Serviços de Comunicação Eletrônica, Genildo Lins. O documento pode ser lido na
Abraço submeterá o documento à Direção Nacional Colegiada da entidade, para que seja feita ressalvas sobre os avanços apresentado pelo Minicom
Bruno Caetano
Da Redação

0 comentários:

Obrigado pelo seu Comentario, seja bem vindo !

Seminário em S. Paulo discute marco regulatório para comunicação

14:55 Radio Ideal FM 0 Comentarios



REGULAÇÃO

DEMOCRATIZAÇÃO DA COMUNICAÇÃO

LEGISLAÇÃO DE COMUNICAÇÃO

COMUNICAÇÃO COMUNITÁRIA

TELEVISÃO

TELEVISÃO & TECNOLOGIA

REDES SOCIAIS

POLÍTICA

TELECOM

POLÍTICA DE TELECOMUNICAÇÕES

SOCIEDADE DA COMUNICAÇÃO

CULTURA

IMPRENSA & JORNALISMO

INTERNET

RÁDIO

AUDIOVISUAL

POLÍTICA DE RÁDIO E TV

LITERATURA E MERCADO EDITORIAL

MERCADO DE COMUNICAÇÃO

0 comentários:

Obrigado pelo seu Comentario, seja bem vindo !

Postagens mais recentes Página inicial Postagens mais antigas